Óleo de coco é um potente antiviral capaz de suprimir coronavírus

Compartilhar - ignore a censura, compartilhe esse link no Facebook |Copiar
Óleo de coco é um potente antiviral capaz de suprimir o coronavírus

Não é novidade que o óleo de coco é um potente antiviral cientificamente comprovado, além de um potente superalimento que ajuda na prevenção e tratamento de várias doenças, inclusive Alzheimer. Por exemplo, as pessoas que vivem nas Filipinas, um país de ilhas não muito distantes da costa da China, lembram-se muito bem da última vez em que uma epidemia mortal de coronavírus eclodiu na China. Era 2003 quando o coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) eclodiu na China. Ele infectou mais de 7000 pessoas na China, com mais de 600 mortes registradas. Mesmo com sua proximidade com a China e a grande população chinesa na nação Filipina de cerca de 80 milhões de pessoas, apenas 14 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) foram relatados com duas mortes registradas. Uma das teorias apresentadas na época sobre o motivo pelo qual o povo Filipino tinha tão poucos casos eram o uso predominante do país no óleo de cozinha: o óleo de coco.

Agora novas pesquisas nas Filipinas descobriram mais sobre o óleo de coco como viável para tratar e prevenir o coronavírus Wuhan (COVID-19) sem a necessidade de produtos farmacêuticos ou vacinas. O Dr. Fabian M. Dayrit, PhD, da Universidade Ateneo de Manila , juntamente com a ajuda da Dra. Mary T. Newport, MD, da Spring Hill Neonatology, na Flórida, analisou os benefícios antivirais conhecidos do óleo de coco para ver se eles podem também se aplica ao coronavírus Wuhan (COVID-19). O que eles encontraram é certamente promissor.

Sabe-se há muitos anos que o ácido láurico (C12), juntamente com seu derivado monolaurina, possui atividade antiviral natural. Um ácido graxo de cadeia média. O ácido láurico é amplamente reconhecido como um 
"super" nutriente assim como a monolaurina, que é produzida pelas enzimas do próprio corpo após a ingestão de óleo de coco.

Esses nutrientes trabalham em conjunto para desintegrar os “envelopes” que envolvem os vírus, explicam o 
Dr. Fabian M. Dayrit, PhD, e Dra. Mary T. Newport, MD, e isso inclui o coronavírus Wuhan (COVID-19). Esses dois nutrientes também podem inibir a maturação em estágio avançado no ciclo replicativo dos vírus, além de impedir a ligação de proteínas virais à membrana da célula hospedeira.

Esse modo de ação em três partes faz do óleo de coco uma solução muito promissora para a pandemia, especialmente porque é amplamente disponível, relativamente barato e fácil de ingerir. Em todo o mundo, as pessoas poderiam teoricamente tomar apenas algumas colheres de sopa de óleo de coco diariamente para ajudar a se proteger contra a infecção pelo vírus, ou tomar um pouco mais se já tiverem com o coronavírus.



O ácido caprico no óleo de coco também combate vírus


Outro composto antiviral encontrado no óleo de coco que também desempenha um papel protetor é o ácido caprico (C10), juntamente com seu derivado monocaprina. Embora represente apenas cerca de sete por cento do óleo de coco, o ácido cáprico mostrou eficácia contra o HIV-1, o que é importante porque surgiram evidências sugerindo que o coronavírus de Wuhan (COVID-19) pode conter DNA do HIV.

É provável que existam outros constituintes no óleo de coco que também trabalhem em conjunto com o ácido láurico e o ácido cáprico para ajudar a proteger o corpo contra vírus, incluindo vários monoglicerídeos. Mas sabemos que o ácido láurico e o ácido caprico possuem propriedades antivirais únicas que podem fornecer proteção contra o coronavírus Wuhan (COVID-19).

Estudos em animais e em seres humanos, mostram que o óleo de coco fornece uma proteção poderosa contra todos os tipos de vírus, incluindo desde a gripe aviária em galinhas até o HIV em humanos. Vários pequenos estudos clínicos também demonstraram propriedades anti-HIV ainda mais específicas no óleo de coco, tanto em termos de como esse superalimento protege contra infecções e estimula o sistema imunológico.

Com base nessas descobertas e em outras evidências apresentadas no artigo, os co-autores estão pedindo que mais estudos clínicos sejam realizados em pacientes reais com coronavírus Wuhan (COVID-19) para ver se mostram melhora. Eles também recomendam que o óleo de coco seja simplesmente reconhecido como profilático geral contra infecções virais e microbianas "dada [sua] segurança e ampla disponibilidade".

"Vários estudos in vitro, animal e humano apoiam o potencial do óleo de coco, ácido láurico e seus derivados como agentes eficazes e seguros contra um vírus como o nCoV-2019", concluem, apresentando diretrizes específicas adicionais para um estudo clínico proposto. "Este tratamento é acessível e praticamente livre de riscos, e os benefícios potenciais são enormes."


Veja o que o maior especialista em óleo de coco no Brasil  diz - Dr. Lair Ribeiro

Continue lendo após a publicidade
Continue lendo após a publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Compartilhar

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram