Não existe uma "segunda onda" ... a "pandemia" acabou... o golpe tem que continuar

Tecnologia: Não existe uma "segunda onda" ... a "pandemia" acabou... o golpe tem que continuar... Não há "segundo onda", há falsos positivos justificando que ainda existe "pandemia"

Fabio Allves
Compartilhe:
Não existe uma "segunda onda" ... a "pandemia" acabou... o golpe tem que continuar

Uma nova entrevista no talkRADIO uma estação de rádio nacional do Reino Unido com o ex-diretor de ciências da gigante farmacêutica Pfizer, que foi retirada do YouTube em duas horas, revela que a chamada “segunda onda” do coronavírus (Covid-19) é completamente falsa. O Dr. Michael Yeadon é especialista na área de alergia e terapia respiratória com 23 anos de experiência na indústria farmacêutica. Ele se formou como bioquímico e farmacologista, obtendo seu PhD pela University of Surrey (Reino Unido) em 1988.

A única coisa que realmente está acontecendo é que a grande mídia e as falsas autoridades de saúde pública e outros por ignorância -  através de organizações mundiais de saúde estão fabricando uma pandemia que não existe para que certos objetivos globalistas como o Grande Reset Global através do fórum Econômico Mundial seja alcançado e controle de massa, passaporte de imunidade, identidades digitais, vacinas de rastreamento, e outras tecnologias sejam implementados em todo o mundo, até lá, manter as pessoas presas e usando máscaras até que todo esse aparato seja justificado como a bala mágica que fará a suposta pandemia Covid-19 a crise econômica global, a fome em massa causada pelos bloqueios, faça desaparecer, que por fim, será o chamado "novo normal", será a destruição das liberdades civis, democracia e constituição... governo tecnocrata em acensão.

Não há "segundo onda", há falsos positivos justificando que ainda existe "pandemia"


O Dr. Michael Yeadon publicou mais de 40 artigos de pesquisa originais e agora é consultor e parceiro de várias empresas de biotecnologia. Antes de trabalhar com a gigante farmacêutica Apellis, o Dr. Yeadon foi Vice-Presidente e Diretor Científico (Pesquisa Respiratória e Alergia) da Pfizer.

De acordo com o Dr. Yeadon, “não há ciência que sugira que uma segunda onda aconteça”. Os testes da Covid-19 é ciência lixo, diz ele, e toda a ideia de “novos casos” multiplicando-se exponencial é falso.
“Quase todos” os testes da Covid-19 estão produzindo falsos positivos, alerta o Dr. Yeadon. Não apenas isso, mas o limite para imunidade do rebanho é significativamente mais baixo do que afirmam os especialistas, o que significa que provavelmente já foi alcançado.

“Estamos baseando uma política governamental, uma política econômica, uma política de liberdades civis, em termos de limitar as pessoas a seis pessoas em uma reunião ... tudo baseado no que podem ser dados completamente falsos sobre este coronavírus”, foi perguntado ao Dr. Yeadon, ao que ele respondeu com um simples:

"Sim."
Quanto à alegada “pandemia”, o Dr. Yeadon diz que está “fundamentalmente acabada”, citando a “forma” de todos os fatores importantes, desde hospitalizações, utilização de UTI e mortes.
“Se não fosse pelos dados de teste que você obtém da TV o tempo todo, você concluiria corretamente que a pandemia acabou, já que nada aconteceu”, afirma o Dr. Yeadon.

“É claro que as pessoas vão para o hospital, entrando na temporada de gripe do outono (no Reino Unido) ... mas não há ciência para sugerir que uma segunda onda deva acontecer.”

Junto com alguns de seus colegas, o Dr. Yeadon publicou um estudo intitulado "Qual a probabilidade de uma segunda onda?" que descobriu que a “curva” foi “achatada” por volta do final de junho. Ele permaneceu plano desde então.

A única coisa que aumenta são os “casos”, o que não significa nada, já que um “caso” não tem outra definição além de um resultado de teste positivo, a grande maioria - senão todos - dos quais são falsos e fraudulentos.

O que isso significa é que a suposta "pandemia" só existe nas mentes dos doentes mentais que insistem em forçar a sociedade a permanecer permanentemente mascarada e bloqueada para ser alcançado os objetivos globalistas citados no começo deste artigo, um pesadelo distópico que só terminará quando pessoas racionais que acreditam na ciência decidir reivindicar seus direitos constitucionais, reabrir seus comércios e fazer a roda funcionar.

Como já existem muitos outros coronavírus em circulação aos quais as pessoas estão expostas o tempo todo, eles provavelmente já possuem imunidade natural a este, o que, apesar de ser "novo", não é grande coisa quando você realmente olha os fatos honestamente e dados. Recomendado: Coronavírus: A humanidade está sofrendo um golpe eugenista de interesses oligárquicos

“Agora está estabelecido que pelo menos 30% de nossa população já tinha reconhecimento imunológico deste novo vírus antes mesmo de ele chegar,” Dr. Yeadon e seus colegas observam em seu artigo. “COVID-19 é novo, mas os coronavírus não”.
Publicidade
Publicidade

Publicidade

Veja Também

Explore mais sobre:

Ciência , Ciência e tecnologia , Coronavírus , Covid-19 , descobrindo , Governo , manipulação , Pandemias , Tecnologia , Coletividade Evolutiva , Não existe uma "segunda onda" ... a "pandemia" acabou... o golpe tem que continuar ,
Compartilhe:
RELATAR ERROS:
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.