“Pfizermectina”: De campanha de difamação da mídia contra a IVERMECTINA para a campanha de propaganda de uma nova droga lançada pela Pfizer... motivos obscuros à frente

saúde: “Pfizermectina”: De campanha de difamação da mídia contra a IVERMECTINA para a campanha de propaganda de uma nova droga lançada pela Pfizer... motivos obscuros à frente... A Pfizer afirma que seu "novo" medicamento para o coronavírus (Covid-19) atuará como um "potente inibidor de protease" o mesmo que a ivermectina faz.

Fabio Allves
Compartilhe:
“Pfizermectina”: De campanha de difamação da mídia contra a IVERMECTINA para a campanha de propaganda de uma nova droga lançada pela Pfizer... motivos obscuros à frente

Todos os medicamentos baratos que milhões de pessoas, e até médicos estavam relatando ter sucesso como tratamento contra a Covid-19 foram intencionalmente difamados ou rotulados "sem comprovação cientifica" mesmo com inúmeros estudos científicos mostrando sua eficácia, além de quem toma raramente adoece ou morre por COVID.

De fato restrições do tipo foram aplicadas a outros medicamentos, como a hidroxicloroquina, a cloroquina e a nitazoxanida, um antiparasitário conhecido como Annita e difamação contra a vitamina D entre outros. As limitações à aquisição dessas substâncias continuam sendo restritivas da população, mas agora, não se assuste se a grande mídia propagandista começar a falar super bem da nova droga da Pfizer, chamada de "Pfizermectina”

Na segunda-feira, a gigante farmacêutica anunciou ao mundo que está lançando um teste “acelerado” de Fase 2/3 para uma “nova” pílula profilática contra covid que estranhamente soa como ivermectina com esse novo nome.

A Pfizer afirma que seu "novo" medicamento para o coronavírus (Covid-19) atuará como um "potente inibidor de protease". Acontece que a ivermectina faz exatamente a mesma coisa, e é por isso que alguns estão chamando de brincadeira essa “nova” droga de “Pfizermectina”. Mas espere...

Alguns suspeitam que o novo medicamento da Pfizer, chamado “PF-07321332”, na verdade, é apenas ivermectina reembalada, mas possivelmente, quem sabe, (especulando aqui, embalada com tecnologia da vacina, de mRNA ou contendo, os metais estranhos não declarados das vacinas). O plano, dizem alguns, é elevar o preço às alturas, de modo que somente os ricos possam pagar por ele, pois, sabemos que a atual IVERMECTINA barata funciona contra a COVID melhor que as vacinas mal estudadas e sem comprovação cientificas verdadeiras a longo prazo sobre os seus danos anos a frente que estão por vir.

Mas essa nova droga prestes a ser lançada, NÃO quer dizer que qualquer medicamento que acabe sendo lançado comercialmente pela Pfizer será exatamente igual à ivermectina, só para ficar claro, lembre-se, eles não querem perder seus lucros com vacinas. Provavelmente, ESSA NOVA DROGA será ajustada e remendado para ser menos eficaz do que a ivermectina real que funciona melhor que as vacinas lançadas, porque os poderes constituídos não querem que as pessoas fiquem realmente protegidas e curem da Covid.

Não, eles preferem sequestrar certos elementos da ivermectina real e usá-los para criar um novo "medicamento" proprietário (patenteado) que provavelmente custará ordens de magnitude mais do que a real IVERMECTINA, gerando um novo fluxo de lucro massivo para a Pfizer. Além disso, provavelmente  você ouvirá na grande mídia fascista, propagando como a droga é milagrosa que a nova droga tem comprovação cientifica em comparação com a IVERMECTINA QUE ESTÁ NO MERCADO HÁ MAIS DE 30 ANOS em uso.

Afinal, a ivermectina real é muito barata, se ao menos as pessoas conseguissem tirar as restrições e as gigantes farmacêuticas e outros terroristas do caminho de restringir seu uso para obter a IVERMECTINA facilmente, já teríamos acabado com essa "pandemia orquestrada" que tem apenas como objetivo, lucros, matar bilhões, reconfigurar o mundo como já está ocorrendo, com o Grande Reset.

A ivermectina, é importante notar, já salvou milhões de vidas na Índia, aqui no Brasil e em outros lugares onde está disponível ao público, você só ouvirá nunca isso da grande mídia e nem em plataformas das redes sociais convencionais, pois, a censura é grande para esconder a cura de você. Como a ivermectina é difícil de encontrar alguns lugares do mundo, muito poucas pessoas puderam se beneficiar com seu uso.

Porque muitos continuam permitindo que as grandes empresas farmacêuticas façam esse tipo de golpe?


Quanto mais doentes, mais lucros vão para essas gigantes farmacêuticas que tem a grande mídia, "revistas científicas" "autoridades de saúde", "organizações de saúde", "políticos" entre outros nos seus bolsos. Essas gigantes farmacêuticas, basicamente controlam o mundo se você controla quem fica doente quem pode se curar, mas sabemos que a cura não é o objetivo, sempre mais dólares fazendo de todos um produto produtivos dependentes delas para sempre. Assim voltar-se a chamada medicina alternativa, que, na verdade, era a medicina oficial décadas atrás, antes das farmacêuticas criarem seus produtos sintéticos, era considerada a medicina oficial.

Com essa nova droga, no mundo do homem comum, isso é chamado de roubo. Mas no mundo das gigantes farmacêuticas, aparentemente é apenas mais um ato “grande demais para falir” do capitalismo, ou seja o que for que eles estão chamando esta sociedade irremediavelmente corrupta nos dias de hoje.

O que tudo isso sugere é que, muito em breve, a Pfizer estará ganhando dinheiro vendendo “pasta de cavalo” como dizem os negadores da IVERMECTINA, com um nome diferente. O FDA (Food and Drug Administration) dos Estados Unidos muito provavelmente deixará de chamá-lo assim e, de repente, todos estarão dizendo que a Pfizermectina é a “cura” para a plandemia ou um auxiliar da vacina experimental deles.

“A Moderna e seus executivos já mostraram ao mundo com suas ações que veem a COVID como 'maná do céu' - para citar o lendário advogado de defesa Johnny Cochran - um novo 'centro de lucro' que manterá os acionistas na manteiga, especialmente porque as empresas aumentaram discretamente os preços de suas vacinas ”, relata Zero Hedge

Explore mais sobre:

Compartilhe:
RELATAR ERROS:
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.