BOMBA: Mortes por COVID aumentam 3.000% após a onda de vacinação e 80% das mortes estão entre os vacinados de acordo com dados do Reino Unido

Vacinação: BOMBA: Mortes por COVID aumentam 3.000% após a onda de vacinação e 80% das mortes estão entre os vacinados de acordo com dados do Reino Unido... Não há dados do mundo real mostrando que as vacinas covid-19 reduzem o risco de hospitalização e morte.

Fabio Allves
Compartilhe:
BOMBA:  Mortes por COVID aumentam 3.000% após a onda de vacinação e 80% das mortes por COVID estão entre os vacinados de acordo com dados do Reino Unido

Não há dados do mundo real mostrando que as vacinas covid-19 reduzem o risco de hospitalização e morte, porque são substâncias experimentais, portanto, seus efeitos reais são desconhecidos à médio e longo prazo..., no entanto, uma agenda global desumana, baseada na combinação mortal de fraude científica, coerção institucional, suborno, censura Big Tech, força governamental e propaganda fascista na mídia estão guiando a humanidade rumo ao abismo mais profundo.

As autoridades afirmam que as vacinas Covid-19 reduzem o risco de hospitalização e morte e afirmam que as vacinas têm tido sucesso até agora. Mas se for esse o caso, então porque as mortes de Covid-19 no Reino Unido são mais de 3.000 maiores do que no ano passado? E por que 80% dessas pessoas moribundas receberam a vacina Covid-19?

No momento, os dados hospitalares do Reino Unido estão chocando o mundo , fornecendo evidências sérias e claras que essas armas biológicas silenciosas chamadas de vacina Covid-19 tem causado grandes problemas de saúde e mortes induzida pela vacina. No Reino Unido, até 80 por cento das mortes por COVID são atualmente provenientes de pessoas vacinadas. As mortes por COVID em todo o Reino Unido são agora 3.000 por cento mais frequentes do que na mesma época do ano passado, quando a população era "não vacinada". 


Por mais de um ano, a eficácia e segurança da vacina foi promovida falsamente e incansavelmente, embora a redução do risco absoluto para todas as vacinas COVID no mercado fosse inferior a 2%, um número insignificante. Para piorar as coisas, as vacinas estão aumentando a taxa de morte iatrogênica e tornando mais pessoas suscetíveis a doenças respiratórias graves, preparando as células humanas para o aprimoramento dependente de anticorpos.

Os dados de mortalidade da Saúde Pública do Reino Unido chocam o mundo


O esquema de cartão amarelo do Reino Unido, um sistema de vigilância de erros de vacinas e lesões médicas, mostra um padrão claro de falha da vacina. As vacinas COVID estão aumentando a hospitalização e o número de mortes de pessoas que poderiam facilmente ter continuado com suas vidas, saudáveis ​​e sem se vacinar. Em vez de serem coagidos a experimentos de vacinas compostas e arriscadas, milhares de pessoas doentes e moribundas poderiam ter enfrentado uma infecção potencial e se recuperado com imunidade natural e durável.


Dados de hospitais do Reino Unido mostram que as mortes de Covid-19 são 3.000 por cento mais altas agora em comparação com o ano passado, e não são os "não vacinados" que estão morrendo em maior número. Os dados mais recentes da Public Health England mostram o quão perigoso é se submeter ou ser forçado a tomar essas substâncias experimentais chamadas de vacina, e como os governos estão negligenciando dados semelhantes em outros países, em outras palavras, estão matando o seu próprio povo com uma propaganda fascista de vacinas seguras e eficazes.

 De 1º de fevereiro de 2021 a 12 de setembro de 2021, os não vacinados representaram apenas 28 por cento das fatalidades COVID, enquanto os vacinados representaram 72 por cento das mortes!

Public Health Scotland confirma o mesmo padrão de falha da vacina. De 14 de agosto de 2020 a 12 de setembro de 2020, a Escócia registrou apenas sete mortes de covid-19. Após coagir uma grande parte da população a tomar as vacinas covid, a Escócia registrou 222 mortes covid-19 apenas um ano depois, durante o mesmo período de tempo. Este pico de mortalidade covid-19 é 3.071,4% maior após uma campanha de vacinação em massa. O mais chocante de tudo: 80% dessas mortes ocorrem em vacinados. (Relacionado: O "totalmente vacinado" experimentará doença intensificada quando reexposto a novas variantes do coronavírus.)

A suposta eficácia e segurança das vacinas é uma fraude total no mundo real, na verdade, uma propaganda de uma produto sem garantia


Mesmo que os não vacinados sejam coagidos a fazer testes com mais frequência para viagens, educação e trabalho, seus números ainda são semelhantes aos dos "totalmente vacinados". Os dados mostram que os casos de COVID são relativamente iguais entre vacinados e não vacinados. De 21 de agosto a 17 de setembro de 2021, foram registrados 69.639 casos positivos entre a população não vacinada e 79.613 casos entre a população vacinada, sendo 60.923 desses casos decorrentes do regime de vacinação completa. Claramente, a vacina não previne COVID e pode até ser uma força motriz para novas infecções em pessoas não vacinadas.

O mais chocante é que a taxa de mortalidade não é 95% menor no grupo vacinado. De 14 de agosto a 10 de setembro de 2021, a Escócia registrou 208 covid-19 mortes. Houve 41 mortes entre os não vacinados, 9 mortes entre os parcialmente vacinados e chocantes 158 mortes entre os totalmente vacinados. Se a eficácia de 95% da vacina fosse real, 95% das mortes ocorreriam nos não vacinados e apenas 5% nos vacinados. No entanto, até 80 por cento das mortes ocorrem em vacinados e apenas 20 por cento das mortes ocorrem em não vacinados. As vacinas estão AUMENTANDO o risco de morte no Reino Unido em 400%!

Reflita antes que seja tarde demais


Como disse Haverá,  Aldous Leonard Huxley em seus escritos: Haverá na próxima geração, um método farmacológico de fazer as pessoas amarem sua servidão e produzirem ditadura sem lágrimas, por assim dizer, produzindo um tipo de campo de concentração indolor para sociedades inteiras, de modo que as pessoas terão de fato suas liberdades tiradas, mas preferirão apreciar isso, porque elas estarão distraídas de qualquer desejo de se rebelar por conta de propaganda ou lavagem cerebral (Mídia- TVs = a medo de algo), ou lavagem cerebral aprimorada por métodos farmacológicos (Doenças). E esta parece ser a revolução final.

Explore mais sobre:

Compartilhe:
RELATAR ERROS:
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.