Publicidade

O Pentágono agora admite ter investigado Óvnis depois de décadas de negações

Suposta imagem de um OVNI em Westall (Austrália), em 1966. UNIVERSAL HISTORY ARCHIVE UIG GETTY (Fonte ) O tema Óvnis tem ganhado muita atenção nos últimos anos, especialmente graças a pedidos sobe a Lei da Liberdad…

O Pentágono agora admite ter investigado Óvnis depois de décadas de negações
Suposta imagem de um OVNI em Westall (Austrália), em 1966. UNIVERSAL HISTORY ARCHIVE UIG GETTY(Fonte)

O tema Óvnis tem ganhado muita atenção nos últimos anos, especialmente graças a pedidos sobe a Lei da Liberdade de Informação (FOIA), que exige a divulgação total ou parcial de informações e documentos previamente não-liberados controlados pelo governo dos Estados Unidos mediante solicitação. 

Toneladas de agências governamentais expuseram uma quantidade esmagadora de documentos expondo supostamente a existência desse objetos voadores não identificados (Óvnis), existe uma frequência muito grande de pessoas em todo o mundo que relatam ter avistado esses objetos não identificados, e as manobras que segundo eles desafiam a física. 

Naturalmente, os Óvnis não correspondem necessariamente à tecnologia extraterrestre; No entanto, uma quantidade significativa de pessoas têm vindo a discutir a existência de vida extraterrestre (ET), incluindo testemunhas civis, militares e funcionários do governo de todo o mundo. Apesar dessas declarações de pessoas de alto escalão afirmando a existência de Óvnis, isso para me continua um grande mistério, não advindo de fora do planeta.

No entanto, por décadas, os mundo ficou fascinado com Óvnis, enquanto milhões especularam que nosso próprio planeta tem sido regularmente visitado por seres de outro mundo. 

Depois de tantos relatos por todo o mundo, o famoso Pentágono, que até hoje é rodeado de mistérios, entrou em ação com um programa, que acompanhou e estudou avistamentos de OVNIs chamados de “Programa Avançado de Identificação de Ameaças na Aviação” (AATIP) foi fechado em 2012 depois que “foi determinado que havia outras questões prioritárias que mereciam financiamento e foi no melhor interesse do Departamento de Defesa (DoD) dos EUA, para fazer uma mudança ”, de acordo com uma declaração do DoD. 

“O Departamento de Defesa leva a sério todas as ameaças e potenciais ameaças ao nosso pessoal, nossos ativos e nossa missão e age sempre que informações confiáveis ​​são desenvolvidas”, continuou o comunicado. 

Mas, como relatado exclusivamente pelo New York Post , os exames do Pentágono sobre Óvnis - também conhecidos como “fenômenos aéreos não identificados” - estão em andamento, apesar de encerrar o programa oficial de monitoramento de Óvnis. 

Em uma declaração fornecida ao jornal, o Departamento de Defesa reconheceu que a “Programa Avançado de Identificação de Ameaças na Aviação” permaneceu de fato fechada, mas que o Pentágono continua a investigar alegações de aparições de espaçonaves alienígenas. 

"O Departamento de Defesa está sempre preocupado em manter uma identificação positiva de todas as aeronaves em nosso ambiente operacional, bem como identificar qualquer capacidade estrangeira que possa ser uma ameaça à pátria", disse o porta-voz Christopher Sherwood. 
"Declarações oficiais anteriores eram ambíguas e deixavam a porta aberta para a possibilidade de que o “Programa Avançado de Identificação de Ameaças na Aviação” estivesse simplesmente preocupada com ameaças de aviação de próxima geração de aeronaves, mísseis e drones - como os céticos afirmaram", disse Pope. 

Mas a “nova admissão deixa claro que eles realmente estudaram o que o público chamaria de 'Óvnis'”, acrescentou ele. “Isso também mostra a influência britânica, porque a UAP foi o termo que usamos no Ministério da Defesa para fugir da bagagem da cultura pop que veio com o termo 'Óvni'”. 
Publicidade


Notícia Em: / / /

Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais