Estudos revelam o poder do café contra COVID e suas propriedades antivirais surpreendentes

"Café surpreende como aliado contra o SARS-CoV-2, inibindo infecções e apresentando propriedades antivirais incríveis, revelam estudos."

Coletividade EvolutivaBem-estarEstudos revelam o poder do café contra COVID e suas propriedades antivirais surpreendentes

Estudos revelam o poder do café contra o SARS-CoV-2 e suas propriedades antivirais surpreendentes

Quem imaginaria que uma simples xícara de café poderia desempenhar um papel na luta contra a infecção pelo coronavírus de Wuhan (COVID-19)? Surpreendentemente, estudos recentes destacam o potencial do café no combate ao SARS-CoV-2.

O café é uma bebida rica em ácido clorogênico, ácido cafeico e kahweol, que são compostos bioativos com propriedades antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres, prevenindo envelhecimento precoce, câncer, depressão e diabetes.

Além disso, o café tem ótimas quantidades de cafeína, um composto que estimula o sistema nervoso central, ajudando a combater a depressão, melhorando o humor e a disposição física e mental. 

O primeiro estudo, publicado na revista Cell & Bioscience em novembro do ano passado, revelou que o consumo diário de uma a duas xícaras de café é suficiente para inibir infecções por COVID-19, incluindo variantes como a alfa B117, delta B16172 e omicron B11529.


Pesquisadores de Taiwan examinaram diferentes tipos de café, incluindo moído, instantâneo e descafeinado, e descobriram que todos têm a capacidade de inibir a infecção viral nas células. (Será que é por isso que os Ecofascistas: globalistas do WEF desejam arruinar o consumo de bebida popular do mundo?)

Curiosamente, a adição de leite ou açúcar não afetou as propriedades antivirais do café. Mesmo o café descafeinado mostrou eficácia na interrupção da infecção por SARS-CoV-2. Os pesquisadores enfatizaram a importância de consumir café dentro de seis horas para obter o máximo de benefícios.

Os mecanismos de proteção do café contra a infecção incluem a inibição da capacidade da proteína spike viral de se ligar à enzima conversora de angiotensina humana 2 (ACE2) nas células humanas. Além disso, reduz a atividade da serinoprotease 2 (TMPRSS2) e da catepsina L (CTSL) transmembrana.

Café: propriedades antivirais também presentes nas folhas do café


Em um segundo estudo, a mesma equipe de pesquisa de Taiwan explorou as propriedades antivirais das folhas de Café arábica, descobrindo que podem inibir a entrada do SARS-CoV-2 nas células humanas. Os fitoquímicos presentes nas folhas, como ácido clorogênico, cafeína, ácido quínico e mangiferina, desempenham um papel crucial nesse processo.

O café, além de seu potencial antiviral, também apresenta benefícios à saúde, de acordo com o professor emérito Jin-Jian Zhang, da Faculdade de Medicina da Universidade Nacional de Taiwan. Ele destaca que o consumo diário de café pode aliviar a inflamação, aumentar a imunidade e reduzir os riscos de doenças cardiovasculares e câncer.


Zhang ressalta que a associação do café com a longevidade está relacionada aos compostos bioativos presentes nele, formados durante o processo de torra. Esses compostos exibem propriedades antioxidantes e contribuem para suas propriedades antivirais. 

O café também pode ter um impacto positivo no combate à depressão, promovendo a presença de bactérias benéficas no intestino e desencadeando a liberação de hormônios do bem-estar.

Apesar dos benefícios, Zhang aconselha a moderação na adição de leite, preferencialmente para mitigar efeitos no sistema digestivo. Pesquisas recentes indicam que o café com leite adicionado pode oferecer benefícios adicionais, ampliando sua atividade anti-inflamatória.

No entanto, o professor desencoraja a adição de creme não lácteo ou açúcar ao café, alertando para os potenciais impactos negativos desses elementos. A ciência continua a revelar os muitos segredos benéficos que uma xícara de café pode conter, destacando mais uma razão para apreciar essa bebida tão amada em todo o mundo.

Potenciais Desvantagens


Efeito Neurotóxico?: O café contém compostos como as β-carbolinas (harmana e nor-harmana) que podem inibir as monoaminoxidases, enzimas envolvidas no metabolismo da dopamina e de outros neurotransmissores. No entanto, esses compostos também se formam durante a torra do café e podem estar relacionados à prevenção de doenças.

Insônia e Ansiedade: O consumo excessivo de café pode causar insônia e aumentar a ansiedade.

Variação Individual: O limite seguro de consumo de café varia de acordo com o perfil de cada pessoa. Alguns estudos indicam que até quatro xícaras por dia são aceitáveis, mas o consumo excessivo (como seis xícaras) pode estar associado a risco aumentado de demência e derrame.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Siga-nos: | | e | Nos Apoie: Doar

OBTENHA aqui o Extrato de Própolis Verde com essa combinação: Vitamina B, E, C, D3, A, Selênio e Zinco. Aumente suas defesas naturais! Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui. Fortalece o sistema imunológico, Poderosa ação antioxidante (antienvelhecimento), Atua contra o processo de inflamação do organismo - anti-inflamatório, Combate problemas de saúde ocasionados nas vias respiratórias e Tem poderosa ação antifúngica, antibiótica, acelerando a cicatrização
Fechar Menu
Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco, Imunidade e Proteção, Fortalvit, 60 Cápsulas

VER

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR