Adquira agora o e-book CULTIVANDO HORTA ORGÂNICA e  apenda tudo sobre o cultivo de hortas, do básico ao avançado,  desde o plantio até a colheita.
Vacinação

Dr. Ryan Cole diz que vacinados estão imunocomprometidos, tornando-as mais propensas ao câncer, HIV, HPV, herpes zoster, herpes, etc

Vacinação: Dr. Ryan Cole diz que vacinados estão imunocomprometidos, tornando-as mais propensas ao câncer, HIV, HPV, herpes zoster, herpes, etc... “Vemos um perfil muito preocupante dessas células T assassinas importantes que você deseja em seu corpo”, adverte Dr. Ryan Cole

Fabio Allves
Compartilhe:
Dr. Ryan Cole diz que vacinados estão imunocomprometidos, tornando-as mais propensas ao câncer, HIV, HPV, herpes zoster, herpes, etc
Dr. Ryan Cole, um patologista credenciado que dirige o maior laboratório de diagnóstico independente em Idaho, diz que está observando graves declínios na saúde das pessoas que tomaram as injeções da Covid - tornando-as imunocomprometidas, ou seja, o sistema imune danificado torna o paciente suscetível a infecções.

As pessoas imunocomprometidas vacinadas têm 485 vezes mais probabilidade de serem hospitalizadas ou morrer de Covid-19 de acordo estudo. Em pequenos estudos, disse o CDC, pessoas imunocomprometidas totalmente vacinadas foram responsáveis ​​por cerca de 44% dos casos de emergência que exigiram hospitalização. Pessoas imunocomprometidas também têm maior probabilidade de transmitir o vírus a pessoas que tiveram contato próximo com elas. 

Imunocomprometidos após vacinação, após alguns meses de imunidade, é semelhante aos dados do Reino Unido, que sugere que as pessoas vacinadas estão obtendo degradação da imunidade, algo semelhante à Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (Aids). Veja aqui: RELATÓRIO oficial: vacinados estão perdendo cerca de 5% da imunidade a cada semana, consequências a longo prazo que refletem a AIDS

Alertamos inúmeras vezes sobre a tendência de lesões agudas, incluindo morte súbita, resultante da “vacinação” do coronavírus (Covid-19). Mas outra coisa a se ter em mente é que na maioria dos “totalmente vacinados”, estão em um processo de morte lenta muito mais sutil. No entanto, para esses ainda há esperança de tratamento, como revela o Dr. Nelson Modesto, que também tem alertado sobre as mortes induzidas pelas injeções.

Os efeitos desse processo de morte lenta ou degradação imunológica, podem não ser imediatamente aparentes, mas com o tempo eles se tornam mais aparentes à medida que as injeções desgastam o sistema imunológico, deixando-o mais suscetível as infecções por outros vírus.

“(Depois que as pessoas tomam essas injeções), vemos um perfil muito preocupante dessas células T assassinas importantes que você deseja em seu corpo”, adverte o Dr. Cole no vídeo abaixo. “É quase um HIV reverso.”

“Com o HIV, você perde suas células T auxiliares, suas células CD4. Neste vírus pós-vacina, o que estamos vendo é uma queda em suas células T killer, suas células CD8. E o que as células CD8 fazem? Eles mantêm todos os outros vírus sob controle. ”


No laboratório, o Dr. Cole diz que está observando um aumento acentuado na família de vírus do herpes, bem como herpes, mono e papilomavírus humano (HPV) nas biópsias cervicais e exames de Papanicolaou em mulheres. Dr. Cole também diz que os cânceres de endométrio aumentaram 2.000 por cento desde janeiro.

“Além disso, há um pequeno inchaço infeccioso que as crianças chamam de molusco contagioso”, diz Cole. “O que você precisa para manter isso sob controle? Você precisa de células T killer CD8. Estou vendo um aumento de 20 vezes em indivíduos com mais de 50 anos dessa pequena erupção cutânea. ”

“É inócuo, mas o que me diz é o estado imunológico desses indivíduos que receberam a injeção. Estamos literalmente enfraquecendo o sistema imunológico desses indivíduos. ”

Outra coisa que o Dr. Cole está observando em seu laboratório é um aumento maciço do câncer. Ele avisa que agora existem 20 vezes a média normal de certos tipos de câncer, desde que as injeções "fabricadas mais rápidas do mundo” foram introduzidas pela primeira vez.

“Agora, o mais preocupante de tudo é que há um padrão desses tipos de células imunológicas no corpo que mantém o câncer sob controle”, diz o Dr. Cole. “Bem, desde 1º de janeiro no laboratório, vi um aumento de 20 vezes nos cânceres de endométrio em relação ao que vejo em uma base anual - um aumento de 20 vezes e não estou exagerando.”

“Estou vendo melanomas invasivos em pacientes mais jovens. Normalmente pegamos isso cedo e são melanomas finos. Estou vendo melanomas densos disparando nos últimos dois meses. ” “Já estou vendo os primeiros sinais e estamos modificando o sistema imunológico para um estado enfraquecido”, avisa.

Em outras palavras, este é um experimento massivo de adulteração do sistema imunológico que provavelmente terá um impacto devastador e permanente sobre aqueles que decidirem participar dele. Esse é um verdadeiro holocausto vacinal onde as pessoas são levadas direto para o matadouro na esperança de se salvar.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Veja mais sobre: , , , , , , ,
Compartilhe:
RELATAR ERROS:

: Ao reproduzir este artigo: Uso não comercial OK, cite | coletividade-evolutiva.com.br | com um link clicável. Siga Coletividade Evolutiva nas | REDES SOCIAIS | Apoie o nosso trabalho com uma | DOAÇÃO |
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas, questionando as raízes que constitui aparentemente nossa realidade, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tenho como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.

MAIS RECENTES