Substância "magnética" nas vacinas Covid da Moderna é descoberto; jornalistas começam a MORRER com o "veneno" que promoveram

Vacinação: Substância "magnética" nas vacinas Covid da Moderna é descoberto; jornalistas começam a MORRER com o "veneno" que promoveram... As vacinas da Covid estão falhando, e agora estão revelando o fascismo da propaganda falsa das autoridades e da grande mídia

Coletividade Evolutiva
Compartilhe:
Substância "magnética" nas vacinas Covid da Moderna é descoberto; jornalistas começam morrer após provar do veneno que eles mesmos promoveram
Erramos: Tiíulo foi atualizado
As vacinas da Covid estão falhando, e agora estão revelando o fascismo da propaganda falsa das autoridades e da grande mídia que afirmavam que as injeções são seguras e eficazes, após milhões serem submetidas a esse desastre, e agora a maioria das infecções, hospitalizações e mortes estão ocorrendo entre os "totalmente vacinados". 

É claro que agora estão admitindo a falha, para empurrar novas rodadas do veneno nos corpos das pessoas, para deixá-los imunocomprometidos. Empurrar novas restrições, remoção de liberdades e a implantação de passaporte sanitário que é antidemocrático. Passaporte sanitário não é para controlar o vírus, é para controlar, criminalizar, coagir, ou restringir as pessoas, a não ser, é claro, que consideram um vírus, as próprias pessoas e, portanto, precisam ser exterminadas.

Jornalistas e artistas que promoveram vacinas agora estão provando do seu próprio veneno, estão literalmente morrendo por causa dessas mesmas vacinas, e vão morre muito mais de acordo os efeitos mortais de longo prazo que não foram estudados vão aparecendo, e um novo estudo bombástico revela que a imunidade natural oferece aproximadamente 13 vezes melhor proteção contra a variante “Delta” do que a imunidade artificial induzida pela vacina.

De acordo com esse estudo e baseando em medicina por evidências, se possuem imunidade natural contra um "vírus variante mais letal", isso significa que os não vacinados já obtiveram imunidade natural contra a 1 cepa do vírus, ou seja, a covid-19. Logo já não faz sentindo vacinar contra a primeira cepa, certo?

Vacinas contaminadas com substância magnética; mas, eles nunca admitem ou culpam as vacinas pelos problemas causados por elas, jogam sempre na conta do vírus, para que o público não veja a verdade


Enquanto isso, o Japão descobriu um contaminante que afeta milhões de doses da vacina Moderna de tecnologia de mRNA lá, também produzida pela Pfizer, e um funcionário do ministério da saúde descreve o contaminante como “magnético” e “possivelmente metálico”. Isso significa que as pessoas estão, de fato, sendo injetadas com substâncias que respondem a ímãs , o que obviamente explica por que vacinas secretas estão permitindo que ímãs grudem no corpo das pessoas.

Do Epoch Times :

O Japão anunciou em 26 de agosto que está suspendendo o uso de cerca de 1,63 milhão de doses da vacina Moderna COVID-19 devido a relatos de contaminação.

“É uma substância que reage a ímãs ... pode ser metal”, disse um funcionário do ministério, segundo o Nikkei Asia.

Relatórios adicionais do Nikkei Asia :

A Takeda Pharmaceutical administra a distribuição da vacina Moderna desenvolvida nos Estados Unidos no Japão.

A Moderna listada na Nasdaq confirmou o recebimento de “várias reclamações de partículas” em frascos de vacina distribuídos no Japão, mas disse que não encontrou “problemas de segurança ou eficácia” relacionados a esses relatórios.

Você leu isso corretamente. Há algum tipo de contaminação magnética, possivelmente metálica, nas vacinas, mas o fabricante da vacina afirma que não há “problemas de segurança ou eficácia”.

O que mais eles vão dizer? Que as vacinas são dosadas com óxido de grafeno que responde a ímãs e campos eletromagnéticos externos? Isso revelaria toda a agenda se tal verdade fosse admitida. A mensagem para as autoridades de saúde japonesas é clara: pare de olhar para os frascos! 
Apenas injete no seu pessoal e faça o que nós mandarmos!

O jornalista da BBC List Shaw confirmou ter sido morta por coagulação no cérebro induzida por vacina - se vacinas estão causando coágulos, isso é ponto final para muitas pessoas que começarão a morrer prematuramente nos próximos anos - e a culpa será jogada na conta do vírus para continuar as rodadas de injeções de genocídio silencioso. Ninguém será responsabilizado graças aos contratos de isenção


Sempre soubemos que jornalistas que procuravam a indústria de vacinas começariam a ser mortos por essas mesmas vacinas. Isso faz você se perguntar como alguém pode até mesmo se chamar de “jornalista” se não estiver disposto a fazer perguntas sobre o estabelecimento de vacinas.  
Por definição, você não é realmente um jornalista se expressa uma fé cega nas próprias instituições que deveria manter sob controle. Então, novamente, a indústria de “notícias” de hoje não tem nada a ver com jornalismo . Eles são principalmente apenas o braço de propaganda das gigantes farmaceûticas e de forças internacionais.

No Reino Unido, a jornalista da BBC Lisa Shaw agora está confirmada como morta por coágulos sanguíneos causados ​​pela vacina AstraZeneca, confirma o The Guardian (Reino Unido) :

Uma premiada apresentadora de rádio da BBC morreu como resultado de complicações da vacina AstraZeneca contra o coronavírus, concluiu um legista.

Lisa Shaw, que trabalhava para a BBC Radio Newcastle, morreu na Royal Victoria Infirmary da cidade em maio, pouco mais de três semanas após sua primeira dose da vacina desenvolvida por acadêmicos da Universidade de Oxford.

O inquérito soube que Shaw, 44 anos, foi internada no hospital depois que os médicos que investigaram suas queixas de dores de cabeça descobriram que ela havia sofrido uma hemorragia cerebral.

A razão pela qual as pessoas sofrem de dores de cabeça após tomarem essas “injeções que estão causando reações graves, tratadas hoje como normais” é porque os coágulos sanguíneos bloqueiam os vasos sanguíneos do cérebro que normalmente fornecem sangue ao cérebro. Como o coração ainda está bombeando, a pressão aumenta atrás do coágulo sanguíneo. Em algumas pessoas, isso resulta em um “estouro” do vaso sanguíneo ou em um “sangramento do cérebro” / hemorragia cerebral. 

Como relata o The Guardian, “ela foi transferida para a enfermaria Royal Victoria, onde recebeu uma série de tratamentos, incluindo o corte de parte de seu crânio para aliviar a pressão em seu cérebro, mas, apesar desses esforços, ela morreu em 21 de maio”.

Tenho certeza de que “cortar parte do crânio” nunca foi mencionado a Shaw como um possível efeito colateral de tomar a vacina. Quantas vitimas mais da vacina foram submetidos a cirurgias cerebrais de emergência em todo o mundo? Esses relatos são chocantemente comuns e o motivo é óbvio: a “injeção que causou o coágulo” causa coágulos de sangue que bloqueiam o suprimento de sangue para o cérebro, coração, pele e outros órgãos.

 É também por isso que as cobiçadas vacinas estão fazendo com que a pele morra e apodreça nos rostos e corpos de algumas pessoas . Essa condição, também conhecida como “descamação da pele de todo o corpo”, costuma ser diagnosticada erroneamente como queimadura, portanto, muitas das vítimas da vacina cuja pele está “apodrecendo” nunca são registradas como lesões causadas pela vacina.

Jornalistas e artistas que quase morrem por causa das vacinas continuam promovendo-as ... porque são vítimas da Síndrome de Estocolmo


Alguns jornalistas e artistas que ainda não morreram, mas foram feridos pela vacina, de alguma forma, passam por uma lavagem cerebral para continuar promovendo a propaganda falsa da vacina que diz "salvar vidas". O Yahoo Austrália relata sobre um jornalista pró-vacina que obviamente quase foi morto pela vacina, mas de alguma forma ainda acredita nos médicos quando eles dizem que esperam que sua dor intensa desapareça por conta própria. 

Recentemente temos visto artistas que foram vacinados e acabaram sendo hospitalizados ou mortos, por exemplo, Ana Maria Braga, Fatima Bernades, Agnaldo Timóteo, Rodrigo Faro, presidente do Coritiba, Renato Follador e muitos mais que tomaram essas injeções Covid de experimento em massa resultando em óbitos e outros em hospitalizações, portanto, esses que citei são figuras públicas por isso, é difícil de esconder esses fatos do público. Agora pense em todas as outras vitimadas pela vacina e sendo colocadas como "casos raros", ou que foi a Covid e não as injeções.

O que é interessante em tudo isso é como parece até haver autocensura destas vítimas, que parece ser uma vítima da Síndrome de Estocolmo, onde permanece leal às mesmas pessoas que estão tentando matá-los.

Durante o próximo ano, veremos uma ONDA DE MORTES daqueles que foram submetidas à vacina com mentiras deliberadas


O que vale a pena notar em tudo isso é que as mortes e ferimentos por vacinas entre jornalistas, médicos, enfermeiras, farmacêuticos, burocratas e outros que promoveram as vacinas vão disparar nos próximos meses. Com pessoas totalmente vacinadas agora com 13 vezes mais probabilidade de serem feridas, hospitalizadas ou mortas pela variante "Delta" em comparação com aquelas com imunidade natural, não é difícil fazer as contas sobre tudo isso: a próxima onda de mortes estará entre os que se vacinaram, muitos dos quais também eram propagandistas da indústria de vacinas.

Isso nem mesmo leva em consideração o efeito de aprimoramento dependente de anticorpos que muitos especialistas em saúde prevêem que aparecerá durante a próxima temporada de gripe de inverno. Se esse fenômeno ocorrer, poderemos ver literalmente milhões de mortes pós-vacina nos próximos 1-3 anos, provavelmente ocorrendo durante as temporadas tradicionais de gripe.

Muitos jornalistas tradicionais, você vê - tanto conservadores quanto esquerdistas - não são meramente antiéticos o suficiente para jogar venenos em outras pessoas; eles também são estúpidos o suficiente para tomar esses venenos (enquanto os globalistas informados estão tomando injeções de soro fisiológico porque eles não são tolos). O resultado é causa e efeito simples: se você se injetar com uma arma biológica tóxica que causa a coagulação sanguínea sistêmica, não deveria se surpreender ao descobrir que seu corpo está cheio de coágulos sanguíneos. Você também não deve se surpreender ao cair no chão se pular de um prédio alto, uma vez que a propaganda da mídia - agora, importa quão intensa - ainda não pode mudar as leis da física (ou bioquímica).

Aqueles que promovem o veneno, morrerão pelo veneno.


Para os propagandistas que empurraram as vacinas e acabaram se matando, suas mentiras não passarão despercebidas e, de qualquer forma, eles podem ser substituídos instantaneamente, já que, na maioria das vezes, apenas lêem scripts de teleprompter de autoria dos lobistas dos globalistas e dos gigantes farmacêuticos. Não é apenas que eles estão mortos, é que suas vidas inteiras foram dedicadas a prejudicar os outros e garantir que ninguém tivesse acesso à verdade sobre as vacinas, nutrição, vitamina D, ivermectina e assim por diante.

Compartilhe:

EXPLORE MAIS SOBRE:

Coronavírus | Covid-19 | descobrindo | Indústria farmacêutica | saúde | Saúde e medicina | Sociedade | Sociedade e governo | Vacina | Vacinação
Coletividade Evolutiva

Autor: Coletividade Evolutiva

O Coletividade Evolutiva, esta ligado ao dever e justiça de informar a sociedade de forma que ajudarão a viver melhor, enxergar através das cortinas que nos limitam o pensamento, quebrando assim as velhas formas de pensar. Examinamos o que percebemos como os problemas mais importantes em nossa sociedade atual, discutimos possíveis soluções e alternativas que podem nos ajudar a reconstruir nossa sociedade.Publicamos informações que nos desafiam o pensamento e os nossos preconceitos.