SEM DADOS DE SEGURANÇA A LONGO PRAZO...Capital VAI USAR vacina experimental Pfizer em pessoas que estão com AstraZeneca atrasada

Vacinação: SEM DADOS DE SEGURANÇA A LONGO PRAZO...Capital VAI USAR vacina experimental Pfizer em pessoas que estão com AstraZeneca atrasada... Reforço em idosos e primeira dose em adolescentes a partir de 12 anos também serão aplicadas nesta segunda-feira (13)

Coletividade Evolutiva
Compartilhe:
SEM DADOS DE SEGURANÇA A LONGO PRAZO...Capital VAI USAR vacina experimental Pfizer em pessoas que estão com AstraZeneca atrasada

A cidade de São Paulo começa a vacinar com a vacina da Pfizer as pessoas que estão com a segunda dose da AstraZeneca atrasada entre os dias 1º e 15 de setembro. A imunização vai iniciar por volta das 15h desta segunda-feira (13), horário que os postos já deverão estar abastecidos.

O secretario da Saúde, Edson Aparecido, informou que a capital recebeu 165 mil doses da Pfizer do governo estadual no sábado (11) e serão destinadas ao público que precisa completar o esquema vacinal.

A Prefeitura preparou um esquema logístico para conseguir abastecer os postos na manhã desta segunda. “Nós inclusive na segunda-feira estamos fazendo um verdadeiro esquema de guerra. Vão ser batedores da GCM, da Polícia Militar, do Exército que vão nos ajudar a abrir os faróis da cidade para que os nossos carros cheguem o mais rapidamente possível nas unidades, nos temos unidades a 70km do centro da cidade. Além dos drive-thrus, mega-postos. Todos eles vão receber doses", afirmou o secretário.

Apesar das doses recebidas, a quantidade não será suficiente par atender todo o grupo. De acordo com um levantamento da municipalidade, 340 mil pessoas já estão com o esquema vacinal atrasado.

Dose de reforço


A capital também vacina idosos de 85 a 89 com a dose de reforço, nesta segunda-feira (13). Para receber o imunizante é preciso ter recebido a segunda dose ou a dose única há pelo menos seis meses.

Adolescentes


Os adolescentes a partir de 12 anos também podem receber a primeira dose da vacina. Eles precisam estar acompanhados de um responsável ou apresentar um documento assinado pelo mesmo, mas a presença de um adulto é essencial.

O único imunizante aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a aplicação neste grupo é o da Pfizer.

Compartilhe:

EXPLORE MAIS SOBRE:

Ciência | Coronavírus | Covid-19 | saúde | Saúde e medicina | Sociedade | Vacina | Vacinação
Coletividade Evolutiva

Autor: Coletividade Evolutiva

O Coletividade Evolutiva, esta ligado ao dever e justiça de informar a sociedade de forma que ajudarão a viver melhor, enxergar através das cortinas que nos limitam o pensamento, quebrando assim as velhas formas de pensar. Examinamos o que percebemos como os problemas mais importantes em nossa sociedade atual, discutimos possíveis soluções e alternativas que podem nos ajudar a reconstruir nossa sociedade.Publicamos informações que nos desafiam o pensamento e os nossos preconceitos.