A Nova Era das Vacinas: Bill Gates Prevê Fábricas mRNA em Todos os Continentes

Bill Gates prevê 'fábricas de vacinas' de mRNA em todo o mundo e vacinas de US$ 2 para cada doença



Nos últimos anos, a tecnologia de ácido ribonucleico mensageiro (mRNA) e nanopartículas lipídicas (LNP) emergiu como uma inovação promissora no campo das vacinas, especialmente no contexto da pandemia de COVID-19. No entanto, essa tecnologia também levantou preocupações significativas sobre seus efeitos adversos e possíveis riscos à saúde humana.

John Campbell, Ph.D., um comentarista médico e ex-enfermeiro, destacou essas preocupações em um episódio recente de seu programa no YouTube. Campbell citou uma entrevista com Bill Gates e um "TED Talk" de 2022, onde Gates discutiu sua visão para a saúde global nos próximos cinco anos. Segundo Gates, a tecnologia mRNA é fácil de produzir, barata e escalável, com o potencial de criar vacinas para diversas doenças.

Campbell questiona as qualificações de Gates para fazer previsões tão ambiciosas, lembrando que Gates não possui formação médica ou científica relevante. A principal preocupação de Campbell é que as novas vacinas de mRNA utilizam nanopartículas lipídicas que, ao serem introduzidas no corpo, não permanecem localizadas no braço onde são injetadas, mas se dispersam por todo o organismo.

Essas nanopartículas, por serem gordurosas, podem se fundir com as células do corpo, descarregando seu conteúdo genético em diversas partes do corpo. Campbell alerta que isso pode levar a efeitos adversos inesperados e potencialmente perigosos.Em um clipe, Gates promoveu o mRNA como fácil, barato, automontável e escalável.

Efeitos Adversos e Riscos à Saúde


Campbell aponta que, ao contrário do que foi inicialmente informado ao público, as nanopartículas lipídicas não permanecem no local da injeção, mas viajam pelo corpo e podem causar efeitos adversos em diferentes órgãos e tecidos. Esse comportamento aumenta o risco de reações imunes inadequadas, inflamações e outras complicações de saúde.

Além disso, Campbell questiona a afirmação de Gates de que as vacinas COVID-19 "salvaram milhões de vidas", argumentando que faltam dados concretos para suportar essa afirmação. Ele sugere que, em vez de avançar rapidamente com a tecnologia de mRNA, deveria haver uma moratória completa sobre seu uso até que mais pesquisas sejam realizadas para compreender plenamente seus efeitos.

Bill Gates tem investido pesadamente em novas formas de vacinas, incluindo adesivos de vacinas e vacinas inaláveis. Ele acredita que essas inovações tornarão as vacinas mais fáceis de administrar e mais eficazes na prevenção de infecções. Gates também propõe o desenvolvimento de vacinas que possam erradicar famílias inteiras de vírus, como os coronavírus e os vírus da gripe.

No entanto, Campbell expressa ceticismo em relação a essa visão, especialmente a ideia de erradicar classes inteiras de vírus, que ele considera impraticável e irrealista. Ele ressalta que os vírus são parte integrante do ecossistema e desempenham papéis importantes na natureza.

A tecnologia de vacinas mRNA representa uma ameaça significativa para a saúde global, mas também traz riscos e incertezas que não podem ser ignorados. Especialistas como John Campbell defendem uma abordagem mais cautelosa e a realização de pesquisas mais detalhadas antes de expandir o uso dessa tecnologia. A saúde pública deve equilibrar a inovação com a segurança, garantindo que novas soluções não introduzam novos problemas para a humanidade.

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.