Coletividade Evolutiva , 4 Sintomas negligenciados da inflamação crônica e como revertê-los , Bem-estar , Vida saudável ,

4 Sintomas negligenciados da inflamação crônica e como revertê-los

Se não for controlada, a inflamação persistente pode levar a várias doenças crônicas, como doenças cardíacas, diabetes e câncer.


Se não for controlada, a inflamação persistente pode levar a várias doenças crônicas, como doenças cardíacas, diabetes e câncer.

A inflamação é uma resposta imune inata a estímulos nocivos como patógenos causadores de doenças, células danificadas e toxinas ambientais. Na presença de qualquer um destes, o sistema imunológico desencadeia uma resposta inflamatória para ajudar o corpo a eliminar ameaças e iniciar o processo de cicatrização.

Mas a inflamação também pode ser prejudicial se persistir por longos períodos. Isso pode ocorrer por diversos motivos, como má alimentação e falta de exercícios. Se não for controlada, a inflamação persistente pode levar a várias doenças crônicas, como doenças cardíacas, diabetes e câncer. Portanto, sempre que puder, realize um exame de medição de inflamação corporal.

Além disso, é bom ressaltar, quem tomou alguma injeção da Pfizer de mRNA, é bom cuidar das inflamações corporais, pois, um dos muitos efeitos colaterais prevalente é a miocardite ou pericardite, trombose, AVC - às vezes assintomáticas e às vezes sintomáticas que pode ser fatal. Miocardite é o nome dado à inflamação do músculo do coração, chamado miocárdio - pericardite é a inflamação do pericárdio, uma membrana que reveste o coração externamente.

Sinais comuns de inflamação crônica


Entender a inflamação persistente ou crônica é o primeiro passo para tratá-la e evitar que cause danos irreparáveis. Mas os sinais de inflamação crônica são muitas vezes sutis demais para serem notados, às vezes até parecendo "normais" para indivíduos desavisados.

Portanto, detectar esses sinais o mais cedo possível pode ser crucial para prevenir condições graves de saúde desencadeadas por inflamação crônica. Esses sinais incluem:

Desequilíbrio tireoidiano


A inflamação crônica pode causar hipotireoidismo, ou uma tireoide hipoativa. Isto refere-se a uma condição em que a glândula tireoide é incapaz de produzir hormônios cruciais suficientes.

A tireoide é uma glândula endócrina em forma de borboleta, localizada na frente do pescoço, responsável por produzir os hormônios T3 e T4 que têm como função regular o metabolismo corporal, além da temperatura e fertilidade.

Os sintomas de tireoide, como aumento ou perda de peso, pele seca ou e dificuldade de concentração, podem surgir quando essa glândula produz muito ou pouco hormônio, sendo os problemas de tireoide mais comuns o hipotireoidismo ou hipertireoidismo.

Se não for tratado, o hipotireoidismo pode afetar o metabolismo do indivíduo, causar fadiga e desencadear depressão. Um sinal revelador de desequilíbrio da tireoide ou uma tireoide disfuncional é queda de cabelo ou queda súbita de cabelo.

Sono de má qualidade


A inflamação crônica pode causar distúrbios do sono e levar à privação do sono. Quando você não dorme, torna-se mais difícil aliviar a inflamação e induzir seu corpo a curar. Isso cria um ciclo vicioso de inflamação e má qualidade do sono que, juntos, afetam negativamente a saúde geral.

Dormir pouco pode causar inflamações no corpo, segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia de Los Angeles. A falta de sono pode desencadear inflamações relacionadas aos vasos sanguíneos, o que pode aumentar o risco de doenças do coração e desordens auto-imunes como a artrite reumotóide. A inflamação também pode causar danos no cérebro, interferindo na função normal do sistema de limpeza do cérebro.

Altos níveis de estresse


A exposição frequente a estressores leva a níveis mais altos de cortisol, o hormônio do estresse do corpo. O estresse também coloca o corpo em seu modo primordial de luta ou fuga.

Se o corpo está em um estado constante de estresse e os níveis de cortisol são altos o tempo todo, com o tempo a eficácia do cortisol para regular a resposta inflamatória do sistema imunológico é muito reduzida.

Simplificando, o estresse prolongado "ensina" o corpo a responder ao estresse por meio da inflamação. Uma vez que o corpo se acostuma com essa resposta, a inflamação começa a prejudicar as células e causar danos extensos.

Intolerâncias alimentares


As intolerâncias alimentares também podem ser indicativas de níveis de estresse e inflamação. A intolerância alimentar é mediada pelo sistema imunológico, de modo que comer um determinado alimento ao qual você é sensível pode desencadear uma resposta inflamatória.

Certos alimentos – especialmente os não saudáveis – também são conhecidos por desencadear a liberação de mensageiros químicos chamados citocinas que promovem a inflamação.

Dicas para aliviar a inflamação crônica


Aliviar a inflamação crônica leva tempo. Mas fazer certas mudanças no estilo de vida e adotar hábitos saudáveis pode acelerar esse processo e minimizar o risco de doenças crônicas. Aqui estão algumas coisas que você pode tentar:

  • Coma mais alimentos anti-inflamatórios – Existem muitos alimentos que ajudam a aliviar a inflamação. Estes incluem frutas, vegetais de folhas verdes, fontes magras de proteína, nozes, sementes e alimentos fermentados. Coma-os regularmente como parte de uma dieta equilibrada.
  • Se possível, use o tempero ou suplemento de qualidade de cúrcuma – Apelidado de tempero dourado da vida, o açafrão ( Curcuma longa ) além de segura, é um dos superalimentos mais poderosos do mundo. É uma rica fonte de vitaminas e minerais e contém mais de 300 nutrientes naturais, antioxidante, anti-inflamatória, anti-câncer e muito mais - (aproveite esta promoção AQUI - Kit 3x Cúrcuma (Açafrão puro) - 60 Cápsulas)
  • Minimizar a exposição a toxinas ambientais – A exposição a toxinas do ar poluído, produtos químicos de produtos domésticos e aditivos em alimentos pode promover inflamação, aumentar o risco de doenças e comprometer a saúde geral. Limite sua exposição a essas substâncias o máximo que puder e use um suplemento desintoxicante. - (aproveite esta AQUI - Clorella Premium Frasco 100 g - remove metais pesados do corpo e outras substâncias prejudiciais)
  • Exercite-se mais – O exercício regular é ideal para reduzir os marcadores sanguíneos inflamatórios. Também melhora a saúde geral.
  • Aprenda a gerenciar os níveis de estresse – Gerenciar o estresse é fundamental para manter a inflamação sob controle. Para reduzir e controlar o estresse, pratique meditação e fique por dentro dos compromissos.
  • Durma mais – Simplesmente dormir o suficiente pode ajudar a manter a inflamação sob controle. Para uma melhor saúde geral, procure dormir de oito a nove horas ininterruptas todas as noites.

A inflamação crônica é um sinal de que você precisa começar a praticar mudanças de estilo de vida saudáveis. Avalie seus hábitos e escolhas atuais e faça as mudanças necessárias para tratar de vez a inflamação crônica.

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR