Coletividade Evolutiva , PASSAPORTES DE CARBONO: monitorar sua pegada de carbono para viagens, alimentos e muito mais em um futuro distópico do clima , Meio ambiente ,

PASSAPORTES DE CARBONO: monitorar sua pegada de carbono para viagens, alimentos e muito mais em um futuro distópico do clima

Quanto custará para até respirar na agenda verde? Obedeça à tirania, ou será considerado um terrorista, um criminoso do clima?


PASSAPORTES DE CARBONO: monitorar sua pegada de carbono para viagens, alimentos e muito mais em um futuro distópico do clima
Quanto custará para até respirar na agenda verde? Obedeça à tirania, ou será um terrorista do clima? - (Fábio Allves)

Os viajantes internacionais podem precisar de passaportes digitais de carbono/ ou que monitora sua pegada de carbono para atingir seus objetivos de viagem em um futuro distópico governado por tiranos climáticos. A pegada de carbono é uma das ferramentas utilizadas pela Agenda 2030 para medir o impacto ambiental das atividades humanas e promover ações/[impostos/ estilos de vidas e regras obrigatórias] para supostamente reduzir as emissões de CO2 [mas a real, é impor regras, impostos e medidas ambientais contra a humanidade - e controle]

De acordo com um relatório publicado recentemente pela empresa de viagens Intrepid Travel, em colaboração com o meteorologista de tendências The Future Laboratory, a implementação de "licenças pessoais de carbono" na forma de passaportes de carbono restringiria o número de viagens anuais que as pessoas podem ter. Ele se alinha ao orçamento global de carbono estabelecido em 750 bilhões de toneladas até 2050.

O relatório disse que o clima extremo relacionado às mudanças climáticas pode tornar os locais de férias favoritos menos agradáveis ou até mesmo impossíveis de se viver. À medida que supostamente os humanos causam desastres no clima, as pessoas podem deixar de ir a lugares quentes como Grécia e Maiorca e, em vez disso, escolher lugares mais frescos como Bélgica, Eslovênia e Polônia.

Destinos frios como a Lapônia, por outro lado, podem ter problemas para manter a neve, o que pode significar o fim das viagens para conhecer o Papai Noel.

A Intrepid Travel também introduziu uma nova abordagem de viagem chamada "viagens positivas para as pessoas", um tipo de viagem que, segundo a empresa, beneficiaria as pessoas e o planeta. Isso conecta os turistas com as comunidades locais e oferece hospedagem ecológica para a comunidade para beneficiar os turistas. 

Além disso, haverá ferramentas para "ajudar" os viajantes a se tornarem verdes, escolhendo trens de alta velocidade em vez de aviões. Um grupo de inovadores chamados "transformadores de viagens" deve liderar essa mudança na fantasiada crise climática para impor controle climático ou agenda verde.

Darrell Wade, cofundador e presidente da Intrepid Travel, enfatizou a urgência dessa transformação. "A crise climática não é uma vantagem competitiva. O turismo deve evoluir e tornar-se regenerativo, pois o modelo atual é insustentável. O futuro precisa ser diferente do business as usual", disse Wade.

A realidade de busca verde em prol contra as mudanças do clima supostamente causada pelos humanos, é outra prévia de possíveis limites futuros de "licenças de carbono", um grande banco na Austrália por exemplo: introduziu um novo recurso que vincula as compras à pegada de carbono de um cliente e o avisa quando ele está acima da média ou comprando além do permitido - percebem o que podem fazer com essa agenda agora? Entendem do porquê os globalistas declararam guerra contra a agricultura mundial?.

O banco dá ao cliente a opção de "pagar uma taxa" para compensar sua pegada de carbono, com a média listada em 1.280 quilos, muito longe do valor "sustentável" dito que é de 200 quilos. Imagina você ser obrigado a comprar apenas 100 gramas de carne.

Passaportes de carbono ameaçam a PRIVACIDADE das pessoas


A introdução de passaportes digitais de carbono [ou monitoramento da pegada de carbono de cada cidadão do mundo] ainda levanta preocupações com a privacidade. A implementação de licenças de carbono pessoais obrigatórias pode levar a uma ampla vigilância das viagens, despesas de aquecimento e até mesmo dos alimentos que consomem para conter as chamadas "terríveis" emissões globais de carbono.

"Essas medidas poderiam atuar como precursoras de uma vigilância exagerada, rastreando as pegadas pela pegada de carbono dos indivíduos?" disse Cristina Maas 

O conceito de licenças pessoais de carbono é apresentado como uma solução para as mudanças climáticas, mas é de natureza orwelliana e ainda obscura.

Os autores por trás da proposta acham que, como a maioria seguiu as regras do coronavírus de Wuhan (COVID-19), pode ser mais fácil fazer com que as pessoas sigam regras semelhantes para suas licenças de carbono sem muita resistência.

Eles também dizem que a tecnologia pode ajudar a rastrear o que as pessoas comem. Se você comer coisas que são ruins para o meio ambiente, como carne vermelha, você pode perder seus créditos de carbono [e não poder mais comprar nada]. Isso pode encorajar as pessoas a comer o que grupos internacionais dizem ser melhor para o planeta, como insetos e vermes.

No entanto, especialistas em privacidade realmente acham que isso pode limitar a liberdade pessoal e permitir que os especialistas façam todas as regras. É como uma espécie de controle suave sobre as pessoas em nome da proteção do clima. Wesley Smith, escritor do Epoch Times, escreveu que é importante usar métodos democráticos e ter discussões abertas sobre essas ideias [perturbadoras]

"Mas se não tivermos coragem, se aceitarmos – novamente – restrições significativas de liberdade em nome da proteção da saúde, o totalitarismo suave que teremos facilitado não será culpa deles. Será nosso", escreveu Smith.

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR