Moléculas das romãs tem benefícios antienvelhecimento revela novo estudo

Compartilhar
Moléculas das romãs tem benefícios antienvelhecimento revela novo estudo

Estudos anteriores tem demonstrado que comer romã pode ajudar a retardar o processo de envelhecimento, agora um estudo recente revelou que um determinado composto da fruta, chamado de urotilina A, é capaz de fornecer benefícios de antienvelhecimento em humanos.

A romã, uma fruta apreciada por várias civilizações por seu grande arsenal de benefícios à saúde, contém polifenóis chamados elagitaninos . Quando ingeridos no corpo, os polifenóis são convertidos em urolitina A dentro do intestino. No entanto, há um problema: nem todo mundo pode desenvolver a urolitina A por conta própria, então os pesquisadores sintetizaram o composto.

O estudo, publicado na revista Nature Metabolism , é o primeiro ensaio clínico em humanos sugerindo a suplementação de urotilina A por seus benefícios antienvelhecimento , principalmente devido à sua influência na saúde mitocondrial e celular. A urotilina A é um metabólito natural da dieta, derivado da microflora, encontrado na romã e em outros alimentos. Foi demonstrado que esse metabólito estimula a mitofagia - a degradação direcionada das mitocôndrias danificadas, e melhora a saúde muscular.
“Atualmente, não existem soluções eficazes para tratar o declínio relacionado à idade na função muscular além de meses de exercício. Esta é uma primeira validação clínica importante que mostra que a urolitina A pode ser uma solução promissora para o gerenciamento da função muscular saudável durante o envelhecimento ”, disse Roger Fielding, professor da Universidade Tufts que não participou do estudo.

Os resultados revelaram que a urolitina A estimula a biogênese mitocondrial - o processo pelo qual as células aumentam a massa mitocondrial - da mesma maneira que o exercício. Segundo os pesquisadores, a urolitina A é o único composto conhecido capaz de restabelecer a capacidade das células de reciclar mitocôndrias defeituosas. Nos jovens, esse processo acontece naturalmente. No entanto, à medida que a pessoa envelhece, seu corpo começa a perder energia para limpar as restantes mitocôndrias disfuncionais, o que pode levar ao enfraquecimento dos tecidos e sarcopenia - a perda de massa muscular.

Os pesquisadores concluíram que a urolitina A pode fornecer efeitos antienvelhecimento, melhorando as funções das mitocôndrias.
" Esta tradução clínica positiva da urolitina A mostra seu potencial para desempenhar um papel importante em abordagens nutricionais avançadas para melhorar a saúde mitocondrial através da mitofagia e biogênese e, como resultado, a saúde celular em humanos", disse o co-autor Johan Auwerx. "Essas descobertas mais recentes, que se baseiam em testes pré-clínicos anteriores, realmente cristalizam como a urolitina A pode ser um divisor de águas para a saúde humana".

De fato o estudo, confirmam que à molécula da romã, transformada por micróbios no intestino, faz com que as células musculares protejam-se contra uma das principais causas do envelhecimento. As mitocôndrias de nossas células são mais difíceis de serem recicladas pelo organismo à medida que vamos envelhecendo, afetando a saúde de muitos tecidos, dentre eles, os músculos.
Compartilhar
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Continue lendo após publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram