As pessoas podem estar sofrendo de Covid-19 por conta das vacinações anteriores?

Compartilhar
As pessoas podem estar sofrendo de Covid-19 por conta das vacinações anteriores?

É exagero especular que as vacinações anteriores podem estar levando obter Covid-19 facilmente devido à sequência de vacinação daqueles que já vinham se vacinando com vacinas "imunizantes" contra outras doenças? Leia esse artigo até o final e tire suas próprias conclusões! 

Podemos dizer que todos aqueles que vinham sendo vacinados ao longo dessa década sofreram uma modificação no sistema imunológico, sendo ele agora, um sistema imune dependente de vacinas para poder conter as doenças em nosso meio. Em outras palavras, assim como uma fruta é modificada, os vacinados assim também sofreram uma mudança no sistema imune, além de se tornarem portadores de vírus atenuados da vacina -  o que vou chamar de, sistema imune dependente de vacinas para "proteger" de possíveis ameaças.

Os vacinados são mais vulneráveis a outras doenças devido a essa reação em cadeia de vacinações ao longo da vida que seria erroneamente atribuída como parte da pandemia justificando mais vacinações forçadas. O uso de ingredientes e adjuvantes como vírus vivos atenuados de macacos infectados e outros órgãos de mamíferos, além de outros ingredientes de vacinas tóxicas, apresenta essa possibilidade perturbadora.

Vírus atenuado significa que eles foram processados ​​para replicar mais lentamente. Os adjuvantes de mercúrio e / ou esqualeno que ultrapassa as primeiras linhas de defesa do sistema imune. Isso, especialmente o esqualeno, geralmente cria o que é conhecido como uma tempestade de citocinas que normalmente é fatal.

Muitos de nós já reconhecemos os perigos dos adjuvantes de vacinas ou aditivos rotineiramente adicionados em vacinas para preservar e aumentar a suposta eficácia de uma vacina, ou como dizem por aí, para aumentar a resposta imune. Geralmente em algumas vacinas são timerosal (mercúrio) e esqualeno, os quais costumam causar sérios danos aos vacinados. Os vírus vivos nas vacinas já criaram cenários em que aqueles que receberam as vacinas se tornaram portadores de vírus mutantes, que se tornaram mais virulentos e infectaram outros. Em outras palavras, podemos chamar esses vacinados de assintomáticos, ou seja, possuem o vírus modificado ou atenuado de uma vacina, mas não apresenta sintomas.

Sistema imunológico resumido e tempestade de citocinas


O delator, usando o pseudônimo do Dr. Mark Randall para proteger sua pensão e evitar ser assediado, passou a descrever o sistema imunológico como sendo virtualmente o corpo inteiro e a atitude geral emocional e mental de alguém. O que ele e outros críticos da vacinação apontam é que, ao injetar a vacina diretamente na corrente sanguínea, uma parte importante do sistema imunológico do corpo físico é completamente contornada.

A primeira linha de defesa são as barreiras físicas que incluem a pele, membranas mucosas da área dos seios da face, garganta e tubos brônquicos e pulmões, lágrimas, elevador ciliar, (cílios são filamentos microscópicos que se estendem dos revestimentos mucosos e células para escovar e irrigar patógenos fora) e urina. As barreiras químicas incluem suor de sebo (secreção oleosa), ácido estomacal e lisozimas (a substância que torna as lágrimas salgadas).

Assim, ao injetar diretamente na corrente sanguínea, esta primeira linha de defesa é contornada. Não é capaz de funcionar como um defensor contra os patógenos contidos na vacina. Nesse caso, estamos lidando com vírus vivos na vacina.

Uma tempestade de citocinas ocorre quando os agentes patogênicos e adjuvantes injetados, especialmente o esqualeno, criam uma reação exagerada no sistema imunológico. A abundância de anticorpos então oprime o tecido saudável com uma inflamação maciça, além do que seria uma resposta imunológica normal. Isso pode criar uma doença debilitante de longo prazo ou até a morte. Em outras palavras, você está sendo assassinado lentamente.

A falácia básica da vacinação


Foi estatisticamente comprovado que os declínios em diferentes doenças ocorreram significativamente antes do lançamento de vacinas desenvolvidas para elas. Em outras palavras, as cepas virais morreram, enquanto possivelmente muitas das pessoas que foram expostas desenvolveram uma imunidade natural. Mas os fabricantes de vacinas assumiram o crédito para que pudessem ser apoiados para produzir mais vacinas para ganhar mais dinheiro. É um negócio muito lucrativo para a indústria farmacêutica.

Um cientista de vacinas aposentado que se tornou denunciante divulgou informações interessantes durante uma entrevista concedida ao repórter investigativo Jon Rappaport no ano de 2002: "Elas [as vacinas] envolvem o sistema imunológico humano em um processo que tende a comprometer a imunidade natural. Eles podem realmente causar a doença que deveriam prevenir. Eles podem causar outras doenças além das que deveriam prevenir.

“Essa [imunidade] é a premissa errada. Não funciona assim. Supõe-se que uma vacina 'crie' anticorpos que, indiretamente, oferecem proteção contra doenças. No entanto, o sistema imunológico é muito maior e mais envolvido do que os anticorpos e suas células assassinas relacionadas. " 

Mais sobre vírus atenuados


Vírus vivos são obtidos de órgãos infectados (intencionalmente) de mamíferos, principalmente macacos. Eles são cultivados em vários meios para minimizar sua virulência enquanto permanecem vivos. Em seguida, eles podem ser colocados entre outros vírus de outras fontes, às vezes até fetos humanos abortados.

Os perigos dos vírus atenuados são notados na comunidade científica, mas minimizados. Uma desvantagem raramente divulgada ou discutida de vírus atenuados é a eliminação de vírus. Foi documentado que isso ocorre por pelo menos algumas semanas após a vacinação. O que acontece é que a pessoa vacinada elimina alguns dos vírus nas fezes, catarro ou saliva por algumas semanas, talvez mais.

Beijar uma pessoa vacinada ou estar perto de alguém que está espirrando e tossindo pode ser mais perigoso do que lidar com alguém que está com gripe suína! Portanto, aqueles bons cidadãos que são vacinados podem se tornar mais como homens-bomba, espalhando vírus enquanto eles próprios morrem lentamente!

Outro risco dos vírus atenuados é que a qualquer momento eles podem sofrer mutação e se tornar virulentos no corpo da pessoa vacinada. Isso faz com que a eliminação de vírus pareça ainda pior! Isso, os cientistas da vacina sabem, mas não consideram realmente perigoso o suficiente para preocupação. Será que os cientistas estão sendo vacinados? Veja: Ex-supervisor de segurança das vacinas da Merck NUNCA vacina seus filhos, e ele denuncia o porque 

O que a instituição médica não sabe, ou finge não saber, é que a vítima da vacinação tem o que poderia ser uma infecção viral de baixo nível para o resto de sua vida, que o sistema imunológico é forçado a defender 24 horas por dia, 7 dias por semana. Isso compromete o sistema imunológico e abre a porta para que outros patógenos invadam e criem uma doença totalmente manifesta, causando até câncer.

Outro aspecto negativo conhecido dos vírus atenuados é que eles não devem ser administrados a ninguém com o sistema imunológico já comprometido ou com qualquer forma de doença auto-imune. A artrite reumatoide é uma doença auto-imune, por exemplo. Pessoas que estão doentes obviamente estão ligadas a um sistema imunológico comprometido. Você pode incluir pessoas obesas nesse último grupo. Muitos são provavelmente diabéticos do tipo II.

Então - as pessoas com artrite, doenças e obesidade terão permissão para dizer não a uma vacinação forçada? Não! Na verdade, com todos os poluentes no ar e na água, todos os pesticidas e inseticidas nos alimentos e todos os aditivos tóxicos na dieta da maioria das pessoas, é fácil presumir que a maioria das pessoas tem o sistema imunológico comprometido!

Mesmo aqueles de nós que fazem tudo o que podemos para impulsionar nosso sistema imunológico com alimentos orgânicos nutritivos e suplementos e exercícios, não podem evitar uma toxina sobre a maioria de nós. Essas trilhas toxicas de aeronaves, conhecido popularmente como chemtrails que venho denunciando como parte de um programa de modificação do clima, geoengenharia - você vê pairando no céu por horas, desembocando lateralmente e flutuando em direção ao solo, estão cheias de toxinas que atacam as áreas nasais, mucosas brônquicas e pulmões. Certo, a primeira linha de defesa do nosso sistema imunológico.

Muitas áreas fortemente quimicamente tratadas relatam problemas pulmonares e brônquicos após a pulverização. Durante a última década e meia, com a proliferação do chemtrails, os distúrbios pulmonares agudos e crônicos aumentaram muito. Pode-se dizer em proporções epidêmicas! Estudos epidemiológicos realmente mostram isso, e os médicos registraram abertamente a preocupação, embora muito poucos conectem os pontos às trilhas químicas jogadas sobre os nossos céus. Afinal, eles não existem, você sabe.
Compartilhar
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Continue lendo após publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram