Os liberais atacam a família : se você ter filhos, você está destruindo o planeta

Os liberais atacam  a família : se você ter filhos, você está destruindo o planeta

Quanto mais desesperados os globalistas se tornam, mais avanços radicais eles promovem contra os seres humanos do mundo, cada vez mais estranhos e absurdos seus argumentos se tornam .

Pegando  um artigo recente publicado pela NBC News, por exemplo,  que sugere que, se as pessoas da terra simplesmente deixassem de ter filhos , então poderíamos diminuir o aquecimento global e salvar o planeta de uma catástrofe iminente.

"Ter uma criança é um dos principais contribuintes para a mudança climática ", escreve Travis Rieder, o autor da peça. "O takeaway(Leve Embora) lógico que todos na Terra devem a consciência de ter menos filhos".

Na realidade, não há nada "lógico" sobre essa idéia absurda. Em primeiro lugar, foi provado uma e outra vez que a temperatura global não está aumentando. Em segundo lugar, mesmo que tenha havido algum aquecimento, não está sendo causada pela atividade humana como vemos a mídia corporativa nos acusando subliminarmente e as vezes diretamente, em vez de mostrar os verdadeiros criadores de lixos industrias. E, finalmente, dizem para  às pessoas para pararem de ter  filhos. Mesmo que as supostas mudanças climáticas fossem um problema tão grave , nada justificaria a extinção da reprodução humana . (Relacionado: Todas as mentiras sobre mudanças climáticas e aquecimento global .)

Aqui no Brasil, somos abençoados por ter algo chamado "liberdade". Isso significa que, enquanto os pais podem cuidar deles, uma mãe e um pai podem ter tantos filhos quanto quiserem. Mesmo que o autor Rieder desse artigo da NBC sugeriu esse absurdo, que os pais devem ser encorajados a parar de ter filhos ao invés de serem forçados a parar de ter filhos, ainda é absolutamente ridículo.

Embora Rieder reconheça que seria difícil convencer as pessoas a parar de ter filhos por causa de como é incômodo imaginar um mundo sem bebês, ele argumenta que "a seriedade da mudança climática justifica conversas incômodas".

Rieder então usa uma analogia ridícula para argumentar que as pessoas que têm filhos são parcialmente responsáveis ​​pela mudança climática: "Se eu liberar um assassino da prisão, sabendo muito bem que ele pretende matar pessoas inocentes, então eu tenho alguma responsabilidade por essas mortes - mesmo embora o assassino também seja totalmente responsável. A minha libertação não o torna menos responsável (ele fez isso!). Mas isso não elimina minha responsabilidade também. "

O autor então traz sua própria filha como exemplo, argumentando que, uma vez que ela é "um agente autônomo, ela será responsável por suas emissões. Mas isso não anula minha responsabilidade. A responsabilidade moral simplesmente não é matemática ".

Tão absurdo quanto todos esses argumentos, o fato é que, infelizmente, o movimento de ter "menos filhos  - para prevenir a suposta mudança climática" parece estar ganhando força.Vemos isso em varias sites de noticias oficiais da mídia corporativa, basta você da uma olhada com atenção que você verá eles falando que o ser humano e culpado da tal suposta mudança climáticas. Em julho passado, a Morning Edition da NPR entrevistou um pesquisador com o nome de Kimberly Nicholas, que argumentou que, embora reconhecesse que não é tem direito de tomar decisões para outras pessoas, ter menos filhos pode ser uma maneira eficaz de combater a mudança climática. Além disso, Nicholas argumentou que viver sem um carro, evitando viagens de avião e comendo uma dieta vegetariana também são boas maneiras de retardar o aumento das temperaturas globais. 

Author Image

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais