Adquira agora o e-book CULTIVANDO HORTA ORGÂNICA e  apenda tudo sobre o cultivo de hortas, do básico ao avançado,  desde o plantio até a colheita.
Vida saudável

Horta em casa: 6 etapas simples para iniciar uma horta orgânica

Vida saudável: Horta em casa: 6 etapas simples para iniciar uma horta orgânica... Colher os alimentos fresquinhos e colocar direto no prato confere sabor extra, conforto e praticidade

Coletividade Evolutiva
Compartilhe:
Horta em casa: 6 etapas simples para iniciar uma horta orgânica

Com a escassez e aumento dos preços dos alimentos emergindo cada vez mais, criar sua própria horta em casa pode te ajudar a manter saudável e aliviar os gastos. Tudo que é raro, fica caro! 

Se você tem tentado comer mais alimentos orgânicos, sabe que comprar produtos orgânicos pode ser muito caro. A boa notícia é que você pode cultivar facilmente seus próprios alimentos orgânicos ou ervas medicinais.

Se você deseja iniciar sua horta orgânica, basta seguir estas etapas.

1. Prepare o solo

Para uma horta orgânica saudável, você precisa começar com um solo saudável. O componente mais importante do solo é a matéria orgânica, como estrume seco de vaca, musgo de turfa ou composto. Essas são algumas das melhores opções porque contêm microorganismos que decompõem a matéria das plantas mortas. Ao decompor essa matéria vegetal, os microrganismos liberam no solo os nutrientes de que suas plantas precisam.

Você pode criar sua própria pilha de compostagem designando uma área ou uma caixa onde você pode separar a matéria orgânica para se decompor. Coisas boas para fazer compostagem incluem cascas de vegetais, resíduos de frutas e aparas de grama. Estes se degradam rapidamente, fornecendo nitrogênio e umidade importante. Você também pode incluir caixas de ovos , papel e folhas caídas na pilha.

Também é uma boa ideia verificar se há ervas daninhas antes de plantar qualquer coisa. As ervas daninhas podem bloquear a luz solar e competir com suas plantas por nutrientes. Para reduzir as ervas daninhas, espalhe uma camada de cobertura morta de 2,5 a 5 centímetros de espessura sobre o solo. Isso cria uma barreira que impede que as sementes de ervas daninhas recebam luz solar e germinem. Use um material orgânico como palha ou jornal como cobertura morta para que se decomponha e adicione matéria orgânica benéfica ao solo.

Observe que, se você já tiver solo rico, pode não precisar usar composto. 

2. Escolha o local certo

A maioria das plantas precisa de três a seis horas de luz solar por dia. Portanto, é importante escolher o local certo para o seu jardim. Observe seu gramado ou quintal durante o dia e anote os pontos que recebem mais sol. Considere começar seu jardim em qualquer um desses locais. Certifique-se de que a área também tenha fácil acesso à água.

3. Escolha as plantas certas

Escolher plantas nativas de sua região ajuda a criar um jardim orgânico saudável e de baixa manutenção. Não se preocupe em cultivar plantas que não são adequadas para o clima que você tem para evitar problemas.

Procure as plantas que deseja cultivar para determinar se elas são adequadas para sua região. Verifique quais plantas precisam mais de luz solar e as que mais precisam de umidade, assim você pode dividir o espaço para beneficiar ambas as partes.

Não se esqueça de plantar flores e ervas também. Essas plantas atraem polinizadores e outros insetos benéficos que ajudarão a manter as pragas afastadas e a manter suas plantas saudáveis.

4. Prepare os canteiros ou vasos

Plantar diretamente no solo fornecerá nutrientes às suas plantas. Se você não tiver acesso a um quintal, um canteiro ou vasos serve. Você apenas terá que trabalhar mais para garantir as condições ideais de crescimento para suas plantas.

Os canteiros de jardim também têm a vantagem de reduzir a necessidade de se curvar ou inclinar ao cuidar das plantas. Basta mantê-los cada um em seu ponto estratégico para não ter que ir muito longe ou pisar no solo.

5. Regue com sabedoria

A melhor hora para regar as plantas é de manhã porque o ar tende a ser mais fresco. Isso significa que a quantidade de água perdida por evaporação será reduzida. Se você regar à tarde, o sol pode queimar suas plantas, pois a água evapora de suas folhas. Se você regar à noite, as plantas ficam úmidas durante a noite, tornando-as mais suscetíveis a doenças fúngicas e bacterianas.

Idealmente, você deve regar as raízes, não as folhas, que estão sujeitas a danos. 

6. Mantenha seu jardim limpo

Muitas doenças de plantas se espalham rapidamente em folhas mortas e caídas. Você também deve verificar regularmente se há crescimento de novas ervas daninhas. Se não for controlada, as ervas daninhas podem rapidamente tomar conta de toda a sua horta ou canteiro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Veja mais sobre: , , , ,
Compartilhe:
RELATAR ERROS:

: Ao reproduzir este artigo: Uso não comercial OK, cite | coletividade-evolutiva.com.br | com um link clicável. Siga Coletividade Evolutiva nas | REDES SOCIAIS | Apoie o nosso trabalho com uma | DOAÇÃO |
Coletividade Evolutiva

Autor: Coletividade Evolutiva

Visa informar a sociedade de forma que possa ajudar no despertar, enxergar através das cortinas que limitam o pensamento, quebrando assim, as velhas formas de pensar. Examina o que percebe como os problemas mais importantes da sociedade atual, publica possíveis soluções e alternativas que podem ajudar a reconstruir a sociedade por meio do despertar e pensamento. Publica informações que desafia o pensamento e os preconceitos sem descuidar das principais regras que regem.

MAIS RECENTES