Teoria da conspiração que se revelou real: A redução populacional começou

Sociedade e governo: Teoria da conspiração que se revelou real: A redução populacional começou - Coronavírus está reduzindo a população mundial, levando a uma nova ordem mundial, no qual está claro é que está começando com a pandemia do novo coronavírus covid-19, que só tem aumentado a cada dia que passa.

Fabio Allves
Teoria da conspiração que se revelou real: A redução populacional começou

Grandes nuvens totalitárias estão no horizonte. Por muito tempo a mídia convencional envenenou as mentes e continuam a envenenar o público que uma redução populacional, era uma teoria da conspiração inventada por pessoas "loucas", rotulando todos que apregoava a Nova Ordem Mundial e a redução populacional intencional de teóricos da conspiração. 

 O que está claro é que está começando a concretizar com base na pandemia do novo coronavírus covid-19, que só tem aumentado à cada dia que passa o número de mortes, e uma esperança em uma vacina "milagrosa" é esperada, no qual desencadeará  efeitos mais devastadores que a própria doença como fase final na redução populacional.

Agora que tudo está acontecendo bem diante dos nossos olhos, o preço da ignorância da agenda da Nova Ordem Mundial está saindo muito caro. A elite governante psicopata possui bancos, armas, ouro, drogas e petróleo, enquanto tem os políticos, a polícia, os militares e os meios de comunicação de massa, consequentemente todas controlam as massas, portanto, todos estão sobre o controle dos globalistas, no qual, estão apertando ainda mais esse controle implacável sobre o controle de nosso dinheiro, saúde, alimentação, água, ar, e toda ciência, e tecnologia relacionadas, para dominar completamente a população humana apos a redução populacional.

Às táticas de engenharia social atualmente utilizadas pelos globalistas e organizações como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas (ONU) podem ser decodificadas, se você olhar com atenção. Essas táticas de engenharia social estão sendo usadas em todo o mundo, tanto internamente (dentro das nações) quanto externamente (geopoliticamente entre as nações), tudo como um ponto de manobra do mundo em uma ditadura totalitária centralizada. 

Os controladores, globalistas da futura Nova ordem mundial, usam uma combinação de táticas, mas a linha inferior ou o denominador comum em todas elas são a invenção de ameaças fictícias e a criação intencional de problemas que realmente não existem, ou que nunca precisava ter existido. Em outras palavras: medo. Com o medo, as pessoas que confiam nos governos sedem suas liberdades, e até suas vidas em esperança do governo lhes salvar.

Recomendado:
À primeira vista, você pode pensar em uma teoria da conspiração, uma reação esperada, condicionada desde do nascimento, por influências institucionais, e da mídia convencional. No entanto, se você dê uma olhada mais afundo no assunto quebrara o ceticismo, fazendo com que você perceba que as consequências de manter o silêncio são muito maiores do que as consequências de falar contra isso, já que não há nada pior do que viver sob um regime fascista global, que desta vez será em extermínio em massa sob a desculpa do covid-19 vir de um animal. 

O extermínio de 90% da raça humana já começou


O plano de extermínio em massa se baseia na liberação “acidental / de propósito” de uma cepa viral biológica elaborada em laboratório. Essas armas biológicas oferecem várias vantagens distintas dos esforços dos globalistas para extermínio, elas são;

  • 1) Eles não são rastreáveis ​​e são facilmente liberados para a população com total anonimato.
  • 2) Eles são auto-replicantes/mutáveis. Uma vez que a população inicial esteja infectada, não há necessidade de fabricar mais porque a fisiologia celular executa a replicação automaticamente do vírus.
  • 3) Eles exploram a estrutura social natural das sociedades humanas. As pessoas automaticamente espalham o vírus porque as pessoas gostam de estar perto de outras pessoas. Muito poucas pessoas estão completamente isoladas na sociedade moderna.
  • 4) Eles permitem que os governos declarem leis “emergências pandêmicas” e ordenem vacinações obrigatórias em massa que, naturalmente, serão contaminadas com armas biológicas adicionais para acelerar a morte pandêmica inicial. À medida que mais pessoas são infectadas pelas vacinas, os governos vão exigir a vacinação em massa como uma iniciativa de segurança de saúde pública de “emergência”. Aqueles que cumprem serão infectados. Nunca se esqueça de que as vacinações em massa contra a poliomielite dos anos 60 e 70 foram contaminadas por vírus de câncer. Isso foi admitido pelo CDC por décadas, até poucos anos atrás, quando o CDC limpou seu site de toda essa história. Apoiando ainda mais essa realização, as vacinas aprovadas pela ONU e administradas a mulheres no Quênia foram exaustivamente testadas em laboratórios de ciências e confirmadas por serem contaminadas com produtos químicos para causar infertilidade.projetado para reduzir a população de negros. Veja também esta história com mais detalhes.
  • 5) Eles tendem a visar de forma mais agressiva as populações mais pobres de baixos salários e as populações do Terceiro Mundo, alcançando um dos principais objetivos dos globalistas que é acabar com os que eles chamam de, “comedores inúteis”(pobres), enquanto mantém os 10% de seres "humanos escolhidos" (Obs: ONU já declarou em seu site que irá acabar com a pobreza até 2030 -como isso vai acontecer? - extermínio em massa) - a população para levar a cabo a ciência e a inovação que os globalistas consideram necessárias para proteger à Terra. Com efeito, os globalistas estão realizando a “utopia” eugênica de Adolf Hitler em escala global, mas em vez de apenas seis milhões de pessoas serem exterminadas, os globalistas buscam eliminar mais de seis bilhões de pessoas.
Continue lendo após publicidade
Continue lendo após publicidade

Compartilhe :Teoria da conspiração que se revelou real: A redução populacional começou

MARCADORES [Coletividade Evolutiva] apocalipse | Governo | Nova ordem mundial | Sociedade e governo


Autor: Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.