Desintoxicação da vacinação COVID: Protocolo proposto pelo Dr. Peter McCullough

Não só as proteínas spike causam inflamação dos músculos cardíacos, mas também estão associadas a muitos outros efeitos colaterais perturbadores

Desintoxicação da vacinação COVID: Protocolo proposto pelo Dr. Peter McCullough

O Dr. Peter McCullough, médico renomado, compartilhou um protocolo de desintoxicação da proteína Spike da vacina mRNA, associada a diversos efeitos perturbadores. Também conhecida como proteína S ou Pico, as proteínas spike da substância vacinal COVID mRNA da Pfizer ou Moderna, causam muito mais danos do que apenas se ligarem aos receptores ACE (enzima conversora de angiotensina) do corpo, permitindo que o vírus invada as células.

A indução negativa da substância tóxica da proteína spike no sistema imunológico humano foi prevista por cientistas críticos no estágio inicial das campanhas dos experimentos vacinais em massa: uma suscetibilidade aumentada a infecções por patógenos de todos os tipos, bem como ao câncer foi repetidamente alertado por especialistas críticos, apesar da perseguição e difamação. 

Os alertas de saúde sobre as vacinas experimentais de mRNA contra a Covid-19 foram ampliados em muitos pontos. Não só as proteínas spike causam inflamação dos músculos cardíacos, mas também estão associadas a muitos outros efeitos colaterais perturbadores em curto, médio e longo prazo - dependendo de cada hospedeiro.

Acontece que as proteínas spike da vacinação mRNA, que causa toxidade e danos no corpo, interagem com muitos outros tecidos celulares, inclusive nos pulmões, mitocôndrias e sistema cardiovascular. Esse ataque causa todos os tipos de danos à saúde dos muitos sistemas intrincados e complexos do corpo. 

Protocolo proposto pelo Dr. Peter McCullough


Este artigo destaca as descobertas do Dr. McCullough, bem como a entrevista esclarecedora com a Dra. Helene Banoun, especialista em mRNA e desintoxicação da proteína Spike, apresentada no programa America Out Loud PULSE.

Dra. Helene Banoun, ex-pesquisadora do Instituto Francês de Pesquisa em Saúde e Medicina (INSERM), trouxe insights valiosos sobre SARS-CoV-2, pandemia e vacinas genéticas em sua participação no programa. Sua pesquisa produtiva e minuciosa destaca-se pela abordagem científica e clínica.

O que a proteína spike causa: 
A proteína spike é responsável pela patogenicidade da infecção por SARS-CoV-2 e impulsiona o desenvolvimento de eventos adversos, lesões, incapacidades e morte após a vacinação por meio de mecanismos imunológicos e trombóticos. A proteína spike de longa duração foi encontrada no cérebro, coração, fígado, rins, ovários, testículos e outros órgãos vitais na autópsia em casos de morte após a vacinação. 

No caso da lesão trombótica induzida pela vacina, a proteína spike foi encontrada dentro do próprio coágulo sanguíneo. Assim, há uma razão forte para considerar a proteína spike SARS-CoV-2 residual como um alvo do tratamento nas síndromes pós-COVID-19 e da lesão vacinal. 

A proteína spike participa diretamente da fisiopatologia, incita a inflamação e impulsiona a trombose. Enquanto síndromes específicas (cardiovasculares, neurológicas, endócrinas, trombóticas, imunológicas) exigirão terapias adicionais, propomos o raciocínio clínico para um regime de desintoxicação de base de nattokinase oral, bromelina e curcumina para pacientes com sequela e pós-aguda da infecção por SARS-CoV-2 e vacinação COVID-19, relata o site do Dr. Peter 
McCullough

O regime empírico pode ser continuado por 3-12 meses ou mais e ser guiado por parâmetros clínicos:


Proposta do "Detox da Base Spike": O "Detox da Base Spike" é uma proposta apresentada pelo Dr. McCullough para indivíduos que tiveram COVID-19 múltiplas vezes, foram vacinados ou suspeitam de problemas relacionados à proteína Spike. O protocolo envolve uma combinação tripla de produtos de venda livre: Nattokinase, Bromelina e Nano Curcumina.

Componentes do Protocolo de Desintoxicação do Dr. Peter:

Nattokinase 2000 FU (100 mg) 2X ao dia.Para deteriorar a spike
Bromelina 500 mg 1X ao dia. - Para ajudar no processo de deteriorar a spike mais rápido.
Curcuma Plus 500 mg 2X ao dia. - Para aliviar a inflamação que a spike causa no corpo/ órgãos.

OBS do Editor: A ivermectina também ajuda no processo de eliminar a proteína spike, além de prevenir e combater outras enfermidades. Veja aqui

Fundamento do Protocolo: O "Detox da Base Spike" visa iniciar a clivagem proteolítica da proteína Spike, facilitando sua eliminação pelo sistema reticuloendotelial natural do corpo. A combinação desses três produtos busca alcançar esse objetivo, oferecendo uma abordagem potencialmente eficaz para aliviar os efeitos indesejados.

Persistência e Paciência: O Dr. McCullough destaca que a desintoxicação não é uma solução rápida. A persistência e paciência são cruciais, pois os resultados podem levar meses para se manifestar. A duração mínima recomendada do protocolo é de três meses, mas alguns indivíduos podem necessitar de um tratamento mais prolongado.

Cuidados e Indicações - Apesar dos benefícios potenciais, o “Detox da Base Spike” requer atenção a algumas precauções e indicações:

  • Pacientes que estejam tomando anticoagulantes ou que apresentem distúrbios hemorrágicos (como hemofilia) devem ter cautela devido ao risco de sangramentos.
  • Alergias à soja ou a qualquer componente da combinação devem ser consideradas, bem como a tolerância gastrointestinal.
  • Mulheres em idade fértil sem contracepção, grávidas, amamentando e crianças devem evitar o uso do protocolo, a menos que orientadas por um médico.

Conclusão: A desintoxicação da proteína Spike é uma protocolo apresentado pelo Dr. McCullough, que oferece uma abordagem potencialmente prolongadora de vida. As informações compartilhadas pela Dra. Helene Banoun no programa America Out Loud PULSE contribuem significativamente para o entendimento responsável dessa questão em constante evolução. A pesquisa e informações baseadas em evidências são fundamentais para abordar os desafios associados à proteína Spike com clareza e responsabilidade
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Siga-nos: | | e | Nos Apoie: Doar

OBTENHA aqui o Extrato de Própolis Verde com essa combinação: Vitamina B, E, C, D3, A, Selênio e Zinco. Aumente suas defesas naturais! Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui. Fortalece o sistema imunológico, Poderosa ação antioxidante (antienvelhecimento), Atua contra o processo de inflamação do organismo - anti-inflamatório, Combate problemas de saúde ocasionados nas vias respiratórias e Tem poderosa ação antifúngica, antibiótica, acelerando a cicatrização
Fechar Menu
Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco, Imunidade e Proteção, Fortalvit, 60 Cápsulas

VER

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR