Redução populacional confirmado - 75% das crianças mexicanas que receberam vacinas estão mortas ou hospitalizadas

 Teste de redução populacional  executado -75% das crianças que receberam vacinas na cidade mexicana agora estão mortas ou hospitalizadas

75% das crianças que receberam vacinas na cidade mexicana agora mortas ou hospitalizadas


Apesar das insidiosas tentativas da mídia controlada pelas empresas para censurar as histórias sobre os efeitos colaterais mortais das vacinas, a verdade continua a surgir. A última tragédia da vacina matou dois bebês em La Pimienta, no México, e enviou mais 37 para o hospital com reações graves a aditivos das vacinas tóxicas, 14 crianças estão em estado grave, 22 estão estáveis, ​​e uma está em estado crítico", disse a Secretaria de Saúde de Chiapas em um comunicado via Latino.FoxNews.com

O que é especialmente alarmante é que apenas 52 crianças foram vacinadas, o que significa que 75% daqueles que recebem as vacinas estão agora mortos ou hospitalizados. 

As vacinas foram administradas pelo Instituto Mexicano de Segurança Social , conhecido como IMSS. O IMSS confirmou que as reações mortais ocorreram depois que as crianças receberam injeções de vacinas contra tuberculose, rotavírus e hepatite B - as mesmas cepas virais direcionadas por vacinas rotineiramente administradas a crianças em quase todo o mundo.

O IMSS suspende a vacinação enquanto aguarda mais investigação


De acordo com Fox News Latino, o IMSS suspendeu as vacinas pendentes do resultado de uma investigação sobre por que tantas crianças foram mortas e hospitalizadas. 

De acordo com toda a mídia convencional nos Estados Unidos Brasil e quase todas até hoje estão calados sobre essa terrível tragedia - é 100% controlada por interesses corporativos - as vacinas nunca prejudicam ninguém e são perfeitamente seguras para injetar em crianças em quantidades ilimitadas, esta é umas nas narrativas da mídia convencional. Este perigoso e desumano "negação de lesões por vacina" é desenfreado em toda a mídia controlada pelas corporações, o que contribui para a morte de bebês e crianças inocentes ao se recusar a reconhecer a verdade de que as vacinas matam e ferem crianças de forma regular . 

Recentemente, de fato, o governo do Reino Unido concordou em pagar US $ 90 milhões às vítimas da vacina contra a gripe suína . Essa vacina causou dano cerebral permanente a mais de 800 crianças em toda a Europa. A verdade é que as vacinas prejudicam regularmente e até mesmo matam crianças inocentes, provavelmente por causa dos adjuvantes químicos tóxicos e conservantes, vírus, e muito mais.. 

Como o CDC admite abertamente, as vacinas ainda são intencionalmente formuladas com mercúrio, alumínio, MSG e formaldeído . Algumas vacinas até utilizam ingredientes derivados do tecido fetal humano abortado . No ano passado, um cientista do CDC explodiu o apito do CDC, e  comprometeu a fraude científica para encobrir os laços entre vacinas e autistas em jovens africanos americanos. 

Teste executado para o despovoamento através de vacinas?


Como pode ver vacinas são, a melhor forma de abater a população humana, porque a maioria das pessoas podem ser enganadas.. Assim, não há necessidade de recorrer a todas as armas utilizadas pelos nazistas para cometer genocídio como foi na Segunda Guerra Mundial, envolvendo logística complexa de vagões, câmaras de gás, construção de fossas comuns, rastreamento de prisioneiro através da tecnologia de computação da IBM e assim por diante. (Sim, o genocídio nazista e o rastreamento de prisioneiros foram alimentados por computadores IBM iniciais. Veja a IBM e o Holocausto, a aliança estratégica entre a Alemanha nazista e a corporação mais poderosa da América ...) 

Os globalistas da nova ordem mundial, estão usando suas corporações da indústria das vacinas para exterminar a população pobre do planeta. Daí a propaganda agressiva da mídia empurra para alcançar a obediência cega absoluta às vacinas para que ninguém faça perguntas quando a esterilização ou produtos químicos de eutanásia são usados. 

Não há dúvida do porque as vacinas foram rotineiramente testadas para programas de despovoamento através de dois métodos principais: 

1) Obtenha esterilizações secretas de populações específicas, combinando produtos químicos de esterilização com vacinas. ("Matar lentamente") 2) Matar diretamente os destinatários da vacina por laço intencional de vacinas com produtos químicos de eutanásia que causam a morte. (O " ataque rápido".) Método 1 foi repetidamente usado em toda a África, México e América do Sul para infligir esterilização em grupos direcionados através de programas de imunização e vacinação. vacinas contra o tétano concedidas a milhões de mulheres jovens no Quênia foram confirmadas por laboratórios por conter um produto químico de esterilização que causa abortos espontâneos, informa a Kenya Catholic Doctors Association, Organização da vacina. Uma enorme quantidade de 2,3 milhões de jovens e mulheres estão em processo de receber a vacina, pressionada pelo UNICEF e pela Organização Mundial da Saúde."Enviamos seis amostras de todo o Quênia para laboratórios na África do Sul. Eles testaram positivo para o antígeno HCG", disse o Dr. Muhame Ngare, do Mercy Medical Center em Nairobi, a LifeSiteNews . "Todos estavam atados com HCG".

O despovoamento induzido por vacina foi tentado no México em 1974


Como o Truth Stream Media foi documentado de forma exaustiva, um teste de despovoamento foi realizado no México em 1974, usando vacinas. O esquema foi montado após o lançamento do Memorando de Estudos de Segurança Nacional 200, que destacou o problema da população global e instou os governos a encontrar maneiras de reduzir a população global. 

Como explica TruthStreamMedia.com:  

A concentração sobre este "problema" de como reduzir a população foi planejada para 13 países-chave, incluindo Índia, Bangladesh, Paquistão, Nigéria, México, Indonésia, Brasil, Filipinas, Tailândia, Egito, Turquia, Etiópia E a Colômbia. Destes, o documento destacou o México como tendo uma das taxas de crescimento mais altas (e, portanto, mais preocupantes) de todos. O documento dizia: " Estou disposto a repetir hoje sob o rótulo de "ciência". 

Mas voltando ao México, quando o programa de vacinação secreta sobre o despovoamento espalhou-se pela Cidade do México em 1974, os moradores locais começaram a atrapalhar o esquema  enganoso com resistência pública. À medida que esses recortes de jornais revelam, os pais começaram a esconder seus filhos em suas próprias casas para evitar que fossem injetados  produtos químicos de esterilização nas escolas públicas. (A propósito da Califórnia, também se dirige a crianças nas escolas, a fim de evitar que os pais tenham a oportunidade de dizer "Não!") Cidade do México - Associated Press - Rumores de que pessoas disfarçadas como equipes de inoculação estavam  aplicando vacinas nas escolas que os esterilizaram.  Milhares de pais invadiram várias escolas na área da Cidade do México na terça-feira e levaram seus filhos para casa. 

Também é importante notar que essas vacinas de esterilização foram administradas essencialmente sob controle de armas, já que a polícia acompanhava as equipes da vacina: os chamadores disseram a jornais e as estações de TV que as equipes de esterilização eram protegidas por escoltas policiais e que incluíam homens e mulheres vestidos de branco " Que pareciam estrangeiros ". Este mesmo cenário está agora a ser replicado na Califórnia, a propósito, onde o SB 277 criminalizaria pais de crianças que não são vacinadas, essencialmente sob controle de armas. 

protesto contra vacinas no mexico


Os agentes de inteligência do CDC usam campanhas de divulgação da desinformação


A "farsa da ciência" por trás das vacinas também permite que os governos do mundo administrem programas de esterilização e despovoamento disfarçados de cuidados de saúde pública. Uma vez que a população é intimidada em aceitar vacinas sem questionamento - a obediência cega agora é exigida em quase todos os lugares - os governos podem adicionar quaisquer produtos químicos que eles desejam para essas vacinas, incluindo produtos químicos que causam esterilização permanente ou mesmo a morte.

O fato de que todas as lesões de vacinas são sistematicamente negadas, significa que qualquer pessoa prejudicada ou morta por vacinas é imediatamente apagada da memória nacional. Como uma máfia criminosa, a indústria de vacinas trabalha duro para esconder os corpos e assim manter sua raquete monopolista na premissa totalmente falsa de que as vacinas são 100% seguras. Para levar ainda mais longe essa extraordinária propaganda médica, o CDC usa agentes de inteligência como a Karsi Hickox, que disseminou a informação através da mídia principal - "como esta feliz em cumprir as agendas destrutivas da indústria de vacinas".

A enfermeira Kaci Hickox, que fez as manchetes nos últimos dias, recusando-se a se colocar em quarentena depois de retornar das linhas de frente do Ebola na África, acabou por ter sido treinada como "oficial de inteligência" "Sob um programa do CDC de dois anos, inspirado nos militares dos EUA.

Como você pode ver no documento abaixo, a Karsi Hickox se formou em um programa de formação de dois anos sobre treinamento de oficiais de inteligência do CDC em 2012. Esta é a mesma enfermeira cuja página do LinkedIn foi apagada recentemente para esconder seus laços com o CDC ...

A designação oficial de inteligência concedida à enfermeira Karsi Hickox pelo CDC foi "Officer Epidemic Intelligence Service" e é formada no programa EIS 2012 .

designação oficial de inteligência concedida à enfermeira Karsi Hickox

Não confie na indústria de vacinas


As vacinas foram e continuarão a ser usadas como cobertura para programas de despovoamento forçado envolvendo esterilização ou produtos químicos de eutanásia.A obediência cega às vacinas permite que as equipes de despovoamento acompanhadas de policiais armados intimidem as pessoas a aceitarem qualquer líquido que desejem colocar em uma seringa. Esse líquido pode ser uma vacina, ou pode ser um produto químico de esterilização ou mesmo um químico de eutanásia ou até mesmo um vírus contaminador mortal.

Qualquer população que seja manipulada em confiar na indústria de vacinas - uma indústria cheia de atividades criminosas repetidas combinadas com um desrespeito total para a vida humana - está apta a ser alvo de despovoamento. (Ver Nigéria emitir mandados de detenção para os melhores funcionários da Pfizer após experiências de medicamentos conduzidas em crianças .Afinal, por que resolver o problema de despovoamento  construirndo câmaras de gás jogando bombas nas pessoas para o extermínio em massa, quando você pode alcançar o mesmo resultado sem qualquer resistência se você rotular apenas as "vacinas" químicas como 100% seguras?

Fontes desse  artigo:

Author Image

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais