Tecnologia chamada de "Vacina em adesivo" propagada como mais eficaz que a administrada com seringa... motivos obscuros

Vacinação: Tecnologia chamada de "Vacina em adesivo" propagada como mais eficaz que a administrada com seringa... motivos obscuros... De acordo com grande mídia, os cientistas americanos desenvolveram uma vacina em forma de adesivo, criada via impressão 3D,

Fabio Allves
Compartilhe:
Tecnologia chamada de "Vacina em adesivo" propagada como mais eficaz que a administrada com seringa... motivos obscuros

Para começar, isso não é nada novo, Bill Gates estava trabalhando com um grupo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts e desenvolvendo um método para incorporar o registro de vacinação de uma pessoa diretamente na pele, algo como uma marca, usando um corante especial que é invisível a olho nu, algo como um ID ou um tipo de código de barra invisível contendo dados, ou "certificação de imunidade vacinal". 

Essa nova tecnologia de microagulhas que também podem administrar mais facilmente uma substância com um “dispositivo tipo band-aid” colocado na pele. Um enfermeiro ou técnico qualificado não é necessário para administrar a tecnologia chamada vacina, que também implanta o registro de vacinação do paciente em sua pele como uma tatuagem invisível a olho nu.

De acordo a grande mídia, fazendo sua propaganda - Cientistas criam vacina em adesivo mais eficaz que a administrada com seringa... Vai ligando os postos!


De acordo com grande mídia:

 Os cientistas americanos desenvolveram uma vacina em forma de adesivo, criada via impressão 3D, que demonstrou oferecer maior proteção imunológica que a vacina intramuscular. A inovação foi desenvolvida por pesquisadores Universidade de Stanford e da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill (UNC-Chapel Hill) e testada em animais.

A inovação é composta por microagulhas impressas em 3D alinhadas em um adesivo de polímero de tamanho suficiente para alcançar a pele e aplicar o imunizante.

O estudo realizado pelos cientistas e publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences mostra que a resposta imune da vacina adesivo de microagulhas foi 50 vezes maior do que a vacina administrada sob a pele, e 10 vezes maior do que a vacina aplicada no músculo do braço. Os resultados são possíveis porque a pele está cheia de células do sistema imunológico que são o público-alvo do imunizante.

Ligando os pontos


A Fundação Bill e Melinda Gates doou mais de US $ 21 milhões para o desenvolvimento de uma tecnologia de vacina que utiliza um mecanismo semelhante a uma tatuagem que injeta nanopartículas invisíveis sob a pele que agora está sendo testada em uma vacina contra o vírus que causa o COVID-19. 

A tecnologia de microagulhas também está sendo casada com a tecnologia injetável, financiada pela Fundação Bill e Melinda Gates, que incorpora sob a pele um registro de vacinação visível pela luz infravermelha próxima que pode ser lida pela tecnologia de smartphones. Saiba mais

Explore mais sobre:

Compartilhe:
RELATAR ERROS:
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.