Lockdowns: combatendo tudo e todos menos Covid-19

Sociedade e governo - Lockdowns: combatendo tudo e todos menos Covid-19

Compartilhe
Lockdowns: combatendo tudo e todos menos Covid-19

O famoso decretar Lockdowns, concede bilhões para poucos e destruição para milhares, combateu e vem combatendo tudo e todos menos a suposta pandemia de coronavírus Covid-19, na verdade, estão levando a uma pandemia de verdade, a pandemia da fome, desemprego em massa, crise econômica e de saúde mental e física

Os bloqueios funcionam apenas para restringir a liberdade civil, a liberdade de expressão e quebra de todos os meios de sobrevivência da população em todos os aspectos da sociedade que é a base que sustenta o país. Querem forçar a total dependência da população em governos, ficando assim fácil gerar uma nova moeda digital global, essa é a iminente Nova Ordem Mundial que está sendo apresentada como o Grande Reset Global  defendido pelo Fórum Econômico Mundial.

Fique em casa, isso pode salvar vidas, dizem. Mas ficar trancado em casa realmente protege contra a suposta pandemia de coronavírus Covid-19? Na verdade, não, pelo contrário, aumenta o índice de doenças no qual estão colocando em sistemas de saúde como Covid-19. Recomendado: Fórum Econômico Mundial busca escravizar toda a humanidade dando o GRANDE RESET GLOBAL

Uma coleção de documentos reunidos por The Fat Emperor mostra definitivamente que os bloqueios não salvam vidas e, na verdade, saem muito caro para o público atingido Aqui está o que sabemos:

1) Ficar em casa proporciona uma falsa sensação de segurança


Uma pesquisa publicada na revista científica Elsevier, EClinicalMedicine, descobriu que os bloqueios não levam a nenhuma redução notável nas taxas de mortalidade.

Os idosos correm ainda mais risco do que qualquer outra pessoa de adoecer ou morrer, enquanto aqueles com baixo risco que ficam presos acabam perdendo salários e adotando hábitos ruins como fumar, que é muito mais perigoso do que contrair Covid-19. Recomendado: Mais de 34.000 especialistas em saúde assinam declaração contra os bloqueios da Covid-19

2) “Casos” de coronavírus começaram a cair antes de bloqueios, e máscaras


No início da “pandemia”, o argumento era que os bloqueios resultavam em menos “casos” de Covid-19. No entanto, uma pesquisa na Alemanha descobriu que a disseminação do novo vírus “retrocedeu autonomamente… antes que quaisquer intervenções” fossem impostas.

Acredita-se agora que a chamada “imunidade de rebanho” foi alcançada por conta própria, tornando os mandatos de máscaras e bloqueios forçados um esforço inútil, apesar de sua persistência contínua. Recomendado: Não existe uma "segunda onda" ... a "pandemia" acabou... o golpe tem que continuar

Observações semelhantes foram observadas no Reino Unido, onde os bloqueios foram alguns dos mais rígidos do mundo. Os pesquisadores descobriram que o número de casos do Covid-19 havia começado a despencar antes que os bloqueios fossem impostos.

“Dados do Reino Unido sobre mortes por Covid-19 e a distribuição da duração da doença publicada sugere que as infecções estavam em declínio antes do bloqueio no Reino Unido e que as infecções na Suécia começaram a diminuir pouco tempo depois”, disse a University of Bristol papel encontrado.

3) Raciocínio circular ilógico foi usado para justificar bloqueios


Outro jornal semelhante da Alemanha foi mais direto ao declarar que os supostos efeitos dos bloqueios são "artefatos puros" que "contradizem os dados".

Os pesquisadores envolvidos com este determinaram que os bloqueios no Reino Unido eram "supérfluos e ineficazes", assim como o "distanciamento social".  Recomendado: VÍDEO: A "Pão e Água"... Vocês estão matando, quem querem trabalhar...

A Suécia, entretanto, foi:

“… O único país no conjunto de dados que se absteve de medidas fortes, mas tem mortes corona per capita mais baixas do que a Bélgica, Itália, Espanha ou Reino Unido.”

4) As infecções por Covid-19 diminuem por conta própria, sem intervenção governamental


O Prof. Isaac Ben-Israel em abril determinou que não importa onde o Covid-19 ataca, e não importa o que o governo faça para tentar impedi-lo, o vírus cai para quase zero após 70 dias, independentemente.

Paralisar a economia e mergulhar as massas no isolamento e na depressão não faz nada para afetar esse resultado inevitável, o que significa que a melhor coisa a fazer é simplesmente deixar o Covid-19 seguir seu curso natural.

5) O distanciamento social só prejudica a sociedade


Quanto a ficar a dois metros de distância de todos os outros humanos, isso também é um esforço infrutífero com sérias consequências a longo prazo.

Os humanos são criaturas sociais e privá-los da interação humana natural pode ter um impacto muito mais sério na saúde do que um vírus com uma taxa de sobrevivência de mais de 99,9% na maioria das categorias demográficas. Recomendado: OMS: Hidroxicloroquina está sendo sufocada para favorecer interesses obscuros

6) Fechar escolas só prejudica as crianças, que têm quase zero de chance de sofrer complicações da infecção Covid-19


Em uma tentativa de pânico de impedir a disseminação do Covid-19, alguns países inclusive o  Brasil fecharam todas as escolas, forçando as crianças ao aprendizado remoto. No entanto, isso não resultou em nada e acabou prejudicando crianças que foram privadas de interações saudáveis ​​com seus amigos e professores. Além de privá-las da boa educação física necessária para elas.

O fechamento de escolas, na verdade, aumentou a taxa de mortalidade entre os jovens, que quase não correm o risco de adoecer apenas com o Covid-19.

7) Considerações -  Não existe propagação assintomática


Apesar da mídia contínua e da propaganda de medo do grande governo, pessoas saudáveis ​​que são assintomáticas não são “portadoras” de Covid-19. Na verdade, não existe propagação assintomática; era tudo uma farsa para manter as pessoas mascaradas e vivendo com medo.

8) Destruir a economia não previne ou cura Covid-19, na verdade, cria outras


Pode parecer senso comum, mas forçar as pequenas empresas à falência e privar as pessoas de seu sustento nunca é uma resposta adequada à propagação de qualquer tipo de doença.

Pessoas doentes e suscetíveis as doenças podem escolher ficar em casa se acharem que isso os manterá protegidos durante uma pandemia, mas forçar todos a fazer o mesmo é tolo e fútil. É por isso que mais pessoas estão morrendo de fome do que de Covid-19

9) Os testes de PCR produzem falsos positivos quase 100 por cento das vezes


Todos os testes de Covid-19 são uma completa perda de tempo, visto que o teste do “dardo do nariz” da PCR está errado mais de 97 por cento das vezes.

Um tribunal português considerou que o teste PCR é clinicamente inútil e basicamente uma farsa, mas ainda está sendo usado no Brasil e alguns países para aumentar os números do Covid-19 e fazer parecer que ainda estamos em algum tipo de “segunda onda fictícia. ” Recomendado: Estudos da vacina da Pfizer e testes PCR não confiáveis... colocando vidas em risco alerta ex-vice-presidente da Pfizer

A moral da história com tudo isso é que toda intervenção do governo para “salvar vidas” fez exatamente o oposto do que as “autoridades” alegaram que fariam. Mesmo assim, muitas dessas intervenções ainda estão sendo “obrigatórias” em vários países porque a ilusão é forte e o golpe para criar a Nova Ordem Mundial tem que ser mantida, afinal é ordem pelo caos, para haver ordem, tem se instaurar o caos.

“[A] ideologia de bloqueio está destruindo nossa saúde social, vendendo a mentira de salvar vidas”, relata The Fat Emperor . “Os bloqueios custam sofrimento líquido e vidas - por uma margem enorme. Aqui reunimos as evidências. ”
Compartilhe
Continue lendo após publicidade
Continue lendo após publicidade
Coletividade Evolutiva é uma mídia independente e alternativa, sem financiamento ou apoio por donos bilionários, políticos ou acionistas. Se gostou que acabou de ler, mostre seu apoio curtindo ou seguindo nas redes sociais, ou inscrevendo-se por E-mail para receber as últimas notícias. Siga.
Instagram | Facebook |Twitter |Telegram |>>NOS POIE

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram