Coletividade Evolutiva - Seja a Mudança , Mosquito monstro é criado pelo os humanos, que resiste aos pesticidas destinados a matá-los , MEIO AMBIENTE , SAÚDE ,

Mosquito monstro é criado pelo os humanos, que resiste aos pesticidas destinados a matá-los

Mosquito monstro é criado pelo os humanos, que resiste aos pesticidas destinados a matá-los

Falar sobre os mosquitos hoje em dia, não parece se esperar nada bom vindo deles né ?

A humanidade nesses últimos anos tem buscados inúmeras formas de controlar os famosos mosquitos transmissores de doenças, como por ex; Os famosos mosquitos geneticamente modificados, que eles diziam que iriam acabar com a reprodução dos mosquitos transmissores de doenças, lembro min bem quando soltaram milhões de mosquitos em vários estados do Brasil, lembro também que na época existia apenas o mosquito da dengue,- logo depois que soltaram os modificados, começou a se falar Aedes aegypti , Aëdes albopictus, depois com isso tudo foi aparecendo outros mosquitos e o engraçados disso tudo, é que justamente nas regiões onde soltaram esses mosquitos genéticos, os casos de doenças só aumentaram. Mas também min fez pensar se isso não foi uma armação, maquiavélica, para que criando-se um medo ou surto, levar as pessoas a correrem para serem vacinadas, ou podemos usar o famoso termo que a mídia podre falar (Imunização) . 

E o pior , disso tudo é que guando as noticias da mídia corporativa, vem implementar o medo na cabeça das pessoas, o governo já está com todo o seu arsenal de vacinas prontas para te injetar, mas enfim, o caso aqui é que um novo estudo mostra como os mosquitos se evoluíram criando um tipo de proteção contra os pesticidas químicos repelentes etç.
Em um artigo publicado em Trends in Parasitology , pesquisadores da University of California, Riverside , analisam as interessantes mudanças genéticas que deram aos mosquitos Anopheles que propagam a malária aos humanos uma nova marca de resistência aos pesticidas. Suas descobertas mostram como as intervenções humanas provocaram uma resposta evolutiva que lhes permite resistir aos próprios pesticidas que foram projetados para mantê-los longe.

Os autores explicam como os mosquitos encontraram maneiras de se adaptar à exposição a inseticidas. Os impactos diretos que as intervenções humanas tiveram em genomas de mosquitos. Outras mutações estão aumentando a atividade enzimática que seqüestra ou degrada o inseticida antes de chegar ao seu alvo dentro da célula. Em outros casos, os mosquitos estão mesmo mudando seus comportamentos típicos para evitar que eles entrem em contato com os pesticidas em primeiro lugar.

O pesquisador Colince Kamdem escreveu: "Essas mudanças estão ocorrendo no nível molecular, fisiológico e comportamental, e muitas mudanças acontecem ao mesmo tempo. Com a acessibilidade da seqüência de DNA, podemos identificar essas mudanças evolutivas no nível genômico ".

De acordo com Kamdem, o alto nível de diversidade genética entre as diferentes espécies de mosquitos e sua capacidade de trocar seus genes está dificultando a formação de grupos resistentes a inseticidas. Enquanto novos sistemas estão sendo desenvolvidos - como aqueles que matam mosquitos com abordagens genéticas, impedi-los de reproduzir ou impedi-los de transmitir o parasita responsável pela malária - os especialistas estão preocupados com o fato de os mosquitos simplesmente desenvolverem resistência a esses métodos também.

A resistência a inseticidas em ascensão

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, os aumentos observados na prevenção da malária nos últimos anos estão ameaçados pelo aumento da resistência aos inseticidas que, em última instância, pode levar a um aumento significativo dos casos de malária e nas mortes. Eles pediram à comunidade global da malária que atue com urgência para manter a resistência aos inseticidas sob controle. 212 milhões de pessoas por ano são infectadas com malária, e as crianças correm o risco de morrer por causa disso.

Desde 2010, 61 países relataram mosquitos que desenvolveram resistência a uma ou mais classes de inseticidas , e 50 desses países relatam mosquitos desenvolvendo resistência a duas ou mais classes. O problema poderia realmente ser pior do que as estatísticas indicam que muitos países não estão relatando seus dados rapidamente ou estão falhando em monitorar a resistência a inseticidas de forma rotineira.

Resistência à droga tornando o problema ainda pior

A notícia chega em um momento ruim, já que os cientistas recentemente advertiram sobre um parasita "super malaria" que se espalhava rapidamente por todo o Sudeste Asiático e representaria uma ameaça à saúde em todo o mundo, se espalhar para a África. Este parasita é resistente ao tratamento de malária de primeira linha mais comum, a artemisinina. Com 438.000 mortes por malária em todo o mundo em 2015, é assustador pensar em que tipo de mortalidade pode causar essa super-malária.
Author Image

Autor: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Finalmente, como muitos de vocês, eu min sentir sobrecarregado, irritado e descrente, e decidir parar de assistir, e fazer algo positivo para ajudar a mudar o status do qual viv emos. Esse foi o dia em que o Coletividade Evolutiva nasceu! Saber Mais


0 Participe da discussão :

Postar um comentário