O CDC engana o público, não menciona que miocardite "leve" causada pela injeção COVID tem consequências para toda a vida

Vacinação: O CDC engana o público, não menciona que miocardite "leve" causada pela injeção COVID tem consequências para toda a vida... Que fique aqui bem claro, essas substâncias são experimentais e perigosas.

Fabio Allves
Compartilhe:


Aiden Jo, de 14 anos, está passando o primeiro ano do ensino médio sentado sozinho nas laterais porque não pode praticar nenhuma atividade física, disse sua mãe. - The Defender

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, a nova injeção experimental de mRNA COVID produzida pela Pfizer e Moderna, disponível sob a Autorização de Uso de Emergência nos (EUA) pode causar uma variedade de efeitos adversos, incluindo miocardite, um tipo de inflamação do coração. O CDC também afirma que esses casos são normalmente leves.

Mas descartar esses casos como “leves” não captura o quadro todo. Vamos explorar uma entrevista recente da Children's Health Defense com uma mãe explicando a luta de seu filho com miocardite após a injeção de Pfizer.

A mãe lamenta "o que eles não explicaram" enquanto observa seu filho adolescente lutar contra a inflamação do coração após a injeção de COVID


Viés de sobrevivência: é algo que os influenciadores das redes sociais acusam as pessoas quando apontam que a maioria dos casos de COVID-19 são leves e não mortais. No entanto, esses influenciadores não conseguem ver que o mesmo “preconceito” pode ser aplicado às pessoas que recebem a injeção COVID - e só porque elas estavam “bem” após receber a injeção não significa necessariamente que outras pessoas também estarão.

Considere o caso de Aiden Jo, de 14 anos. Conforme relata a organização em defesa da saúde da crianças, Children's Health Defense, o menino (que anteriormente era saudável e só tinha asma como condição pré-existente) recebeu sua primeira injeção da Pfizer em 12 de maio. Algumas semanas depois, em 10 de junho, Aiden acordou no meio do noite queixando-se de dores no peito e dificuldade para respirar.

Sua mãe, Emily, levou Aiden às pressas para o hospital, onde ele foi tratado por inflamação no coração . Emily estava ciente de que essa era uma possível consequência de dar a injeção em seu filho, mas ela afirma que teve a impressão de que o efeito adverso era raro e leve.

“O que eles não explicaram”, afirma ela à Children's Health Defense, “é que leve significa atendimento hospitalar e acompanhamento por tempo indeterminado”. O menino agora é forçado a se sentar fora da aula de ginástica, pular o recreio e não pode correr e brincar ao ar livre com seus amigos devido à facilidade com que ele se cansa e como seu coração não consegue lidar com o estresse da atividade. Sua mãe também gasta milhares de dólares em cuidados médicos.

“Os pais precisam entender que a miocardite não é coberta pelo Programa Nacional de Compensação de Lesões por Vacinas”, diz ela, “e o Programa de Compensação de Lesões por Contra-medidas cobre apenas se você estiver incapacitado, preso a uma cadeira de rodas ou morto. Incorremos em milhares e milhares de dólares em contas médicas. Temos seguro, mas eles não pagam tudo. Não leva em conta os testes que ainda temos que fazer ”.

Emily acrescenta: “[O CDC] não explica o que significa miocardite leve. O cardiologista de Aiden nos disse que nenhum caso de miocardite é 'leve'. É como dizer que um ataque cardíaco é leve. ”

Esses são os tipos de complicações que você pode esperar da miocardite

Conforme observado pela Mayo Clinic, a miocardite reduz a capacidade do coração de bombear e pode causar batimentos cardíacos rápidos ou anormais. E além da recuperação prolongada e milhares de dólares em contas hospitalares, casos graves de miocardite também podem levar a:

  • Ataque cardíaco
  • Derrame
  • Insuficiência cardíaca
  • Morte súbita cardíaca

Os pais devem estar cientes de que os sinais de miocardite em crianças incluem dor no peito, problemas respiratórios, batimentos cardíacos anormais, respiração rápida, febre e desmaios.

Pergunte a si mesmo: Os benefícios de vacinar seu filho superam claramente os riscos? Seu filho precisa de uma injeção experimental com uma lista de efeitos adversos potencialmente mortais para uma condição que tem uma taxa de sobrevivência de quase 100%? Que fique aqui bem claro, essas substâncias são experimentais e perigosas.

Compartilhe:

EXPLORE MAIS SOBRE:

Ciência | Coronavírus | Covid-19 | Governo | saúde | Sociedade | Vacina | Vacinação
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.