Adquira agora o e-book CULTIVANDO HORTA ORGÂNICA e  apenda tudo sobre o cultivo de hortas, do básico ao avançado,  desde o plantio até a colheita.
Vitaminas

A deficiência de vitamina D pode afetar sua saúde - veja os sinais e como prevenir

Vitaminas: A deficiência de vitamina D pode afetar sua saúde - veja os sinais e como prevenir... Embora as pessoas possam obter vitamina D da luz solar, as circunstâncias atuais tornam cada vez mais difícil obter vitamina D

Fabio Allves
Compartilhe:
A deficiência de vitamina D pode afetar sua saúde - veja os sinais e como prevenir

Embora as pessoas possam obter vitamina D da luz solar, as circunstâncias atuais tornam cada vez mais difícil obter vitamina D diária através do sol. Felizmente, existem suplementos e alimentos ricos em vitamina D.

Mesmo sendo um país de clima tropical, a maior parte da população adulta no Brasil sofre com insuficiência de vitamina D. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o motivo pode parecer banal, mas tem relação com a pouca ou nenhuma exposição das pessoas ao sol. Pessoas que não recebem vitamina D suficiente podem sentir fadiga, dores musculares e ossos enfraquecidos. Em crianças, a deficiência de vitamina D pode causar crescimento atrofiado.  Você também pode usar um suplemento de vitamina D3 em cápsula AQUI

A vitamina D é uma vitamina lipossolúvel e essencial para a manutenção de minerais como cálcio e fósforo no organismo. Ela desempenha um importante papel hormonal e uma das suas principais funções é atuar no metabolismo do cálcio e na manutenção da mineralização óssea. A vitamina D tem influência também na função muscular, reprodução, sistema imunológico e pode até ajudar na secreção de insulina pelo pâncreas.

O National Institutes of Health  (NIH) recomenda que os adultos consumam 600 a 800 Unidades Internacionais (UI) por dia, mas é recomendado que vegetarianos e veganos consumam mais do que as quantidades sugeridas. A quantidade recomendada de vitamina D depende da idade e de outros fatores. Por exemplo, bebês precisam de cerca de 400 UI por dia, enquanto crianças e adultos ativos precisam de cerca de 600. Os idosos precisam de pelo menos 800. O limite máximo da quantidade a tomar é de 4.000 , caso contrário, uma pessoa pode sentir náuseas, vômitos e fraqueza.

Obtenha vitamina D através dos alimentos.


Cogumelos - são a única fonte de vitamina D baseada em fungos que pode ser encontrada na natureza. Os cogumelos têm um composto que pode se converter em vitamina D com a ajuda da luz solar. A reguladora americana,  Food and Drug Administration (FDA) até aprovou cogumelos tratados com UV como um aditivo para alimentos para aumentar a ingestão de vitamina D.

Os níveis de vitamina D nos cogumelos não diminuem quando cozinhados. Eles também têm uma longa vida útil, portanto, você pode prepará-los ou cozinhá-los a qualquer momento.

Cereais fortificados e produtos lácteos - Existem muitos alimentos fortificados com vitamina D, incluindo muitos cereais no mercado. Mesmo o leite de origem vegetal, como o leite de amêndoa, soja, arroz ou caju, foi enriquecido com vitamina D. Uma xícara pode fornecer de 10 a 25 por cento do valor diário necessário. Certifique-se que não são produtos OGM. 

Tofu - esta fonte de proteína versátil é geralmente fortificada e pode conter até 20 por cento das necessidades diárias de vitamina D. O tofu pode ser incluído em uma variedade de refeições a qualquer hora do dia, desde o café da manhã até ensopados ou caril para o jantar.

Outros - Ovos, principalmente a gema, algumas espécies de peixes, como atum, salmão e sardinha, leite de vaca e seus derivados fortificados, cogumelos, preferencialmente o do tipo Portobello, são os alimentos mais ricos em vitamina D. Você também pode usar um suplemento de vitamina D3 em cápsula AQUI

Riscos de deficiência de vitamina D


Não obter vitamina D suficiente pode aumentar o risco de outras doenças e condições. Alguns delas podem ser fatais.

Doenças respiratórias - Muitos estudos preliminares mostram que os suplementos de vitamina D podem ser benéficos para prevenir ou controlar COVID-19 . Embora os estudos ainda estejam em andamento, descobertas anteriores mostraram que a vitamina D pode ajudar a proteger as pessoas de doenças respiratórias como a COVID, evitar casos graves da doença e hospitalizações.

Osteoporose - uma das principais funções da vitamina D é manter a saúde do esqueleto. Os baixos níveis de vitamina D levam a baixos estoques de cálcio nos ossos, o que também aumenta o risco de fraturas. A deficiência de vitamina D pode colocar as pessoas em risco de osteoporose, o que pode acontecer quando o osso novo não é gerado no mesmo ritmo da perda do osso antigo.

Depressão - a deficiência de vitamina D também pode estar associada a um maior risco de depressão. Algumas pesquisas sugerem que os suplementos de vitamina D podem ser tão eficazes quanto os medicamentos antidepressivos. Para aqueles que apresentam sintomas de depressão, é melhor conversar com os médicos da atenção primária e verificar os níveis de vitamina D para ver se a deficiência está contribuindo para os sintomas.

Os sintomas de deficiência de vitamina D incluem dores nos ossos, fraqueza muscular, fadiga e alterações de humor. Embora muitos fatores possam influenciar esses sintomas, eles podem ser sinais de deficiência de vitamina D, especialmente para aqueles que não mudaram seu estilo de vida recentemente. Considere trabalhar com seu prestador de cuidados primários ou um nutricionista registrado para ajudá-lo a trabalhar e modificar sua dieta ou estilo de vida.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Veja mais sobre: , , , , , , , , ,
Compartilhe:
RELATAR ERROS:

: Ao reproduzir este artigo: Uso não comercial OK, cite | coletividade-evolutiva.com.br | com um link clicável. Siga Coletividade Evolutiva nas | REDES SOCIAIS | Apoie o nosso trabalho com uma | DOAÇÃO |
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas, questionando as raízes que constitui aparentemente nossa realidade, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tenho como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.

MAIS RECENTES