O Ministério da Verdade sob a liderança de Moraes: a crescente tirania enquanto os brasileiros se retraem

Sob a liderança do ministro Alexandre de Moraes, o Ciedde é essencialmente rotulado como um "QG das Fake News", uma espécie de Ministério da Verdade

O Ministerio da Verdade sob liderança de Morais: a tirania está aumentando à medida que a democracia e a liberdade cai
O Ministério da Verdade sob liderança de Morais: a tirania está aumentando à medida que a democracia e a liberdade cai

O Brasil está enfrentando um momento crítico em sua história, onde o futuro parece cada vez mais imprevisível e as forças políticas em jogo parecem ignorar completamente o bom senso e o interesse público. Como destacado por Hannah Arendt em "As Origens do Totalitarismo", nunca antes dependemos tanto de poderes que não inspiram confiança para seguir regras sensatas.

O recente lançamento com nome bonito, chamado, Centro Integrado de Enfrentamento à Desinformação e Defesa da Democracia (Ciedde) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é um exemplo alarmante dessa tendência. Não pense que isso será limitado apenas a questões políticas, isso se estenderá muito além das esferas. É apenas questão de tempo se a população não agir.

Sob a liderança do ministro Alexandre de Moraes, o Ciedde é essencialmente rotulado como um "QG das Fake News", uma espécie de Ministério da Verdade, como descrito por George Orwell, "1984", o que, na verdade, é uma ameaça à liberdade de expressão e ao pensamento crítico, e a democracia verdadeira.

A estética da logo do grupo, como você pode observar na imagem acima, com um olho observando, evoca lembranças da obra distópica de George Orwell, "1984", reforçando a atmosfera sinistra em torno desse novo órgão. 

As declarações feitas durante o lançamento, incluindo as do ministro Moraes e do ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, revelam uma postura autoritária e repressiva, disfarçada de defesa da democracia.

A diretoria da Anatel participou da inauguração do Centro Integrado de Enfrentamento à Desinformação e Defesa da Democracia (CIEDDE), no TSE em Brasília. A Agência é um dos órgãos participantes do projeto conduzido pelo Tribunal para censura.

Durante o lançamento do do “Centro Integrado de Enfrentamento à Desinformação e Defesa da Democracia”, o ministro Alexandre de Moraes afirmou: “A Justiça Eleitoral não vai tolerar discurso antidemocrático, discurso de ódio, deepfake, notícias fraudulentas”, assegurou Moraes. 

O ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, disse que o centro tem sobretudo aspecto pedagógico. Mas acrescentou que “há um componente repressivo para suprimirmos as condutas abusivas”. E reforçou: “O Estado brasileiro não hesitará em usar o seu poder de polícia”.(Fonte)

É preocupante ver o governo brasileiro cada vez mais se voltando para medidas que restringem a liberdade de expressão e a participação democrática dos cidadãos. Enquanto isso, a população é mantida distraída por teatralidades políticas e notícias voláteis, desviando a atenção das verdadeiras ameaças à democracia e aos direitos individuais.


Assim como nos Estados Unidos, onde a erosão das liberdades individuais é uma preocupação crescente, o Brasil também enfrenta desafios semelhantes. Desde abusos policiais até a perda da privacidade e a falta de representatividade do governo, os cidadãos estão cada vez mais vulneráveis ​​ao avanço do estado policial.

É hora de os brasileiros despertarem para a realidade de que suas liberdades estão em perigo e de que é necessário resistir aos esforços do governo para restringir ainda mais seus direitos. Como alertou Hannah Arendt, o totalitarismo sempre busca transformar as massas em massa, suprimir a oposição e concentrar o poder em um governo centralizado.

É fundamental que os cidadãos exerçam sua voz e resistam a essas tentativas de usurpar sua liberdade e democracia. Caso contrário, corremos o risco de repetir os erros do passado e permitir que um estado totalitário governe sobre nós, tirando-nos nossas liberdades sem que percebamos, em uma "revolução final" como previu Aldous Huxley.

Aldous Huxley previu que, eventualmente, o governo encontraria uma maneira de "fazer as pessoas amarem sua servidão, e produzir ditadura sem lágrimas, por assim dizer, produzindo uma espécie de campo de concentração indolor para sociedades inteiras, de modo que as pessoas de fato terão suas liberdades tiradas delas, mas sim desfrutarão disso, porque serão distraídas de qualquer desejo de se rebelar por propaganda ou lavagem cerebral, ou lavagem cerebral potencializada por métodos farmacológicos. E esta parece ser a revolução final."
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Siga-nos: | | e | Nos Apoie: Doar

OBTENHA aqui o Extrato de Própolis Verde com essa combinação: Vitamina B, E, C, D3, A, Selênio e Zinco. Aumente suas defesas naturais! Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui. Fortalece o sistema imunológico, Poderosa ação antioxidante (antienvelhecimento), Atua contra o processo de inflamação do organismo - anti-inflamatório, Combate problemas de saúde ocasionados nas vias respiratórias e Tem poderosa ação antifúngica, antibiótica, acelerando a cicatrização
Fechar Menu
Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco, Imunidade e Proteção, Fortalvit, 60 Cápsulas

VER

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR