Após vacinas corona: surtos "misteriosos" de mortes entre crianças por infecções bacterianas no Reino Unido

Infecções bacterianas: onda misteriosa de mortes entre crianças no Reino Unido


Após vacinas corona: surtos "misteriosos" de mortes entre crianças por infecções bacterianas no Reino Unido

A mídia britânica está se revirando para explicar a pandemia das consequências das vacinas corona: em muito pouco tempo, várias crianças no Reino Unido morreram recentemente de infecções por estreptococos A. Semelhante ao vírus RSV, essas bactérias geralmente causam doenças leves, se houver. Os médicos atribuem a onda de doenças às consequências das medidas da coroa. Mas sabemos que as vacinas corona são essas consequências se manifestando em todo o mundo.

Especialistas em saúde dizem que a maioria das internações hospitalares é dominada pelos coronavírus sincicial respiratório (RSV), rinovírus e enterovírus, que causam principalmente sintomas semelhantes ao resfriado, incluindo coriza, espirros, tosse e febre - semelhante a alguns dos sintomas de Covid / eventos adversos de vacinas Covid.

A onda de infecções do RSV entre crianças, que foi relatada nos EUA juntamente com outras doenças, denominaram (Tripledemia) há algumas semanas, agora também chegou à Alemanha: o mainstream agora alerta repetidamente sobre hospitais infantis cheios e, com base nisso, faz não as novas, mas as mesmas propagandas de "proteção" que fizeram com o Corona. - Sem faltar é claro, a propaganda de novas vacinações. . 

Foram as medidas do Corona e vacinações que prejudicaram o desenvolvimento do sistema imunológico de adultos e crianças e as tornaram mais suscetíveis a doenças. O alarmismo lembra suspeitosamente os primeiros dias da chamada pandemia, o que faz soar o alarme para muitos cidadãos. O RSV de repente se tornou um vírus assassino? Não, recentemente tranquilizou a pediatra Dorothea Thule apontou que esse vírus geralmente só pode se tornar realmente perigoso para crianças pré-doentes ou bebês prematuros.

"Infecções mortais" com bactérias comuns


Se você ler os relatórios da mídia britânica, no entanto, não é apenas o vírus RSV que está afetando as crianças no momento. Supostamente, mais e mais crianças estão morrendo de infecções bacterianas como parte de uma “ disseminação mortal ”. Os estreptococos do grupo A (“Strep A”) teriam ceifado nove vidas na Grã-Bretanha – a última vítima, de acordo com relatos da mídia, é uma menina de cinco anos de Belfast

Ele morreu na segunda-feira de uma doença que se acredita estar ligada à infecção por Strep A. Oito outras crianças no Reino Unido já haviam morrido de complicações de tal infecção desde setembro - sete na Inglaterra e uma no País de Gales.

A bactéria Strep A (“Streptococcus do Grupo A”) é comumente encontrada na garganta e no nariz. A bactéria é extremamente difundida e inúmeras pessoas a carregam sem saber porque não causa nenhum problema de saúde. Se houver doenças causadas por Strep A (amigdalite ou escarlatina são possíveis, por exemplo), elas geralmente são leves. Os sintomas típicos incluem febre, amígdalas inchadas, dor ao engolir e erupções cutâneas. Somente em casos extremamente raros as bactérias podem entrar na corrente sanguínea e levar a doenças mais graves, como a sepse.

Médicos como o médico irlandês Dr. Scott Walkin aponta explicitamente que doenças graves causadas por Strep A são muito raras. Eles atribuem o aumento da onda de infecções às medidas corona. Como Walkin discutiu:

A provável explicação para o aumento de muitos vírus, como RSV e influenza, com a influenza chegando no início deste ano, e também para o aumento do número de infecções graves por Strep A, provavelmente se deve à exposição reduzida do sistema imunológico a essas infecções durante os bloqueios. 

Com o sistema imunológico, é um pouco como se exercitar, ir à academia ou correr. Quando o sistema imunológico não é desafiado, sua capacidade de lidar com infecções diminui um pouco. Mas um grande destruidor do sistema imunológico foi infiltrado na população mundial por meio de injeção corona, ela afeta e destrói o sistema imune inato e, isso é que está levando tantas mortes por outras doenças e tantas doenças aparecendo misteriosamente ao redor do mundo.

Mas mesmo que as medidas tenham prejudicado o sistema imunológico: Esta condição não é permanente (a menos que medidas sejam impostas novamente na loucura de vírus e bactérias). Além disso, nenhuma criança deveria ter sido completamente isolada de quaisquer patógenos durante a chamada pandemia - então elas teriam que ser alojadas em uma sala limpa. O risco de o próprio filho morrer de supostas "infecções letais" causadas por vírus RSV ou estreptococos A deve continuar a ser avaliado como correspondentemente baixo.

As circunstâncias exatas das mortes trágicas entre crianças na Grã-Bretanha permanecem em grande parte no escuro - como é o caso de muitas das chamadas mortes por corona. Alguns casos - como o de Hanna Roap , de apenas sete anos , que morreu repentinamente 24 horas após desenvolver uma tosse leve - ainda estão sendo investigados. As autoridades da Grã-Bretanha pedem aos pais que prestem atenção a possíveis sintomas de doenças em seus filhos e procurem ajuda médica em caso de doenças graves. Também aqui o pânico será sempre o guia errado.- Referência: Report24
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Uma pequena pausa antes de continuar


Este site usa cookies e outros serviços para melhorar sua experiência. Ao usar nosso site, você concorda com nossa Política de Privacidade e Termos.