Coletividade Evolutiva , Agência FDA processada por ocultar documentos sobre à supressão da ivermectina e HCQ para Covid , Ivermectina , saúde , Saúde e medicina ,

Agência FDA processada por ocultar documentos sobre à supressão da ivermectina e HCQ para Covid

A ivermectina e a hidroxicloroquina (HCQ) foram demonizadas pelas autoridades e pela grande mídia, impediram os medicamentos e promovendo vacinas


Agência FDA processada por ocultar documentos sobre à supressão da ivermectina e HCQ

Quando a pandemia estava a todo vapor e o mundo lutava para encontrar uma maneira eficaz de tratar a COVID-19, dois tratamentos promissores surgiram: a ivermectina e a hidroxicloroquina (HCQ). No entanto, esses medicamentos foram rapidamente evitados pelas autoridades (incluindo o Brasil), que então demonizaram e tomaram medidas para impedir que a população os obtivesse para tratar e prevenir do vírus. Agora, a FDA dos Estados Unidos (Equivalente a ANVISA) e o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) estão sendo processados por ocultar documentos relacionados à supressão desses tratamentos acessíveis.

A ação foi movida pela America First Legal (AFL), uma organização sem fins lucrativos cujo objetivo declarado é "promover o Estado de Direito nos Estados Unidos, evitar excessos executivos e garantir o devido processo legal e proteção igual para todos os americanos".

O grupo entrou com um pedido de Lei de Liberdade de Informação (FOIA) em agosto passado com a FDA e o HHS buscando informações sobre a hidroxicloroquina a partir de 2020. Eles entraram com um pedido semelhante um mês depois com as duas agências buscando informações sobre a ivermectina na esperança de entender por que os funcionários do governo suprimiram o uso desses tratamentos para COVID-19. 

Em ambos os casos, eles receberam a confirmação de que as agências haviam recebido suas solicitações, juntamente com números de rastreamento. No entanto, nenhuma das agências atendeu a nenhum dos pedidos, e o grupo agora está processando-os.

Embora vários médicos tenham relatado tratar com sucesso pacientes com coronavírus com o medicamento antimalárico hidroxicloroquina (HCQ), a FDA advertiu contra usá-lo para combater o vírus sob o argumento de que havia um risco de "problemas de ritmo cardíaco" – um risco que não parece incomodá-los quando se trata de vacinas COVID-19. 

Eles já haviam permitido que a HCQ fosse usada com uma autorização de uso emergencial, mas a revogaram alguns meses antes de as vacinas da Pfizer e da Moderna receberem autorização de uso emergencial.

A FDA só pode conceder autorização de uso emergencial para intervenções não aprovadas e não comprovadas, como vacinas COVID-19, se não houver "alternativas adequadas, aprovadas e disponíveis". 

Em outras palavras, se tratamentos baratos com uma baixa margem de lucro como HCQ e ivermectina fossem aprovados para uso contra a COVID-19, todas essas empresas farmacêuticas não poderiam ter obtido os bilhões de dólares em lucros que fizeram com a venda de suas vacinas investigativas em todo o mundo.

Da mesma forma, o medicamento antiparasitário ivermectina se mostrou promissor como tratamento para o vírus e ajudou inúmeros pacientes, mas a FDA fez de tudo para impedir que as pessoas o usassem, lançando uma campanha de relações públicas anti-ivermectina alertando as pessoas contra ele. 

Eles usaram slogans em seu site e redes sociais, como "Você não é um cavalo. Pare com o #ivermectin. Não está autorizado para tratar #COVID", referindo-se ao uso comum do medicamento em animais.

Por que os órgãos federais não estão dispostos a fornecer documentos sobre a supressão desses medicamentos?


A segurança e a eficácia de ambos os medicamentos foram apoiadas por centenas de estudos revisados por pares, levantando questões sobre por que as agências estavam tão desesperadas para impedir que as pessoas aprendessem sobre eles e recebessem prescrições. Uma revisão do Epoch Times descobriu que metade dos estudos que a FDA usou para apoiar uma alegação em seu site de que "os dados atualmente disponíveis não mostram que a ivermectina é eficaz contra a COVID-19" realmente apoiam o uso dela para combater o vírus.

O conselheiro sênior jurídico da America First e diretor de supervisão e investigação, Reed D. Rubinstein, disse em um comunicado: "As verdadeiras razões para o ataque do governo federal à HCQ e à ivermectina nunca foram tornadas públicas. 

Não sabemos por que – em meio a uma pandemia – o governo foi atrás de médicos que prescreviam esses medicamentos potencialmente úteis e coagiu as farmácias a rejeitarem receitas. Mas a AFL continuará lutando para ver que a verdade sobre o Dr. Fauci e seus colegas seja exposta."

Originalmente em: NaturalNews

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR