Agenda Global ,Tirania Digital, Controle e Vigilância: O Futuro Sob o Tratado Pandêmico da OMS e WEF

O Fim do Jogo da COVID-19: Governança Global, "Tirania Digital" e a Agenda do Despovoamento


Governança Global ,Tirania Digital, Controle e Vigilância: O Futuro Sob o Tratado Pandêmico

Imagine perder alguns dos seus direitos e liberdades mais básicos. Isso pode se tornar realidade com a implementação do Tratado Pandêmico da Organização Mundial da Saúde (OMS). Este tratado, se aprovado, representa uma ameaça direta à soberania dos países e à autonomia individual de seus cidadãos. Basicamente uma agenda de conluio entre WEF, ONU, OMS, Grandes Bancos, Big Tech, entre outros - conspiram contra a humanidade.

A Assembleia Mundial da Saúde, composta pelos 194 Estados-membros da OMS, se reunirá em Genebra de 27 de maio a 1º de junho de 2024. Durante esta semana crucial, espera-se que seja votado o controverso Tratado Pandêmico, junto com a revisão do Regulamento Sanitário Internacional (RSI), que não é alterado desde 2005.

Dois pilares principais marcaram a resposta global à pandemia de Covid-19:

  • Lockdown: Uma medida que gerou impacto econômico e social devastador, levando ao empobrecimento e ao desespero em escala global.
  • Vacina de mRNA: Introduzida como solução, mas associada a um aumento na mortalidade e morbidade, levando a preocupações sobre suas consequências a longo prazo.

Estas medidas são vistas por alguns como parte de uma agenda maior, com efeitos devastadores para a humanidade - uma redução populacional por meios de epidemias induzidas por vacinas mRNA mortais.

A Ameaça da "Tirania Digital"


O Tratado Pandêmico não se trata apenas de saúde, mas de estabelecer uma estrutura de governança global que poderia se sobrepor à autoridade dos Estados-membros. Isso inclui a implementação de um sistema mundial de monitoramento através de códigos QR, que pode controlar todos os aspectos da vida das pessoas. Imagine ter todas as suas informações de saúde, finanças e dados pessoais integradas em um banco de dados global, acessível a uma elite financeira global.

Há também discussões em andamento sobre a introdução de uma Moeda Digital do Banco Central (CBDC). Este sistema global visa incorporar dados pessoais de todos os indivíduos, aumentando ainda mais o controle sobre a população mundial. No básico, não existiria mais dinheiro físico e, portanto, apenas números na tela, como um sistema chinês, que pode facilmente sumir e desligá-lo completamente da sociedade.

Também estão em andamento consultas entre o Fórum Econômico Mundial (WEF) e os bancos centrais com vistas à implementação da chamada rede de Moeda Digital do Banco Central (CBDC). De acordo com David Scripac

"Um sistema mundial de identificação digital está em formação. … O objetivo do WEF – e de todos os bancos centrais – é implementarum sistema global no qual os dados pessoais de todos serão incorporados à rede de Moeda Digital do Banco Central (CBDC).

O Software do Código de Verificação QR


No início de 2022, a OMS assinou um grande contrato com a Deutsche Telekom T Systems para desenvolver um aplicativo e software de verificação de QR que será aplicado em todo o mundo. A solução de software baseada em código QR está programada para ser usada:

"Para outras vacinas também, como poliomielite ou febre amarela, a T-Systems disse em um comunicado (...) acrescentando que a OMS apoiará seus 194 Estados-membros na construção de tecnologia de verificação nacional e regional". (grifo nosso)

De acordo com um comunicado da Deutsche Telekom I-T Systems "O serviço de gateway da OMS também serve como uma ponte entre sistemas regionais", o que implica essencialmente uma estrutura global coordenada de vigilância QR, que supervisiona toda a população do Planeta Terra.

E, uma vez estabelecida: vai policiar "todos os aspectos de nossas vidas", onde quer que esteja. "Também pode ser usado como parte de futuras campanhas de vacinação e registros domiciliares."

De acordo com o CEO da Deutsche Telecom T Systems:

"O Corona tem um controle sobre o mundo. A digitalização mantém o mundo funcionando".

Bill Gates tinha um relacionamento de longa data com o ex-CEO da Deutsche Telekom, Ron Sommer, desde o final dos anos 1990.

A História e os Perigos da Eugenia


A agenda de despovoamento tem raízes profundas na história da eugenia, uma prática que visava "melhorar" a população através da esterilização forçada e outras medidas drásticas. Hoje, essa agenda é vista por alguns como sendo promovida por vacinas e políticas que reduzem a população de maneira mais sutil e tecnológica.

Reuniões secretas entre bilionários, como a realizada em maio de 2009 por figuras como Bill Gates e David Rockefeller, revelam uma agenda preocupante de controle populacional. A ideia de reduzir a população mundial é discutida abertamente por esses influentes indivíduos, que veem isso como uma forma de enfrentar crises ambientais e sociais.

"Nas palavras do falecido David Rockefeller:

“… O mundo está agora mais sofisticado e preparado para marchar em direção a um governo mundial. A soberania supranacional de uma elite intelectual e de banqueiros mundiais é certamente preferível à autodeterminação nacional praticada nos séculos passados." (citado por Aspen Times, 15 de agosto de 2011, grifo nosso)

O cenário de Governança Global impõe uma agenda de engenharia social e compliance econômico. Constitui uma extensão do quadro político neoliberal imposto tanto aos países em desenvolvimento como aos desenvolvidos.

A Necessidade de Resistência


Diante dessa perspectiva, é crucial que um movimento de resistência global se forme para combater essas ameaças globais. Devemos proteger nossa soberania, direitos e liberdades contra a centralização do poder nas mãos de poucos.

O Tratado Pandêmico da OMS, juntamente com tecnologias de monitoramento e controle financeiro, representa uma ameaça significativa à nossa liberdade. A implementação dessas medidas pode levar a uma forma de governança global que ultrapassa a autoridade nacional e a autonomia individual. Portanto, é essencial estar informado e preparado para defender nossos direitos básicos.

Este é um chamado à ação para todos que valorizam a liberdade e a democracia. Devemos estar vigilantes e prontos para resistir a quaisquer medidas que ameacem nossas liberdades mais fundamentais.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.