Os ambientalistas loucos estão em guerra contra toda a vida na Terra ... o verdadeiro objetivo dos propagandistas do "clima"

Todos nós fomos ensinados como a fotossíntese funciona no ensino médio… ou pelo menos deveria ter sido ensinado como funciona. A fotossíntese é indiscutivelmente o processo metabólico mais importante do planeta, e é desse processo que quase toda…


Todos nós fomos ensinados como a fotossíntese funciona no ensino médio… ou pelo menos deveria ter sido ensinado como funciona. A fotossíntese é indiscutivelmente o processo metabólico mais importante do planeta, e é desse processo que quase toda a vida complexa é sustentada.

O movimento “mudança climática” não significa salvar o planeta ou re-esverdear a Terra. Na verdade, é uma agenda destrutiva, anti-vida para dizimar toda a vida complexa no planeta Terra e realizar uma operação de terraformação para alterar a atmosfera da Terra para matar teias alimentares globais, através também da geoengenharia do clima.

A prova desse fato simples e chocante encontra-se na constatação de que a fotossíntese requer luz solar, dióxido de carbono e água para funcionar, mas os propagandistas da suposta mudança climática declararam guerra a dois desses três insumos necessários para sustentar quase toda a vida vegetal em nosso planeta. 

Os ambientalistas estão em guerra com a vida na Terra ... o colapso total do ecossistema, o verdadeiro objetivo dos propagandistas do "clima"A luz do sol é ruim, dizem os cultistas do clima, assim como dizem as propagandas das corporações do protetor solar, então lançam iniciativas de "escurecimento global" (isto é, "geoengenharia do clima" ou as chamadas injeções estratosféricas de aerossóis, elem disso através desse aerossóis controlam o clima com armas tecnológicas como a HAARP) para poluir os céus e diminuir a intensidade da luz solar atingindo toda a vida vegetal na Terra. Da mesma forma, eles também declararam guerra ao dióxido de carbono, o nutriente mais importante para sustentar a vida das plantas - incluindo florestas, culturas alimentares e vida marinha - em todo o planeta.

O movimento da suposta 'mudança climática" que em particular acredito que é geoengenharia do clima ou manipulação do clima é um culto de morte global . Seu alvo é a fotossíntese , a base de toda vida complexa e sustentável no planeta Terra. Observe que o recurso mais importante na fotossíntese se o dióxido de carbono, a mesma molécula que os cultistas da mudança climática consideram um "poluente". Chamar o CO2 de "poluente" para a vida vegetal é tão estúpido e perigoso quanto chamar o oxigênio de poluente para a vida humana.

A fotossíntese é um processo pelo qual as plantas produzem energia metabólica. Usando essa energia combinada com materiais elementares extraídos do ar e do solo, eles constroem troncos de árvores, plantações de alimentos, folhas, pólen, sementes, caules e tudo o que você passou a associar a plantas vivas. Até mesmo a alga usa a fotossíntese para crescer e se dividir, e é por isso que as microalgas, como a espirulina, exigem que a luz solar floresça.

A fotossíntese é a base da maioria das redes alimentares do planeta. Qualquer cientista racional concordaria que se a fotossíntese fosse interrompida, quase toda a vida reconhecível no planeta Terra seria exterminada . Isso é indiscutível.


A queima de combustíveis fósseis, significa a queima de hidrocarbonetos

Por alguma razão querem matar a vida na terra de fome ou seja reduzir a população sem duvidas levando ao desespero total, pois os ambientalistas detestam o pensamento de plantas com mais nutrientes. Eles querem que a Terra seja “verde”, dizem eles, eliminando CO2 da atmosfera, tirando o nutriente mais importante para a fotossíntese e o metabolismo das plantas, é o mesmo que tirar o folego de um ser humano.

A queima de combustíveis fósseis libera nutrientes no ar que as plantas precisam para sobreviver . Em vez de manter todo o carbono preso no subsolo, o “consumo” de combustível fóssil libera carbono para ser usado pelas plantas em apoio a um ecossistema mais verde, mais exuberante e mais biodiverso em todo o planeta.

A queima de combustíveis fósseis, a propósito, significa a queima de hidrocarbonetos para liberar energia. Um dos subprodutos da queima de combustíveis fósseis é a liberação de CO2 na atmosfera, fornecendo CO2 fresco que as plantas estão famintas para colher do ar. Os níveis de CO2 na atmosfera agora estão em níveis baixos de quase emergência, pouco acima de 400 ppm. Florestas, culturas alimentares e plantas indígenas em todo o mundo floresceriam em dobro ou triplo do nível atual de CO2 . Se tivéssemos, por exemplo, 1200 ppm de CO2 na atmosfera, a Terra seria mais verde e mais exuberante .
Publicidade

Notícia Em: / / / /


Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais