8 mentiras sobre a Venezuela que os donos da mídia convencional quer que você acredite


A Venezuela encontra-se em abundância. Tanto o (Governo dos Estados Unidos) quanto as (Mídia convencionais ) estão exagerando ou simplesmente mentindo sobre o estado das coisas na Venezuela.A Venezuela encontra-se em abundância. Tanto o (Governo dos Estados Unidos) quanto as (Mídia convencionais ) estão exagerando ou simplesmente mentindo sobre o estado das coisas na Venezuela. A verdade é sempre uma casualidade da guerra, e também é uma casualidade do pré-guerra, já que a Nova Ordem Mundial prepara o terreno para a intervenção militar por demonização e propaganda. Aqui estão 8 mentiras sobre a Venezuela que estão sendo usadas para justificar mais um golpe em uma longa e longa história de golpes americanos em terras estrangeiras.

 1: O povo venezuelano não tem comida e as prateleiras estão vazias


Nestes vídeos estão em inglês, porem da para ter uma ideia da verdade ( aqui e aqui ) em Caracas, Max Blumenthal anda por super mercados, e ruas, expondo uma das mentiras sobre a Venezuela que é constantemente repetida, isto é, que as pessoas não têm comida e as prateleiras dos supermercados estão vazias.

Max Blumenthal, do Grayzone, percorreu os mercados ao ar livre de Caracas repletos de alimentos e suprimentos subsidiados pelo governo venezuelano, que desmentem a "crise humanitária" que está sendo difundida pela mídia corporativa.

 2: Os EUA só querem enviar ajuda humanitária


Se por "ajuda humanitária" você quer dizer "armas e arame farpado para as forças da oposição radical"então sim, os EUA só querem enviar ajuda. No entanto, se por "ajuda humanitária" que você quer dizer remédio real, então não. Este relatório da VenezuelaAnalysis cita um repórter do NYT e a própria USAID. Eles não têm remédios como parte do inventário ou declaram abertamente que não havia remédio:

A 23 de Fevereiro, a Venezuela intercetou aquilo que era dito como "ajuda humanitária" que se preparava para atravessar a fronteira com a Colômbia. Após inspeção, descobriu-se que os camiões transportavam armas e arame farpado para as forças radicais da oposição. Nestes pontos de controle, foi-lhes dito que o objetivo aquilo era evitar a fome/pobreza na Venezuela, por que razão não descongelavam o dinheiro do governo venezuelano, que ultrapassa varias vezes o valor das ofertas tidas como "intervenção humanitária"? Por que razão os valores de riqueza da Venezuela na posse dos bancos estrangeiros , é uma questão que vale a pena ser investigada.

O governo venezuelano está aceitando a ajuda da Rússia e de outros países em que pode confiar, mas não dos EUA, já que a “ajuda” dos EUA pode “acidentalmente” conter armas para os agitadores anti-Maduro (ou, como dizem os espanhóis, compradores ). 

Como eu abordei no artigo A Agenda 21 da ONU conhecida agora como agenda 2030 seu real propósito , as ONGs se tornaram uma ferramenta armada disfarçada de socorro - A agenda dos globistas ussas as OGS como pretexto humanitário  para infiltrar, derrubando e instalando, em países. A USAID é apenas mais uma de uma longa lista de ONGs leais ao governo dos EUA e à Nova Ordem Mundial, dispostas a colocar uma boa cara feliz de relações públicas em sua agenda de subversão.Recomendado: Assalto ao poder e as riquezas naturais do país, o Brasil já esta entregue?

 3: Juan Guaido tem legitimidade em se declarar presidente


Como revela  no artigo do site The Freedon Article, este é o golpe mais flagrante dos EUA? Juan Guaido é um idiota da US-CIA. Ele é um agente-provocador "líder da oposição" que foi cuidadosamente preparado para desempenhar seu papel no golpe. Sua pretensão de ser presidente interino da Venezuela sob o artigo 233 da Constituição venezuelana é, legalmente, totalmente absurdo, uma vez que Maduro não abandonou a presidência e Maduro realizou eleições livres, abertas e justas, conforme julgado por partidos independentes externos.

4: Muitos Países Apoiam Guaido


Os EUA afirmam que muitas nações e grupos apóiam seus esforços para derrubar Maduro e instalar Guaido. Na realidade, esses países são basicamente estados vassalos ou outras nações controladas pelos EUA que não querem perturbar o carrinho de maçã. Observe a estratégia dos EUA: tentar cooptar o HRC (Conselho de Direitos Humanos) das Nações Unidas para seguir os esforços de golpe dos EUA e tentar forçar grupos como a OEA (Organização dos Estados Americanos) e o Grupo de Lima a traírem seus direitos. nação irmão Venezuela.

