Surtos de Pneumonia do ‘pulmão branco’ se espalha e quais são os sintomas

Aumento de casos no país asiático fez a OMS pedir informações detalhadas sobre a situação


Surtos de Pneumonia do ‘pulmão branco’ se espalha e quais são os sintomas
O governo chinês, após pressão da Organização Mundial da Saúde (OMS), esclareceu que o surto de doença respiratória no país está sendo provocado por Mycoplasma pneumoniae, que causa um tipo comum de pneumonia bacteriana em crianças.

Ao órgão, as autoridades chinesas disseram que não houve detecção de nenhum novo patógeno fora do usual nem sintomas clínicos inesperados. O alerta sobre uma pneumonia até então não identificada foi soado pelo serviço ProMED, um portal de monitoramento de doenças.

Os casos foram registrados em diferentes localidades, como Pequim e Liaoning, cidades que ficam a quase 800 km de distância uma da outra. E havia relatos de que hospitais pediátricos estavam sobrecarregados de doentes.

Desde outubro, a China diz ter aperfeiçoado a vigilância de doenças respiratórias, cobrindo um amplo espectro de vírus e bactérias, incluindo pela primeira vez a Mycoplasma pneumoniae.

De acordo com a OMS, isso pode ter contribuído para o aumento observado na detecção das doenças em crianças.


Médicos em algumas partes dos EUA notaram um aumento nos casos de pneumonia pediátrica, alguns dos quais causados por mycoplasma, um tipo de pneumonia também observado atualmente na China, Dinamarca e Holanda.

Em Ohio, 145 casos em crianças com idades entre os 3 e os 14 anos apresentaram a doença desde agosto. Isto foi classificado como um surto devido ao número de casos estar acima da média.

Os principais tipos de patógenos que causam o surto foram identificados como streptococcus pneumoniae, adenovírus e mycoplasma pneumoniae.

Paneumonia por mycoplasma


A pneumonia por mycoplasma é frequentemente referida como “síndrome do pulmão branco” devido ao fato de fazer com que os pulmões pareçam brancos nas radiografias.

Também é conhecida como “pneumonia ambulante”, pois pode ser leve o suficiente para permitir que os pacientes continuem as atividades diárias.

Conforme relatado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou que estava “monitorando” a situação na China e pediu às autoridades mais informações sobre o aumento das condições respiratórias.

As autoridades chinesas atribuíram o aumento a uma série de fatores, incluindo o fim das restrições da covid-19 , a chegada da estação fria e a circulação de agentes patogênicos como a gripe, o mycoplasma pneumoniae e o vírus sincicial respiratório (RSV).

Apesar do aumento de casos, não houve registro de morte. A maioria dos casos se recupera em casa e é tratada com antibióticos.

O que é Mycoplasma pneumoniae?


A Mycoplasma pneumoniae é uma das menores bactérias conhecidas, causadora da pneumonia por Mycoplasma, um tipo de pneumonia bacteriana.

A infecção é frequentemente vista em cenários comunitários de contato próximo, como escolas, bases militares, universidades, asilo e hospitais.


Mycoplasma pneumoniae causa pneumonia bacteriana

O Mycoplasma pneumoniae se espalha principalmente por meio de gotículas respiratórias, como secreções durante tosse, espirro e coriza.

Essa pneumonia é também chamada de pneumonia atípica porque os sintomas são diferentes daqueles da pneumonia causada por outras bactérias comuns.
Sintomas

Os sintomas costumam ser leves e aparecem ao longo de 1 a 3 semanas. A maioria das pessoas apresenta sintomas de infecção do trato respiratório superior, como:

  • febre
  • tosse
  • dor de garganta
  • congestão nasal
  • coriza

Um pequeno número de casos pode desenvolver um quadro mais grave, com febre alta repetida e tosse intensa. A OMS recomendou que as pessoas na China reforcem as medidas preventivas, como higiene das mãos e uso de máscaras. Atualmente, não existe vacina específica disponível para a prevenção da infecção.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Fechar Menu