O glifosato causa câncer e ataca nossa imunidade sim revela estudos e fatos

O Glifosato é o principal ingrediente do Roundup, o herbicida Monsanto  mais usado no mundo - causa câncer. Embora estudos tenham sido publicados em periódicos revisados

As Maiores Empresas de Biotecnologia e a Grande  força da Agricultura gastaram milhões de dólares para empurrar a narrativa de que os pesticidas químicos, herbicidas e fertilizantes são perfeitamente seguros para os seres humanos, incapaz de causar a morte, doenças e outros efeitos nocivos. Mas um corpo crescente de pesquisas prova o que os céticos há muito suspeitavam: os pesticidas são substâncias químicas perigosas, capazes de prejudicar qualquer organismo vivo que entre em contato com eles.

Muitas das piores doenças que afligem a humanidade agora estão ligadas à exposição a pesticidas, incluindo câncer, doença de Alzheimer e outras condições de saúde devastadoras.

É lógico que algo capaz de matar insetos tenha uma boa chance de prejudicar os seres humanos; somos todos seres vivos e compartilhamos muito mais do nosso DNA que você poderia esperar. Humanos e moscas da fruta compartilham 61% de seu DNA. Semelhanças de DNA em humanos e bananas também estão em 60%.

O Glifosato é o principal ingrediente do Roundup, o herbicida da Monsanto  mais usado no mundo. Embora estudos tenham sido publicados em periódicos revisados ​​por pares confirmando esse vínculo, a Monsanto conseguiu usar sua enorme influência política e fundos quase sem fim para dividir esses estudos e refutá-los.

Mas a maré esta virando -  O primeiro golpe ocorreu quando a Agência Internacional para Pesquisa do Câncer da Organização Mundial de Saúde (IARC) anunciou que o glifosato é “provavelmente carcinogênico” (cancerígeno) em humanos, particularmente em relação a um tipo de câncer conhecido como linfoma não-Hodgkin. . Embora os amigos da Monsanto na grande mídia tenham imediatamente tentado atacar essas descobertas, os cientistas envolvidos são simplesmente muito respeitados em seu campo para serem ignorados.

Em seguida, as conclusões da IARC abriram as comportas do litígio, e milhares de pessoas que acreditam que sua saúde foi prejudicada pela exposição ao glifosato entraram com processos contra o gigante agro. E então Dewayne Johnson ganhou seu caso contra a Monsanto e recebeu milhões em compensação.

De fato, uma análise recente descobriu que aumenta seu risco de câncer em 41% , apesar da insistência do fabricante do Roundup, Monsanto, de que não é prejudicial. Milhares de pessoas com a doença estão processando a empresa.

De repente, com o precedente legal estabelecido e a grande mídia não mais protegendo a Monsanto, estudos científicos estão mais uma vez sendo publicados, confirmando a ligação perigosa entre o glifosato e o câncer. Um desses estudos, publicado na revista Mutation Research / Reviews in Mutation Research , descobriu que a alta exposição ao glifosato está ligada a um alarmante aumento de 41% no risco de desenvolver linfoma não-Hodgkin (NHL).

O glifosato afeta a imunidade de várias maneiras


Outra maneira de o glifosato comprometer sua imunidade é destruir as bactérias benéficas em seu intestino, como Lactobacillus e Bifidobacterium. Essas bactérias úteis ajudam seu corpo a absorver nutrientes, produzir vitaminas e ácidos graxos e neutralizar as toxinas, além de estimular sua imunidade.

Se você quiser ajudar a restaurar as boas bactérias do intestino, um passo que você pode tomar é comer alimentos fermentados como iogurte, chucrute, kefir ou kimchi. Você também deve comer alimentos que são ricos em polifenóis, como chocolate e cacau, chá verde, mirtilos e vinho tinto.

É provável que você esteja exposto a mais glifosato do que você pensa , não importa as medidas que você tome para minimizar sua exposição, portanto, proteger sua imunidade com a ajuda de probióticos e vitamina C deve ser uma prioridade.

Os autores do estudo concluíram que há “um elo atraente” entre a exposição a longo prazo ao glifosato


Conforme relatado por The Guardian , os autores do estudo concluíram que há “um elo atraente” entre a exposição a longo prazo ao glifosato. E os jurados do julgamento de Dewayne Johnson descobriram que a Monsanto estava bem ciente dessa ligação, mas fez tudo o que estava em seu poder para ocultar os fatos.

Seu lobby político agressivo afetou claramente as políticas da Agência de Proteção Ambiental (EPA), que continua insistindo teimosamente que não há "outros riscos significativos à saúde humana", desde que os usuários de glifosato sigam as instruções do fabricante.

A credibilidade da agência é severamente enfraquecida pelas descobertas mais recentes, especialmente considerando que três dos cinco autores foram previamente escolhidos para fazer parte de um painel científico consultivo da EPA sobre os perigos do glifosato.

A co-autora, professora Lianne Sheppard, da Universidade de Washington, foi uma dessas conselheiras e fez parte de um grupo de cientistas que alertou a EPA de que não havia seguido os protocolos científicos apropriados para chegar a conclusões sobre a suposta segurança do glifosato.

"Foi errado", Lianne Sheppard disse ao The Guardian . “Era óbvio que eles não seguiam suas próprias regras. Existe evidência de que é cancerígeno? A resposta é sim."


Outro processo contra a Monsanto





Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais


Ao contrário da mídia convencional , o Coletividade Evolutiva é independente, e temos como objetivo mostrar a verdade e tornar as histórias publicas. Por favor apoie o Coletividade Evolutiva, com uma doação para ajudar na evolução do site, e manter nosso trabalho vivo!


Notícias Relacionadas Recomendadas