Coletividade Evolutiva , Não adianta mais disfarçar: agências de saúde, grande mídia e situação pós-vacinação em massa , Ciência , Coronavírus , Covid-19 , Ivermectina , Vacina , Vacinação ,

Não adianta mais disfarçar: agências de saúde, grande mídia e situação pós-vacinação em massa

Os fantoches chefes das agências reguladoras da saúde, a grande mídia corporativa, alguns médicos e cientistas anti-vida mentiram


Não adianta mais disfarçar: agências de saúde, grande mídia e situação pós-vacinação em massa

O CDC dos EUA supostamente está investigando efeitos colaterais da nova substância vacinal experimental bivalente da Pfizer. Estamos há muito tempo vendo relatos por todo o mundo de pessoas morrendo após injetar a substância mRNA em curto e médio prazo ao longo desses últimos 2 anos, outros sofrendo efeitos horríveis e sendo censuradas quando vem a público revelar o dano que sofreram após administração da substância experimental.

O presidente fantoche dos globalistas, os fantoches chefes das agências reguladoras da saúde, a grande mídia corporativa, alguns médicos e cientistas anti-vida mentiram e repetiram o mesmo velho mantra falso que vêm dizendo sobre todas as vacinas já criadas; que elas são "seguras e eficazes". Hoje, está mais que claro que, nós da mídia alternativa, estávamos certos ao alertar sobre os perigos desse experimento criminoso em massa.

Bem, dizer isso 100 ou 1.000 vezes não é o suficiente, basta seguir a ciência real, os renomados cientistas que foram censurados e difamados por dizer a verdade sobre esse experimento em massa e os depoimentos de milhares de famílias que perderam familiares ou vítimas de lesões causadas por vacinas e você perceberá o quão perigosos esses golpes de Covid realmente são. Não estamos vendo uma pandemia de Covid, estamos vendo uma pandemia de vacinas assassinas e cúmplices de crime contra a humanidade, incentivando e obrigando crianças serem vacinadas.

Não é de admirar que eles os ofereçam de "graça", mesmo que seja realmente financiado pelo contribuinte quando tudo sai na lavagem. Autoridades e agências corruptas, tudo por dinheiro e nada realmente pela dignidade humana. Mas essa é a agenda globalista, eles querem que a população perca a confiança nas instituições e na nação para quanto vir a  Ordem pelo caos estejam receptivas para o laço da escravização.

Agência reguladora irresponsável, agora quer ser responsável?


É sabido que as substâncias mRNA chamada de vacinas experimentais da Covid estão associadas a muitas induções de mortes e efeitos colaterais, alguns dos quais são graves. Um estudo recente da reguladora Food and Drug Administration (FDA) dos EUA mostrou que os idosos têm um risco aumentado de danos cardíacos, pulmonares e vasculares após receberem a injeção do gene mRNA da Pfizer. 

Não apenas isso, mas um relatório do DailyClout / War Room aparentemente alarmou tanto a agência que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estão conduzindo supostamente uma investigação sobre o risco potencial de derrame dos reforços experimentais da nova fórmula, chamadas de bivalentes da Pfizer, em idosos.

Porque um documento da própria Pfizer revelou que 300 desses derrames ocorreram em 275 pessoas. Destes, 61 morreram. Além disso, metade dos derrames foram registrados dentro de 48 horas após a administração da substância de mRNA. E não só isso: o FDA sabia disso e queria manter essa informação em segredo por 75 anos

A  agência de notícias britânica, Reuters, a maior agência internacional de notícias do mundo, com sede em Londres, amacia a realidade:

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA e a Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) disseram na sexta-feira que um banco de dados de vacinas do CDC descobriu um possível problema de segurança no qual pessoas com 65 anos ou mais têm maior probabilidade de ter um derrame isquêmico 21 dias após receber a injeção bivalente da Pfizer/BioNTech, em comparação com os dias 22-44.

Conforme explica a própria agência Reuters: Um acidente vascular cerebral isquêmico, também conhecido como isquemia cerebral, é causado por bloqueios nas artérias que transportam sangue para o cérebro. Então, esse é o grande problema que tem levado milhões a morrerem ou sofrerem danos justamente, possivelmente por coágulos sanguíneos: de fato, um Comitê do Povo de Israel (IPC) composta de especialistas em saúde publicou um relatório descrevendo como a injeção de tecnologia mRNA da Pfizer também produzida pela Moderna contra o coronavírus Covid-19 causa danos a quase todos os sistemas do corpo humano.

De acordo com o IPC, “nunca houve uma vacina que fizesse mal a tantas pessoas” como a vacina experimental de terapia genética Pfizer. O grupo publicou um relatório completo detalhando suas descobertas reveladoras.

O CDC em comunicado:

“Após a disponibilidade e uso das vacinas COVID-19 atualizadas (bivalentes), o Vaccine Safety Datalink (VSD) do CDC, um sistema de monitoramento quase em tempo real, atendeu aos critérios estatísticos para solicitar investigação adicional sobre se um risco de segurança para acidente vascular cerebral isquêmico em pessoas com 65 anos ou mais que receberam a vacina bivalente COVID-19 da Pfizer-BioNTech", afirmou em comunicado na sexta-feira.
“Um rápido estudo do sinal no VSD levantou a questão de saber se as pessoas com 65 anos ou mais que receberam a vacina bivalente Pfizer-BioNTech COVID-19 tinham maior probabilidade de ter um derrame isquêmico nos 21 dias após a vacinação do que nos dias 22 a 44 após a vacinação ”. 
 
Em um artigo que publiquei  em 06/2022 a  Dra. Naomi Wolf que já foi conselheira política de Bill Clinton, e depois de Al Gore, disse que ficou horrorizada com a agenda demoníaca em andamento contra toda a raça humana. De acordo com a  Dra. Naomi Wolf, um genocídio, uma agenda de sacrifícios de bebês da era moderna por meio de vacinas COVID fantasiadas de eficazes e seguras, está em andamento.


Interessante, certamente coincidência: o CDC identifica derrames como um risco de vacinas de mRNA após esta NOTÍCIA QUE DIVULGAMOS de 61 mortes por derrame pós-injeção, e no dia seguinte publicamos os relatórios dos Voluntários da Pfizer, incluindo este, em formato de e-book Aqui

A vacina bivalente contém supostamente "um componente da cepa original do vírus para fornecer ampla proteção contra o COVID-19 e um componente variante ômicron para fornecer melhor proteção contra o COVID-19 causado pela variante ômicron". Ou seja, podemos esperar mais uma mutação pela frente... aguarde mais vacinas! As pessoas vacinadas com mRNA estão sendo bombas de contaminação, conforme mostrou Israel, o primeiro país a alcançar a suposta "imunidade" do rebanho da vacina, que registrou um aumento de casos entre as pessoas vacinadas.

Em vista do fato de que o CDC, reguladora americana FDA, incluo também, agências de saúde do Brasil, autoridades de saúde, políticos e grande mídia corporativa mentirosa em particular não ganharam a confiança do público, a atenção nos últimos anos, não estabelecendo padrões científicos reais e praticando a transparência, surge a questão de quanto as pessoas ainda confiarão nos resultados da investigação do CDC ou em qualquer outra substância lançada em menos de 1 segundo. 

Afinal, nos últimos dois anos, o tema das vacinas Covid foi tratado de maneira quase pseudo-religiosa e os críticos das vacinas experimentais de mRNA foram vistos como hereges, negacionistas, criminosos da saúde pública - (enquanto os criminosos foram eles mesmos) que foram queimados na “pira” da Inquisição moderna. Eles chegaram ao ponto de afirmar que essas substâncias chamadas de vacinas controversas reduziriam o risco de morte, doenças e hospitalizações quando, na verdade, é ao contrário.

Últimas considerações:


As vítimas desse grande experimento criminoso de massa estão sofrendo dores insuportáveis ​​nos nervos por causa dos tiros. Como seu sistema vascular, sistema nervoso central, órgãos de limpeza, coração e cérebro estão todos obstruídos com príons de proteínas tóxicas que imitam vírus, sistemas críticos estão funcionando mal, quebrando e falhando. 

É por isso que a Síndrome da Morte Súbita do Adulto (SADS) é tão comum agora. É o novo nome para ocultar os danos de vacinas e morte súbita induzida por vacina. A mídia de massa e o complexo industrial médico chamam isso de “inexplicável”.

Os dados são anedóticos, baseados em milhares de relatos pessoais, incluindo casos documentados por médicos, cardiologistas, imunologistas e até legistas e embalsamadores. Vítimas de violência por vacinas e seus pais estão testemunhando os danos diante de comitês, agências, conselhos médicos, pesquisadores, chefes de regulamentação e muito mais, para tentar passar a mensagem de que a indústria médica está IGNORAR completamente essas pessoas que estão sofrendo imensamente por culpa das irresponsabilidades dos propagadores desse veneno silencioso.

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR