Coletividade Evolutiva , Brasil sob a tirania: Índios alertam que “haverá sangue” se chefe não for libertado , Brasil , Ciência , Governo , Ivermectina , Sociedade , Sociedade e governo ,

Brasil sob a tirania: Índios alertam que “haverá sangue” se chefe não for libertado

O tirano sob a proteção do (STF) está perseguindo milhares de brasileiros patriotas e índios que protestam contra o golpe nas urnas.


Brasil sob a tirania: Índios alertam que “haverá sangue” se chefe não for libertado

O tirano sob a proteção da Suprema Corte brasileira (STF) está perseguindo milhares de brasileiros patriotas e índios que protestam contra o golpe nas urnas e por sua privação de direitos, enquanto as ONGs ocidentais de “direitos humanos” permanecem vergonhosamente silenciosas. Mais quatro índios foram presos pelo crime de liberdade de expressão. Os apoiadores estão unidos e proclamaram que “haverá sangue” se o cacique Xavante Serere não for libertado.

A mídia corporativa nacional e internacional se recusa a noticiar a revolta massiva de milhões de pessoas no Brasil contra as eleições presidenciais fraudulentas realizadas no final de outubro. A imprensa globalista decidiu que Bolsonaro deve sair, assim como decidiu que o presidente Donald Trump deve sair.

O líder do protesto indígena brasileiro, Cacique Sererê, foi violentamente agredido e levado pela polícia. Sererê tem liderado protestos contra o golpe nas urnas e a tomada comunista do país. A prisão brutal do chefe Serere Xavante diante de sua esposa e filhos na segunda-feira, que o abusivo ditador por trás da Supremo Tribunal usurpando o seu poder, usou como pretexto para incitar a violência e enviar provocadores para tumultos, conforme relatado. 

Em discurso do ministro do STF, Dias Toffoli, o ministro Alexandre de Moraes “foi flagrado rindo de todas as pessoas que vai prender e multar”, relata o Destruição Criativa . Sorrindo, Moraes disse que “ainda tem muita gente para prender”. Este homem é um juiz, um Ministro do Supremo Tribunal Federal. Você acha normal um juiz se comportar e falar dessa maneira? Sinceramente, não acho normal. Isso precisa ser mostrado ao mundo. É um escândalo:


O advogado Ricardo Vasconcelos recorreu à Corte Interamericana de Direitos Humanos no caso do cacique Serere Xavante: “A prisão de Serere constitui crime nos artigos 58 e 59 do Estatuto 6001/73, agravado pelo fato de ser líder tribal , e viola o devido processo legal e a condição jurídica especial do indígena. 

Pela primeira vez na história moderna, um líder dos povos indígenas é preso pelo crime de liberdade de expressão, e seus advogados não podem nem defendê-lo, porque não sabem de que crime ele é acusado. Este é o sinal de um regime tirânico, em que qualquer pessoa com opinião divergente pode ser presa. A acusação de colocar em risco a democracia não é crime, porque não está definida”.

Indígena manda recado para Bolsonaro: "Nesses 42 dias fizemos nossa manifestação de forma pacífica.. até agora, mas infelizmente esse pessoal que se acha dono do país vem fazendo essas atrocidades. Se o senhor não ordenar a soltura do nosso cacique, será derramado sangue", disse.


As autoridades estão exercendo mandatos criminosos contra a constituição e contra os patriotas que lutam para defender sua pátria de forma pacifica - por enquanto!


Falando em Brasília, o pastor -chefe Kleber , da mesma tribo de Serere, disse que eles estão escondidos em barracas do lado de fora do Comando Militar do Planalto com medo de serem presos. “Os caciques índios estão sendo perseguidos pelo Tribunal Superior Eleitoral”, disse Kleber. “A polícia nos trata como criminosos, mas na verdade são os policiais que estão agindo como criminosos.” Mais quatro índios teriam sido presos ontem.

“Peço aos tribunais internacionais que intervenham em nosso nome”, disse Kleber. “Se você ama o Brasil, se você ama o seu país, fale por nós”, disse ele, convocando todos os indígenas brasileiros para apoiar os protestos. não conseguirem parar os comunistas, daqui a um ano o Brasil estará como a Venezuela”.

Muitos índios brasileiros apoiam o presidente Bolsonaro porque ele os respeita e os protege contra os ativistas ocidentais do “Clima” que querem fazê-los viver na Idade da Pedra e tirar os direitos de seu território em nome do “meio ambiente”. Vergonhosamente, “jornalistas” esquerdistas permanecem completamente calados sobre a perseguição do tirano usurpador da Suprema Corte/ STF aos milhões de brasileiros patriotas e  indígenas, apenas querendo proteger seu corrupto e criminoso candidato comunista proclamado pelo povo como "Lula ladrão, seu lugar é na prisão".

Na quinta-feira, 8/12, manifestantes indígenas liderados por Serere Xavante entraram em confronto com policiais na via de acesso ao aeroporto de Brasília ao serem atacados por um esquerdista que tentava atropelá-los com seu carro:


Líderes indígenas que participaram dos protestos patrióticos em Brasília pediram ajuda aos tribunais internacionais para acabar com os abusos que vêm ocorrendo por parte dos ministros do Supremo Tribunal Federal, liderados pelo ministro Alexandre de Moraes.

Depois de acampar na capital por mais de 40 dias, eles viram o cacique Serere, um dos líderes do protesto, ser preso na segunda-feira pela Polícia Federal, a mando de Moraes.

Líderes indígenas falaram com a GN USA WEBTV sobre sua luta pelo futuro do Brasil:


“Nosso Brasil está passando por uma fase sombria, impulsionado por um sistema corrupto. Nessa mobilização civil, toda a sociedade, independente de etnia, está envolvida. Seja índio, preto, branco, amarelo. Uma grande grande família, dentro do princípio que representa o nosso país, sob a bandeira verde e amarela.

Começamos a expressar nossa angústia e indignação com o que vem acontecendo com nosso país há décadas.

Essas pessoas que estão corrompidas por um sistema criminoso, estão fazendo de tudo para voltar ao poder, prejudicando sua própria pátria.

Estamos mobilizados e protestados há 43 dias, seguindo a constituição brasileira, por Deus, pátria, família e liberdade.

Todo esse tempo conseguimos mobilizar gente de bem em frente ao quartel-general do Exército em Brasília.

Dentro dessa jornada de protesto, tudo sempre foi feito de forma ordeira e pacífica, a fim de libertar o Brasil desse sistema comunista, socialista que é contra a nossa pátria.

Essas pessoas estão cometendo atrocidades contra os povos indígenas nativos, sem nenhum critério constitucional, desrespeitando a família e os filhos, que só querem ser livres. Queremos ter nossos territórios preservados, participar da formulação de políticas públicas e preservar nossa liberdade, não só de expressão, mas a liberdade de viver com dignidade, liberdade de poder ser produtivo, de ter economia e sustentabilidade. Isso é o que muitos brasileiros querem.

Mas neste sistema corrupto, fomos censurados, oprimidos e ameaçados, física, psicológica e emocionalmente.

A prisão do cacique Serere causou revolta, pela forma como foi realizada, de forma autoritária e inconstitucional.

“Nosso grande líder tradicional Serere, que estava falando a verdade, lutando para exercer a democracia, a justiça justa e a liberdade de expressão, para que pudéssemos conduzir nosso país de forma verdadeira e atenciosa com todos. Ele lutou contra esse sistema que só tem interesses próprios.

É isso que o ministro Alexandre de Moraes quer suprimir.

Prendem parcelas da população, multando bons trabalhadores que geram economia e alimentos para o Brasil e o mundo.

Nós somos os proprietários originais desta terra. Há 522 anos fomos invadidos.

Havia milhões de indígenas brasileiros. Hoje somos uma minoria. Mas estamos resistindo. E queremos compartilhar o que o Brasil tem hoje. Com justiça.

Nosso cacique Serere foi preso inconstitucionalmente Alexandre de Moraes mandou sequestrar nosso cacique Serere. Agora estamos pedindo ajuda.

Ajude-nos. Se permitirmos que isso aconteça, esse demônio nos destruirá. Nestes 45 dias de protestos pacíficos e ordeiros, uma mobilização familiar, nenhum incidente ocorreu. Já protestamos muitas vezes, pedindo que as Forças Armadas façam alguma coisa.

Conclamamos o presidente Jair Messias Bolsonaro a agir em favor da pátria, em favor do povo brasileiro”.

Outro líder dos povos indígenas apela diretamente aos tribunais internacionais por ajuda:

“Este é um pedido de ajuda de todos os povos indígenas do nosso país.

Sabemos que nosso país é fantástico. É maravilhoso. Nossa terra, nossa fauna, nossa flora, nossa vida é maravilhosa.

Mas estamos em uma nova fase do mundo, onde as pessoas estão a mercê de um sistema corrupto que quer nos prender, nos aprisionar como animais em uma jaula.

Alexandre de Moraes não quer saber das nossas leis. Ele é a lei.

E se o tribunal internacional não nos defender, morreremos.

Nosso país está passando por seus piores dias. Se nada fizerem, o que será do futuro do Brasil, que ainda é o celeiro do mundo?

Exigimos justiça para nós mesmos, porque nossas leis foram quebradas. Moraes é ditador, por motivos partidários, ego, vaidade e financeiro também.

Nosso país é rico. Mas tem gente acima de nós, tirando nosso direito de trabalhar, de viver, de criar nossos filhos.

Há uma polícia de esquerda que está operando contra nós. O comunismo está destruindo tudo. E agora vem contra nós povos indígenas. Não estamos sendo tratados como cidadãos, mas como criminosos. Nosso líder foi preso.

Não há mais liberdade. Não há mais respeito. Eles estão tentando nos destruir e estão conseguindo. Então pedimos ajuda.

O que pedimos é o direito de viver nesta terra sagrada. Levante-se, porque este é o momento. Estamos lutando contra o sistema, e esse sistema é mundial”.

“Estamos aqui há mais de 40 dias. Não somos apenas indígenas, somos cidadãos brasileiros que amam nosso país, nossa bandeira. Queremos viver livres sem que ninguém nos diga como viver. Somos a voz do nosso povo. E somos perseguidos por falar a verdade. Vemos bandidos coroados como salvadores da pátria, gente de bem, gente trabalhadora, sendo tratada como bandida por falar a verdade, por pedir liberdade. É por isso que imploramos que você nos ajude. Um ditador quer fazer suas próprias leis. Nosso único crime é falar a verdade. Isso incomoda muita gente.

Estamos muito zangados com a forma como Serere foi apreendido e levado para a prisão. Ele foi preso como um bandido.

Aqui a gente vê gente boa sendo tomada como bandido e bandido sendo coroado ”, diz outro cacique.

Outra liderança lembrou que os índios estão no Brasil há mais de 500 anos, mas não são mais respeitados. “Sinto-me encurralado porque somos chefes. Nós, os povos indígenas, estávamos no comando no Brasil. Quando eles chegaram, nós já estávamos aqui. Mas não éramos egoístas. O Brasil é tão grande, que recebemos de braços abertos aqueles que fogem de seu país.

Mas hoje é uma pena, porque os políticos estão corrompidos por esse sistema. Eles não prenderam o chefe Serere, eles o sequestraram. Pedimos ajuda aos tribunais internacionais. Não temos mais o direito de ir e vir? Eles prendem aqueles que se manifestam pacificamente. Até quando isso vai acontecer em nosso país – que um bandido tem mais direitos como cidadão do que o povo trabalhador. Tribunal internacional, ajude-nos, porque nosso país está sendo governado por um criminoso. Não vamos desistir. O Brasil é o nosso país.

Estamos sofrendo nas mãos desses bandidos corruptos, que não têm autoridade. Pedimos aos deputados e senadores que nos representassem, mas só tem bandidos. Vemos pessoas passando fome na Venezuela. É isso que eles querem no Brasil. Mas não vamos aceitar isso.

Por que Serere foi preso? Ele matou alguém? Ele estuprou alguém? Não. Essas são as pessoas que deveriam estar na cadeia.

Eles querem que esse povo tome conta do nosso Brasil, mas nós não vamos deixar. Aqui nascemos, aqui vivemos e aqui morreremos pelo nosso Brasil” , acrescenta outra liderança indígena.


Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR