Coletividade Evolutiva , Reverter lesões da vacina COVID-19: cúrcuma bloqueia a proteína spike e com bromelina, trata a miocardite, anti-inflamatória e anticancerígena! , Bem-estar , Coronavírus , Covid-19 , saúde , Vacina , Vacinação , Vida saudável ,

Reverter lesões da vacina COVID-19: cúrcuma bloqueia a proteína spike e com bromelina, trata a miocardite, anti-inflamatória e anticancerígena!

A curcumina (cúrcuma) bloqueia a proteína spike (combine-a com bromelina), trata a miocardite, tem propriedades anti-inflamatórias, e anticancerígenas


Reverter lesões da vacina COVID-19: cúrcuma bloqueia a proteína spike e com bromelina, trata a miocardite, tem propriedades anti-inflamatórias e anticancerígenas!

Curcumina (cúrcuma) - A curcumina (diferuloilmetano), é um composto polifenólico bioativo principal que é extraído dos rizomas Curcuma longa (Tumeric/ Açafrão), que pertence à família do gengibre e é amplamente cultivado no sudeste da Ásia e na Índia.

A curcumina é um composto amarelado, que tem sido usado como um aditivo alimentar, tempero dietético, e remédio de ervas. Várias investigações revelaram que a curcumina possui potentes atividades bioquímicas e biológicas, incluindo atividades anti-inflamatórias, antivirais, antioxidantes antibacterianas e anticancerígenas.

Na medicina herbal tradicional, curcumina é usada para melhorar o sistema imunológico e como um tratamento para vários distúrbios respiratórios como alergia e asma. A curcumina também tem sido tradicionalmente usada para o tratamento de inúmeras doenças, incluindo úlceras, disenteria, icterícia, dor de estômago, artrite, acne, feridas e infecções oculares e de pele.


A segurança da cúrcuma


A curcumina tem sido caracterizada como "geralmente segura" pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA. De fato, nenhum efeito colateral significativo relacionado à curcumina pode ser encontrado na literatura. Alguns dos casos documentados são de efeitos colaterais reversíveis, incluindo dermatite alérgica.

Estudos de aumento de dose demonstraram que o consumo de até 12 g de curcumina diariamente não apresenta efeitos prejudiciais. Em estudos em pacientes com tumores sólidos, nenhum efeito adverso foi relatado quando a curcumina foi dada por 8 semanas em uma dosagem de 900 mg/dia por via oral, exceto para perturbação gastrointestinal leve.

Ingestão oral de 6 g/dia de curcumina por 7 semanas também foi relatada para ser seguro em pacientes com câncer de mama, e 3 g/dia de curcumina dada por 9 semanas para pacientes com câncer de próstata não mostrou efeitos adversos.

A curcumina também exibe uma forte atividade quelante de ferro. A suplementação a longo prazo com curcumina induziu depleção de ferro em camundongos jovens. Além disso, a curcumina possui propriedades anticoagulantes e pode beneficiar pacientes que recebem anticoagulantes.


Tem sido relatado que este composto pode inibir vários subtipos de citocromo P450 - uma superfamília ampla e diversificada de proteínas responsáveis por oxidar um grande número de substâncias para torná-las mais polares e hidrossolúveis - , incluindo CYP2C9 e CYP3A4. Por esta razão, curcumina tem sido conhecida por interagir com certos outros medicamentos, incluindo anticoagulantes, antibióticos e antidepressivos.

Curcumina e infecção COVID-19 e proteína spike


Maio 2020 – Zahediour et al revisaram a curcumina na infecção por COVID-19:

  • curcumina tem propriedades antivirais contra outros vírus como RSV, Herpes
  • curcumina alterou a estrutura proteica de superfície dos vírus para bloquear sua entrada nas células
  • curcumina liga proteína spike (!)
  • curcumina inibe a replicação viral dentro de células infectadas
  • curcumina inibe citocinas inflamatórias na infecção por COVID e diminui tempestade de citocinas
  • curcumina inibe o estresse oxidativo que causa lesões pulmonares graves
  • curcumina inibe a resposta fibrótica na infecção por COVID-19, reduz a fibrose pulmonar, reduz o dano cardíaco e a fibrose, reduz a fibrose renal

Julho de 2022 – Nag et al. descobriu que a curcumina tinha ligação forte e estável com a proteína spike Omicron, que era superior à hidroxicloroquina. Também poderia interromper uma proteína spike já ligada à ACE-2, uma proteína transmembrana expressa na superfície de diversas células do corpo, como o epitélio do sistema respiratório. (Veja também: 
Super-antioxidante N-acetilcisteína ajuda a limpar o corpo de toxinas da injeção mRNA
)

Set.2022 – Zipin et al descobriram que a curcumina pode interromper as partículas virais de Omicron, mas sua formulação de curcumina, que tinha baixa biodisponibilidade, foi incapaz de interromper o vírus Omicron em células infectadas – os autores sugerem o uso de nanocurcumina para melhorar a biodisponibilidade da curcuma - ou 
curcumina + pimenta-preta (piperina – que bloqueia a degradação da curcumina e aumenta a biodisponibilidade em até 2000%, potencializando seus benefícios) 


out.2022 – Venugopa et al. descobriu que, além da proteína spike de ligação da curcumina, a curcumina também poderia interferir com a replicação viral COVID-19, e era um imunomodulador que poderia impedir a tempestade de citocinas.

Abril de 2023 – Wei Wu et al. descobriu que a curcumina poderia melhorar o estresse oxidativo mediado pela proteína spike através da eliminação de ROS (espécies reativas de oxigênio) e melhorando a função do sistema de antioxidação. Isto é reforçada ainda mais quando tomado em combinação com resveratrol.

CURCUMINA e Anti-Câncer 


Agosto de 2021 – Zoi et al – resumiram os efeitos da curcumina no câncer
Câncer de pulmão: 

  • Curcumina suprimiu a invasão e potencial metastático de células de câncer de pulmão. Também ativa genes supressores de tumor chave no câncer de pulmão induzido pelo tabagismo
  • Câncer de mama: curcumina parou o crescimento de células de câncer de mama, também suprimiu a invasão e metástase de células de câncer de mama
  • Câncer de próstata: A curcumina induziu apoptose e autofagia de células cancerosas e é eficaz no câncer de próstata resistente à castração também
  • câncer cerebral: nanocurcumina pode passar BBB para o cérebro e pode diminuir a proliferação de células de glioblastoma (GBM), também suprime a formação de células-tronco GBM que são responsáveis pela progressão do tumor, recorrência e resistência à quimioterapia – curcumina também diminui as características malignas das células-tronco GBM para prevenir a recorrência do câncer GBM.

Câncer de pâncreas: 

  • A curcumina suprime a formação de células-tronco cancerígenas que são responsáveis pela alta taxa de proliferação e rápido crescimento tumoral do câncer de pâncreas – suprime o crescimento do tumor.
  • Leucemia – curcumina afeta inúmeras vias anti-câncer, também aumenta a eficácia da quimioterapia no tratamento de leucemias.Fev.2021 – Zia et al – a maioria dos cânceres tem um gene supressor de tumor p53 não funcional ou mutado
  • A curcumina ativa a via P53 que induz a senescência em células cancerosas e também induz a morte de células cancerosas via apoptose
  • Agosto.2020 – Mansouri et al revisa o uso de curcumina em pacientes com câncer:curcumina aumenta a eficácia da quimioterapia e radioterapia
  • curcumina melhora a sobrevivência do paciente e aumenta a expressão de proteínas anti-metastáticas
  • curcumina reduz os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia

CURCUMINA + BRROMEÍNA

Os pesquisadores gregos Kritis et al mostraram em Dec.2020 que a bromelina combinada com curcumina tem um grande impacto na interrupção do COVID-19 grave! A COVID-19 grave envolve 3 vias:

  • inflamatória (tempestade de citocinas), coagulação (trombose) e cascatas de bradicinina
  • Tanto a bromelina e curcumina inibem dois destes (inflamação e coagulação) e bromelina inibe a bradicinina também.
  • Bromelina e curcumina bloqueiam a ligação da proteína spike à ACE-2 e TMPRSS-2
  • Bromelina também aumenta a absorção de curcumina após a ingestão oral, o que é muito importante porque a curcumina por si só tem biodisponibilidade muito pobre
  • Conclusão: "A bromelina é absorvida diretamente quando administrada por via oral, enquanto promove substancialmente a absorção de curcumina, aumentando sua biodisponibilidade, e tornando esta uma combinação perfeita de nutracêuticos de reforço imunológico com ações anti-inflamatórias e anticoagulantes sinérgicas"

Como a reverter a vacina COVID-19 ou pacientes COVID longo podem se beneficiar da curcumina?


Primeiro, obtenha uma formulação altamente absorvível: nanocurcumina, curcumina + bromelina ou curcumina + pimenta-preta (piperina – que bloqueia a degradação da curcumina e aumenta a biodisponibilidade). Não faz sentido tomar um suplemento de curcumina regular com má absorção

Resumo dos benefícios:

  • liga a proteína spike (ligação mais forte que a hidroxicloroquina)
  • reduz o dano tecidual causado pela proteína spike (diminui o estresse oxidativo)
  • protege contra a infecção e reinfecção por COVID (interrompe os vírus, bloqueia sua replicação, reduz a tempestade de citocinas, reduz o edema pulmonar e a inflamação)
  • reduz a fibrose nos pulmões, coração, rins causada pela proteína spike
  • trata miocardite (!) (tem muitos efeitos anti-inflamatórios que são muito úteis em qualquer pessoa que sofre de "condições de estilo de vida", incluindo obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares)
  • benefícios anti-envelhecimento – 10x maior antioxidante do que a vitamina E, retarda o encurtamento dos telômeros, diminui os processos neurodegenerativos, diminui o envelhecimento da pele, diminui o envelhecimento do músculo esquelético, efeitos anti-tumorais
  • poderosos efeitos anti-câncerinterrompe o crescimento do câncer de mama, câncer de pulmão, células de câncer de próstata
  • estimula a autofagia e a apoptose das células cancerosas
  • suprime a invasão de células malignas e metástases

POTENCIAIS EFEITOS CONTRA CÂNCER TURBO/ AGRESSIVO:

  • Estimula as vias supressoras de tumor p53 que podem ter sido danificadas pela proteína spike
  • Para cânceres agressivos como glioblastomas e cânceres pancreáticos – suprime a formação de células-tronco cancerígenas que são responsáveis pelo crescimento agressivo, disseminação, recorrência e resistência à quimioterapia.
  • leucemias – tem muitos caminhos para tratar leucemias.
  • aumenta a eficácia da quimioterapia e radioterapia e diminui seus efeitos colaterais (pode ser útil para pacientes com câncer turbo induzidos por vacina COVID-19 cujos cânceres são resistentes à quimioterapia convencional e radiação)

Sugestão: Açafrão extra com pimenta preta (bioperina) 60 contagem (1 garrafa) - ou você pode usar como tempero e diretamente na sua alimentação diaria com o Cúrcuma com Pimenta Preta (pó) orgânica 250g

Por que você deve bloquear a proteína spike da vacinação?


O Dr. Thomas Levy escreve sobre a toxicidade da proteína spike. A proteína de spike da vacina também causa danos ao reparo do DNA. De forma mais alarmante, o Dr. Levy explica que as evidências atuais mostram que a proteína spike se expalha pelo corpo, algo que não devia, e continua a ser produzida no corpo, após a injeção inicial de mRNA . Ele explica:

A preocupação foi levantada em relação à disseminação da proteína spike por todo o corpo após a vacinação. Em vez de ficar localizada no local da injeção a fim de provocar a resposta imune e nada mais, a presença de proteína de pico foi detectada em todo o corpo de alguns indivíduos vacinados. Além disso, parece que algumas das proteínas de pico circulantes simplesmente se ligam aos receptores ACE2 sem entrar na célula, induzindo uma resposta auto-imune a toda a entidade da proteína de pico de célula. Dependendo do tipo de célula que se liga à proteína do pico, podem desencadear várias doenças autoimunes.

Nota aos leitores: Por favor, clique nos botões de compartilhamento acima ou abaixo. Siga-nos no Instagram, Telegram, Twitter e inscreva na nossa lista de e-mails para sempre receber novidades de novas postagens. (Veja também: Tratamento de lesão da vacina de mRNA COVID-19: Bromelina – Quebra a proteína spike
)

Republicado com referência, do: Dr. William Makis, um médico canadense com experiência em Radiologia, Oncologia e Imunologia. Medalha do Governador Geral, Bolsista da Universidade de Toronto. Autor de 100+ publicações médicas revisadas por pares.

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR