Aviso do FDA: drogas populares contra o diabetes fazem com que bactérias carnívoras comam seus genitais

Aviso do FDA: drogas populares contra o diabetes fazem com que bactérias carnívoras comam seus genitais

Os efeitos colaterais de medicamentos, são muitos deles quase indetectável do que outros, por exemplo já imaginou um efeito colateral que causasse uma infecção bacteriana que corrói a carne de seus genitais? Isso pode esta sendo agora um grande problema para a maioria das pessoas. 

Parece ser um absurdo, ou que seja diagnosticada por um especialista como uma doença muito rara, mas a doença é conhecida como fascite necrosante do períneo é, na verdade, um efeito colateral potencial de vários medicamentos para diabetes amplamente usados. Agora, a FDA está alertando pacientes e médicos sobre esse problema altamente preocupante, que também é conhecido como gangrena de Fournier. 

As drogas que foram ligadas à doença pertencem a uma classe de medicamentos conhecidos como inibidores de SGLT2 e incluem Jardiance da Eli Lilly and Co., Farxiga da AstraZeneca Plc e Invokana da Johnson & Johnson. No total, a lista do FDA contém mais de 12 medicamentos que serão necessários para levar um aviso sobre a infecção grave. 

Essas drogas funcionam diminuindo o nível de açúcar no sangue do corpo pelos rins; o excesso de açúcar é então excretado do corpo através da urina. Um efeito colateral comum desses medicamentos é a infecção do trato urinário. 

No entanto, como a droga envolve a eliminação de uma grande quantidade de açúcar através da urina, é essencialmente colocar uma grande quantidade de comida favorita das bactérias na região genital, criando um ambiente favorável para o crescimento. A bactéria se torna problemática quando a pele tem um ponto de entrada para infectar - por exemplo, um pequeno corte de barbear ou uma úlcera de pele. Ela afeta o tecido sob a pele ao redor dos vasos sanguíneos, gordura, nervos e músculos do períneo, a área que se estende da vulva ou escroto até o ânus.

Pouco depois de começarem a tomar esses medicamentos, uma dúzia de pacientes desenvolveu a gangrena de Fournier - sete homens e cinco mulheres. Todos os pacientes foram hospitalizados e foram operados, alguns desfigurantes e um paciente faleceu. A FDA acredita que mais casos podem vir à tona .

O movimento do FDA, embora possa ter ocorrido antes, foi surpreendentemente honesto quando se considera o fato de que as drogas devem gerar mais de US $ 7 bilhões em vendas até 2020. Cerca de 1,7 milhão de pacientes receberam receita médica para um desses medicamentos. ano passado.

Os fabricantes são agora obrigados a adicionar informações explicando o risco da doença para a informação de prescrição do medicamento, bem como os guias de medicamentos que são dadas aos pacientes.

Os pacientes devem estar cientes dos sintomas, considerar alternativas

Os diabéticos que tomam esses medicamentos devem procurar imediatamente um médico se perceberem vermelhidão, inchaço ou sensibilidade nos genitais ou na área que vai dos órgãos genitais até o reto, e até mesmo a menor febre. Obter ajuda imediatamente é essencial, enfatizou o FDA, à medida que os sintomas pioram rapidamente. Mesmo uma febre  é motivo de preocupação, disse o comunicado da FDA .

Esta doença tem uma taxa de mortalidade maior que 20%. Embora seja conhecido por afetar mais os homens do que as mulheres, a discriminação de gênero foi quase igual entre as pessoas afetadas pela doença depois de tomar medicamentos para diabetes .

Se você estava pensando que preferiria ter diabetes do que a gangrena de Fournier, não está sozinho nesse sentimento. No entanto, o diabetes tipo 2 é uma doença extremamente grave que precisa ser mantida sob controle. Felizmente, inúmeros estudos demonstraram que uma dieta adequada e exercícios podem ajudar muito no manejo de muitos casos de diabetes sem efeitos colaterais devastadores.

Fontes para este artigo incluem:
Author Image

Autor: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Finalmente, como muitos de vocês, eu min sentir carregado, irritado e descrente, e decidir parar de assistir, e fazer algo positivo para ajudar a mudar o status do qual viv emos. Esse foi o dia em que o Coletividade Evolutiva nasceu! Saber Mais