A indústria farmacêutica mente sobre a vitamina C para manter as pessoas doentes

Compartilhar
A indústria farmacêutica mente sobre a vitamina C para manter as pessoas doentes

A vitamina C é carregada de propriedades essenciais para prevenir e manter a boa saúde, principalmente carregada de antioxidantes, além disso, a vitamina C proporciona um grande benefício no nosso sistema imunológico, no qual, é nossa linha de defesa contra varias doenças, principalmente contra vírus. A vitamina C intravenosa (direto na veia) já foi provada que pode combater o coronavírus Covid-19 usando altas doses, e não é só isso, ela já mostrou seu poder de curar várias doenças décadas atrás, nas quais afligem o mundo hoje. Você pode ver o meu artigo mais completo sobre a vitamina C nesses links ( ver aqui) e (aqui), onde você pode encontrar até livros publicados pelos pioneiros da descoberta dessa vitamina C "milagrosa"

Com a pandemia de coronavírus, a vitamina C foi altamente atacada e depreciada pelos meios de comunicação convencional, inclusive por "médicos" que também trabalham e ganham rios de dinheiro para promover a indústria farmacêutica, mas a verdade é que essa vitamina maravilhosa é frequentemente ignorada pela medicina convencional e pela mídia. No entanto, não pode ser coincidência que a maioria das pessoas que sofrem de doenças crônico-degenerativas sejam deficientes em vitamina C e que muitos pacientes com câncer tenham sido ajudados por altas doses de vitamina C administrada por via intravenosa durante anos.

O ganhador do Nobel Linus Pauling e o cirurgião escocês de câncer, Dr. Ewan Cameron, mostraram como 10.000 miligramas de vitamina C reverteram câncer em vários pacientes que a medicina convencional não pode ajudar - e isso foi há 40 anos. Você pensaria que este tratamento seria amplamente utilizado hoje, mas a verdade é que a grande indústria farmacêutica, no qual removeu a medicina natural do padrão da medicina, e estabeleceu seu monopólio para lucrar com seus clientes e empurrar uma quimioterapia cara em seus pacientes com câncer. Recomendado: Vitamina C intravenosa previne e cura, sarampo, herpes zoster, difteria, poliomielite, pneumonia viral, encefalite, gripe, pneumonia, e covid-19

Temos que começar a entender que o monopólio da indústria farmacêutica e suas subsidiarias organizações de saúde, já ignorou amplamente 80 anos de relatórios médicos e estudos laboratoriais e clínicos sobre terapia bem-sucedida de altas doses de vitamina C, conhecida também como ascorbato.

Infelizmente, há muitas mentiras sendo espalhadas online, muitas vezes pelos próprios meios de comunicação convencional e dentro da comunidade médica sobre a vitamina C, mas aqui está alguns pontos críticos que estão enganando o público.

Aqui está uma olhada em três grandes mentiras sobre a vitamina C


1. A vitamina C não é segura.


Se a vitamina C não é segura, por que nunca houve um relato confirmado de qualquer dose de vitamina causando danos significativos a um indivíduo? A evidência contra medicamentos prescritos é muito mais séria, com 106.000 pacientes morrendo em hospitais apenas em 1994 por causa de medicamentos prescritos legalmente e usados ​​sob supervisão cuidadosa.

2. Não há evidências de que a vitamina C funcione.


Pergunte a qualquer pessoa que lhe diga isso se ele realmente procurou algum estudo para apoiar essa crença. Eles não são muito difíceis de encontrar - na verdade, há mais de 60.000 resultados quando você pesquisa estudos de vitamina C no PubMed. Alguns estudos mostraram uma taxa de sucesso de 100 por cento no uso da vitamina para tratar doenças como herpes zoster, febre reumática e até poliomielite.

3. Se funcionasse tão bem, todos estariam usando.


Seria ótimo se todos que precisassem fossem realmente capazes de tomá-lo e ser curado. Infelizmente, muitos médicos simplesmente não sabem como funciona e muitos estão mais interessados ​​em oferecer prescrições mais lucrativas para seus pacientes. O Dr. Thomas E. Levy disse que testemunhou pessoalmente centenas do que chamou de “milagres médicos” do uso de vitamina C em altas doses, e outros médicos que tentaram o tratamento relataram sucessos semelhantes.

Suporte silencioso para vitamina C


Você não precisa olhar muito para trás para encontrar novos exemplos de como a vitamina C pode ajudar pacientes com câncer . Um estudo recente por cientistas da Universidade da Califórnia do Sul mostrou que o jejum 
quando é combinada com vitamina C  pode ser mais eficaz no tratamento de certos tipos de cancro, tais como cancro colo-rectal. O autor sênior do estudo, Valter Longo, disse que eles mostraram pela primeira vez como uma intervenção completamente não tóxica tem o poder de tratar um câncer agressivo com eficácia.

Até o Instituto Nacional do Câncer admite que o tratamento é muito promissor. Um relatório em seu site aponta para ensaios clínicos “intrigantes” que mostram como a vitamina C em altas doses pode beneficiar pacientes com câncer e fornecer biomarcadores potenciais que podem ser usados ​​para ajudar a personalizar a abordagem. Além disso, eles dizem que os estudos estão lançando mais luz sobre as populações de pacientes com maior probabilidade de responder a esse tipo de terapia.

Eles também apontam que a vitamina C pode ser usada junto com as terapias atuais para torná-las mais eficazes, afirmando: “Além disso, dado o alto custo financeiro atual de novos medicamentos contra o câncer, parece racional melhorar a eficácia das terapias atuais estudando suas interações com a vitamina C. Em nossa opinião, a implementação deste paradigma de tratamento pode trazer benefícios para muitos pacientes não somente com câncer”, mas para prevenir e tratar várias doenças. 
Compartilhar
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Ajude-nos abrindo uma publicidade - Cique aqui
Continue lendo após publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram