CDC empurrará injeções anuais de tecnologia mRNA COVID - que pode acelerar o despovoamento

Diretora do CDC já está pressionando por vacinação global ano a ano - o que potencialmente acelerará mais danos induzidos por "vacinação defeituosa".


CDC empurrará injeções anuais de tecnologia mRNA COVID que pode acelerar o despovoamento

Não mostrando remorso pelos danos infligidos pelas vacinas (COVID-19), a nova diretora dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) – Dra. Mandy Cohen – já está pressionando por vacinação global ano a ano - o que potencialmente acelerará mais danos decorrentes da "vacinação defeituosa".

A nova diretora do CDC já está cogitando empurrar armas genéticas e atualizações genéticas intermináveis de vacinas para a população - híbridos. 
Apesar da destruição da integridade científica sob a "vacinação emergência" global e a aniquilação da ética médica durante os mandatos de vacinas de governos de todo o mundo ainda não foram resolvidas. 

Quando o Spectrum News questionou a diretora do CDC, Mandy Cohen, sobre as vacinas COVID anuais, ela respondeu: 

"Estamos apenas no precipício disso, então não quero me antecipar onde nossos cientistas estão aqui e fazer esse trabalho de avaliação, mas sim, prevemos que a COVID se tornará semelhante às vacinas contra a gripe, onde você terá que receber sua vacina anual contra a gripe e receberá sua vacina COVID anual".

A orientação oficial do CDC sobre essa questão deve chegar no início ou meados de setembro. O CDC se recusa a abordar o aumento histórico de lesões por vacinas nos últimos três anos e não reconhece os perigos do mRNA sintético, das nanopartículas lipídicas, da transcrição de armas biológicas em células humanas ou da subversão do sistema imunológico inato. Os danos imunológicos causados pelas vacinas e reforços subsequentes são ignorados.

O painel consultivo da agência reguladora americana Food and Drug Administration (FDA) sobre vacinas e produtos biológicos relacionados já decidiu que uma vacina COVID anual será necessária para que as pessoas funcionem na sociedade. A FDA - equivalente a Anvisa aqui no Brasil - também recomenda dois reforços anuais para crianças pequenas, adultos mais velhos e aqueles com sistema imunológico comprometido. - Apesar da OMS alertar para aumento preocupante de casos de miocardite em bebês

A nova diretora, 
Dra. Mandy Cohen,  trabalhou anteriormente para o Departamento de Saúde e Serviços Humanos na Carolina do Norte. Durante o escândalo da COVID-19, ela se dirigiu rotineiramente à comunidade sobre a segurança e eficácia das máscaras faciais, distanciamento social e vacinas. Hoje, ela está amplificando essa mesma mensagem quebrada no CDC, como se essa mensagem cansada e desgastada restaurasse a confiança do público na agência sitiada. 

Em março de 2023, a Harvard T.H. Chan School of Public Health realizou uma pesquisa para entender se os americanos ainda confiam no CDC com sua saúde. Aproximadamente um quarto de todos os americanos tem pouca ou nenhuma confiança na agência, e a maioria dos americanos agora está ignorando os conselhos da agência, especialmente quando se trata de novos reforços.

Dra. Mandy Cohen está mais preocupado com o novo descaso dos americanos com as vacinas. "Estou muito preocupada com os pais não vacinarem as crianças", disse.

Tanto a FDA quanto o CDC  e outras autoridades de saúde pública continuam a empurrar o terror biológico, mentiras e o armamento genético sobre a população para infecções que podem ser efetivamente tratadas e superadas.  
Ainda assim, a nova diretora do CDC acredita que o CDC está protegendo os Estados Unidos e o resto do mundo com seu esquema vacinal cada vez maior para crianças e adultos.

Esta é a "ciência fraude" da vacinação em plena exibição. 


Todas as crianças, jovens adultos, adultos e idosos que sofrem de inflamação cardíaca,  parada cardíaca súbita e morte são sacrifícios humanos por uma narrativa de vacina "segura e eficaz" que continua a persistir sem consequência ou recurso. O corrupto CDC e autoridades de saúde pública continua operando, mesmo depois de trabalhar com as Big Techs para suprimir a verdade. (Veja também: CDC: milhares de crianças feridas após vacinas COVID-19: 397 sofreram inflamação cardíaca)

Essas vacinas serão necessárias todos os anos porque NUNCA interromperam a transmissão de um suposto novo vírus; NÃO fornecem imunização adequada; e NÃO previnem infecção ou doença grave - pelo contrário. Assim como a vacina contra a gripe, a vacina contra a Covid se tornará um "benefício" anual para as empresas de vacinas que buscam lucrar com o medo, a ignorância e o sofrimento que tomou conta da população.

Conforme relatamos, o Dr. Chris Alan Shoemaker, um médico licenciado com mais de 45 anos de experiência em medicina de emergência, saúde militar e medicina familiar, afirma que as injeções de mRNA são particularmente prejudiciais para as crianças. “Seu filho de 10 a 14 anos tem agora, por estatísticas comprovadas do Reino Unido, 100 vezes mais chances de morrer nos seis meses seguintes do que uma criança não vacinada”, diz ele, citando dados do Escritório de Defesa do Reino Unido. 
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Suplemento Multivitamínico

Fechar Menu