Coletividade Evolutiva , Esse chá pode ajudar a eliminar gordura do fígado, prevenir o câncer, doenças do coração e diabetes , Bem-estar , Curas-naturais , Ervas medicinais ,

Esse chá pode ajudar a eliminar gordura do fígado, prevenir o câncer, doenças do coração e diabetes

O chá verde, tanto o Chá Preto, proporciona diversos benefícios à saúde, ajuda a prevenir diversos tipos de câncer, doenças do coração e diabetes


Esse chá pode ajudar a eliminar gordura do fígado, prevenir diversos tipos de câncer, doenças do coração e diabetes

Quantas vezes você já ouviu falar sobre os benefícios do chá verde para a saúde? Pois bem, uma recente pesquisa da Universidade Estadual da Pensilvânia lançou luz sobre mais um desses benefícios: a melhoria na saúde do fígadoO estudo demonstrou que a combinação de extrato de chá verde e exercício físico pode reduzir a gravidade de uma doença grave do fígado em até 75%.

O chá verde é uma bebida feita a partir das folhas frescas da planta Camellia sinensis. O chá verde, tanto o Chá Preto, proporciona diversos benefícios à saúde, como ajudar a prevenir diversos tipos de câncer, doenças do coração e diabetes, além de promover a perda de peso e melhorar a disposição física e mental.

Os benefícios do chá verde se devem ao fato dessa planta ser rica em compostos fenólicos, catequinas e flavonoides, além de conter cafeína, que atuam como antioxidantes e exercem ação hipoglicemiante, antiobesidade, anti-inflamatória, antibacteriana, antiviral, antimutagênica, diurética e estimulante.

O chá verde pode ser encontrado em supermercados, lojas de produtos naturais ou farmácias na forma de pó solúvel, saquinhos de chá ou cápsulas. - Você pode obter chá verde em saquinhos aqui (Chá Verde Tradicional 15 Sachês) - basta ferver a água e adicionar em uma xícara e adicionar o saquinho e aguardar entre 3 a 5 minutos e pronto.

Qual doença o chá verde ajuda a tratar?


A doença em questão é a doença hepática gordurosa não alcoólica, uma condição delicada ligada à obesidade. Infelizmente, a doença tem afetado cada vez mais pessoas no mundo todo, e projetam-se, então, que mais de 100 milhões de pessoas possam vir a sofrer com ela até 2030. Ainda não existe uma terapia comprovadamente eficaz para o tratamento dessa doença.

As catequinas, presentes no chá verde, possuem ação antioxidante, antimicrobiana e anti-inflamatória, que fortalecem as bactérias benéficas do intestino e combatem as bactérias ruins, mantendo a saúde do intestino e evitando, assim, o surgimento de infecções intestinais e doenças inflamatórias intestinais, por exemplo.

Além disso, o chá verde também contém cafeína, um composto bioativo que estimula os movimentos naturais do intestino, facilitando a eliminação das fezes e ajudando a combater a prisão de ventre. (Relacionado: Estudo revela esses dois chás que podem inativar várias subvariantes da COVID-19)

O que o estudo revelou?


A pesquisa, conduzida pelo professor de Ciência Alimentar, Joshua Lambert, e publicada no Journal of Nutritional Biochemistry, utilizou camundongos em seus experimentos. Uma parte dos camundongos acabou alimentada com uma dieta rica em gordura por 16 semanas. Durante o período, alguns camundongos estiveram sendo tratados com extrato de chá verde e tiveram incentivo para praticar exercícios físicos regulares.

O resultado foi animador: esses camundongos apresentaram apenas um quarto de depósitos de gordura nos fígados se comparado ao grupo controle (camundongos que não receberam o tratamento).

Em grupos onde os camundongos acabaram tratados apenas com extrato de chá verde ou apenas com exercícios, houve uma redução de aproximadamente metade da gordura no fígado.

Mas o mais fascinante foi que os animais que combinaram o consumo do extrato de chá verde com a prática de exercícios, apresentaram níveis mais altos de lipídios e proteínas em suas fezes, indicando uma nova forma de processar nutrientes em seus corpos.

Afinal, como isso acontece?

Segundo Lambert, os polifenóis presentes no chá verde interagem com enzimas digestivas no intestino delgado que, por sua vez, inibem parcialmente a quebra de carboidratos, gorduras e proteínas.

Isso significa que, se os nutrientes não são completamente digeridos, a gordura e as calorias associadas a ela passam pelo sistema digestivo e acabam sendo eliminadas nas fezes. Assim, ao mesmo tempo que o chá verde e os exercícios físicos ajudavam na queima de gordura, também evitavam o acúmulo de novas gorduras no fígado.

Lambert reforça que embora os resultados sejam promissores, os testes em humanos ainda não foram realizados no campo clínico.

Por isso, a recomendação é ter cautela na ingestão de chá verde como forma de tratamento para a doença hepática gordurosa não alcoólica. Além disso, o estudo reforçou a importância da prática regular de atividades físicas para a manutenção da saúde.

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR