Doença de Lyme : Uma epidemia silenciosa que os sistemas de saúde decidiram ignorar

Doença de Lyme : uma epidemia silenciosa que os sistemas de saúde decidem ignorar

Doença de Lyme - Uma epidemia silenciosa que está se espalhando por todos os continentes do planeta, que é difícil de diagnosticar e imita uma variedade de doenças. É confundido com síndrome da fadiga crônica, fibromialgia, esclerose múltipla, lúpus, artrite reumatóide, autismo, doença de Crohn, transtorno de déficit de atenção, doença do neurônio motor , colite, doenças da tireóide, inflamação crônica, mal de Parkinson e Alzheimer. Sensibilidades alimentares, insônia, depressão, ansiedade e uma série de outros distúrbios psicológicos podem acompanhar a aflição. 

Ela se enraizou à medida em que a geoengenharia /chemtrails/ Aerosóis estratosféricos/ e os venenos da Monsanto, agora pertencente a corporação farmacêutica Bayer, e os danos ao mundo natural se tornaram mais proeminentes. Considerada a doença transmitida por vetores mais comum nos Estados Unidos, acredita-se que haja mais de 420.000 novos casos por ano nos Estados Unidos. Destrói vidas e famílias, enquanto dizima as finanças. O tratamento pode levar anos. 

Segundo o site BBC news Brasil - A doença aqui no Brasil, possui semelhanças com os casos do Hemisfério Norte. No entanto, há particularidades que a diferenciam. Por isso, especialistas denominam a mazela como Borreliose brasileira, Síndrome Baggio-Yoshinari ou Lyme brasileira. Em geral, os tratamentos costumam ser semelhantes. 

Pioneiro nos estudos sobre Lyme no Brasil, o reumatologista Natalino Yoshinari explica que os sintomas e o modo como a doença pode ser transmitida estão entre as diferenças dos casos encontrados no Brasil ou em outras regiões, como na Europa e na América do Norte. 

Doença de Lyme: Anatomia de uma doença furtiva 


Lyme é mais amplamente conhecida como uma doença contraída por uma picada de carrapato que infecta o hospedeiro com Borrelia burgdorferi , uma bactéria em forma de saca-rolhas que é um primo distante do Treponema pallidum - uma bactéria espiroqueta causadora de sífilis. 

No entanto, os pesquisadores estão começando a suspeitar que a doença de Lyme não seja apenas uma doença dos carrapatos. Evidências das principais autoridades de Lyme acreditam que a bactéria também é transmitida por outros insetos que picam , como aranhas, pulgas, ácaros e mosquitos. Existe também a preocupação de que se espalhe através de fluidos corporais e durante a gravidez também. É comum que famílias inteiras testem positivo para Lyme. 

Dr. Klinghardt, MD, um dos principais médicos letrados de Lyme nos Estados Unidos, observa que ele "nunca teve um único paciente com Alzheimer, ALS, doença de Parkinson ou esclerose múltipla que testou negativo para Borrelia ". 

Intrigante: Os Centros de Controle de Doenças (CDC) dos EUA e da Sociedade de Doenças Infecciosas da América (IDSA) afirmam que não existe. 


Eles continuarão a negar, porque se há uma coisa que as companhias de seguros detestam, são as desordens crônicas que precisam gastar tempo e dinheiro tratando. Portanto, um painel com ligações com seguradoras se reuniu para redigir as diretrizes oficiais de Lyme que asseguram que os pacientes só recebam algumas semanas de tratamento com antibióticos e não sejam diagnosticados com Doença de Lyme Crônica (mesmo que os sintomas persistam e invadem o sistema nervoso) . Mais da metade dos membros do painel que escreveram as diretrizes da IDSA Lyme anunciando que o Lyme Crônico não é real - incluindo o presidente do painel- ter conflitos de interesse óbvios, incluindo interesses financeiros em empresas farmacêuticas, testes de diagnóstico e patentes, bem como acordos de consultoria com companhias de seguros. 

Pesquisadores e cientistas com evidências em apoio à Lyme Crônica foram intencionalmente excluídos do painel. Por causa dessas diretrizes injustas de Lyme, as companhias de seguros têm o "direito" de negar cobertura para o tratamento da doença de Lyme a longo prazo. Os médicos até perderam suas licenças ao diagnosticar e tratar com sucesso a Lyme Crônica. 

Diga isso para as dezenas de milhares que sofreram os efeitos debilitantes da doença de Lyme por anos. 


Acontece que 9 dos 14 autores que criaram as Diretrizes da IDSA Lyme têm conflitos de interesse diretos. Conforme relatado em " Doença de Lyme: O maior encobrimento do CDC e o que eles não querem que você saiba ": 
O procurador-geral de Connecticut, Richard Blumenthal, investigou os membros do painel da IDSA por possível violação das leis antitruste e conflitos de interesse. Dos 14 autores do painel das diretrizes primeira edição: 6 deles ou suas universidades detinham patentes em Lyme ou suas co-infecções, 4 receberam financiamento de fabricantes de kit de teste de Lyme ou co-infecção, 4 foram pagos por companhias de seguros para escrever política de Lyme orientações ou consultar em casos jurídicos de Lyme, e 9 receberam dinheiro de fabricantes de vacinas contra a doença de Lyme. Alguns dos autores estiveram envolvidos em mais de um conflito de interesse. 


Um médico do documentário Under Our Skin (Sobre a Pele) observou que as diretrizes foram escritas em juridicamente, quase como se pudessem ser usadas em processos judiciais contra médicos que tratam de Lyme ou para ajudar seguradoras a negar assistência médica. E isso é exatamente o que aconteceu. As diretrizes foram usadas indevidamente pelas companhias de seguros para desacreditar os médicos que estão usando o tratamento antibiótico de longa duração para a doença crônica de Lyme. Em numerosos casos contra os médicos alfabetizados em Lyme, as queixas originais dos conselhos médicos estaduais não vieram de pacientes ou de outros médicos, mas de companhias de seguros que protestavam contra o faturamento. É uma moderna caça às bruxas para os médicos que estão realmente ouvindo (e curando) seus pacientes de Lyme, em vez de fechar os olhos para a epidemia. 

Com toda a disputa política e financeira por trás da doença, no final do dia, o foco mais importante deve ser a saúde e a cura. Se você está sofrendo de sintomas difíceis de encontrar, Lyme pode ser a culpada e talvez seja hora de encontrar um médico literato Lyme. 


Ative legendas do YouTube



Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)