Os EUA tentaram o mesmo truque com a Guerra da Síria criando e controlando um grupo chamado “Amigos da Síria”. Eis o que o Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da Venezuela, Jorge Valero, disse:

“O autoproclamado“ Grupo Lima ”é um cartel composto de governos satélites do governo imperial para romper a unidade latino-americana e caribenha e, devido ao fracasso do uso do Ministério das Colônias, que é a OEA para isolar a Venezuela. nesta organização. O império e seus asseclas não podiam aprovar o artigo 20 da Carta Democrática Interamericana do Conselho Permanente da OEA e recorrer ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, onde também fracassaram. A criação de governos fantoches pelos EUA não é nova ”.

5: Os EUA se preocupam com o povo venezuelano (assim como se preocupa com o povo iraquiano, líbio, sírio e iraniano)


A agenda da Nova Ordem Mundial utiliza os EUA para unir todas as nações, mas gosta de fazê-lo com o verniz da democracia, de modo a obter mais apoio público e gerar menos resistência. Subversão, poder brando de ONGs e operações secretas são mais palatáveis ​​que o controle aberto e a opressão. Nesse sentido, o EUA gosta de fingir que realmente se importa e tem profunda compaixão pelo povo de nações como Iraque, Líbia, Síria, Irã, Venezuela e qualquer outro lugar que ele planeje subverter, invadir ou bombardear ... mesmo que nunca tenha professado tal cuidado no passado e provavelmente nunca mais o professará no futuro, uma vez que seu novo líder de marionetes esteja instalado.

6: A Venezuela é apenas na condição é por causa de Chávez, Maduro e Socialismo (Eles são os bandidos)


Nada é preto e branco. É possível olhar para o desdobramento da crise venezuelana e reconhecer que Maduro administrou mal as coisas e, ao mesmo tempo, viu a grosseira interferência estrangeira a que ele e seu governo foram submetidos. Como esta nesse atidos, a crise econômica venezuelana: a causa real não é socialismo , a intromissão estrangeira nos EUA-Nova Ordem Mudial é, de longe, o maior fator aqui. Por exemplo, você sabia que o Banco da Inglaterra efetivamente roubou US $ 1,2 bilhão da Venezuela ao tomar a linha Nova Ordem Mundial e bloquear o acesso da Venezuela a ela? Você sabia que os EUA efetivamente roubaram US $ 11 bilhões da Venezuela congelando suas contas nos EUA? Como uma pequena nação deveria funcionar como normal quando tais quantidades massivas são roubadas dela?

 7: Sim, os EUA derrubaram governos em todo o mundo, mas "desta vez é diferente"


Depois de estudar bastante história, você começa a ver as mentiras dos tiranos e dos impérios. A mentira continua a mesma. Os EUA querem as reservas de ouro e minerais da Venezuela. São apenas 5 dias dos EUA, enquanto o Oriente Médio fica a cerca de 20 dias dos EUA e em uma parte muito volátil do mundo. Há também a aquisição estratégica do coltan mineral. Eles também querem ensinar uma lição ao governo sucessivo de Hugo Chávez depois que ele virou o nariz para o Império EUA. Isso não é diferente de outras subversões e invasões. Ele se encaixa exatamente no padrão.

 8: É uma "Revolta de Base" contra um "Ditador Brutal"


Todo este golpe foi planejado, orquestrado e executado a partir de Washington. Período. Não há "revolta de base". Já se perguntou por que Assad e Maduro são "ditadores brutais", mas bin Salman, El Sisi e outros camaradas dos EUA-CIA não são? É tudo sobre marcar o inimigo, comercializar interferências estrangeiras e controlar a percepção. O amigo de hoje é o inimigo de amanhã e vice-versa. A Al-Qaeda é ruim e agora a Al-Qaeda é boa. Nós estávamos lutando contra Eastasia ou era Eurásia?

Quem é o ditador brutal? Quem está impondo guerra econômica e privação, fome e miséria por sanção? Quem está fomentando a mudança de regime em nações inocentes? Quem está financiando e apoiando os terroristas para derrubar qualquer governo de que não gostem?

Considerações Finais: Continua a Guerra Proxy dos EUA vs. Rússia / China


Tanto a Rússia quanto a China investiram muito na Venezuela, incluindo investimentos reais em petróleo, assistência militar e empréstimos financeiros. Eles não estão dispostos a deixar os EUA escaparem com isso - mesmo que a Venezuela esteja no quintal dos EUA, geograficamente falando. A Doutrina Monroe, que começou nos anos 1800 como uma política pela qual os EUA protegeriam as nações americanas da invasão européia, agora está de cabeça para baixo. John Bolton, belicista da guerra, recentemente mencionou o termo como mais uma desculpa para os EUA dominarem quem quiser nos dois continentes americanos. No entanto, apesar de todas as mentiras da Venezuela emanarem de Washington DC e das mídia convencionais das massas, a Venezuela será um osso duro de roer, e muitos norte-americanos e ocidentais já estão cientes da propaganda que está sendo usada para fomentar a guerra.

Fonte:


Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais