Sistema imunológico destruído: crianças agora estão lotando hospitais com múltiplas infecções

Um novo relatório dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) mostra um nível sem precedentes de vírus do resfriado entre menores de 18 anos

Sistema imunológico destruído: crianças estão lotando hospitais com resfriados comuns

Os fanáticos do confinamento podem se orgulhar de si mesmos: as “medidas de saúde” na chamada pandemia levaram a um enfraquecimento sem precedentes do sistema imunológico. Isso tem consequências graves, especialmente para as crianças. Em muitos casos, eles estão tão gravemente doentes com resfriados que não representam um problema para uma criança com o sistema imunológico intacto. No entanto, surtos de doenças pós-vacinas covid estão disparando em todos os lugares que as injeções de covid foram administradas — isso será o resultado de eventos adversos de longo prazo que não foram previstos? 

Os especialistas não estão surpresos com os desenvolvimentos atuais. Dr Scott Roberts, diretor médico da Universidade de Yale, explicou ao Daily Mail que as medidas de bloqueio estão privando as crianças da oportunidade de construir imunidade a patógenos comuns. Além disso, havia a exigência de máscara e, ao longo disso, o aumento das vacinações genéticas para crianças cada vez mais jovens – ambas conhecidas por seus efeitos negativos no sistema imunológico. Especialistas alertaram repetidamente que essas medidas se vingariam – mas não foram ouvidos.

Já em junho, os médicos também haviam acionado o alarme porque as crianças nas clínicas não estavam mais apenas sofrendo de um vírus do resfriado, mas tinham múltiplas infecções incomuns com até três vírus ao mesmo tempo.

Um novo relatório dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) mostra um nível sem precedentes de vírus do resfriado entre menores de 18 anos em agosto de 2021. Para a análise, o CDC coletou amostras de vários hospitais infantis nos Estados Unidos e, com base nelas, criou estimativas de quão disseminados são certos vírus. 

Após as duras medidas de bloqueio e vacinações covid nos meses anteriores, os vírus do resfriado, como o vírus sincicial respiratório (RSV), estavam crescendo:Na época do estudo, havia quase 700 crianças com doenças respiratórias nas sete clínicas analisadas, e cerca de metade testou positivo para RSV. Todas as crianças estavam com sintomas, mas isso não significa necessariamente que elas precisavam estar lá por causa do vírus. No entanto, os valores calculados são anormalmente altos: normalmente, infecções por RSV e patógenos semelhantes se acumulam no inverno, não no verão. 

Então, qual à razão de tantas crianças agora sofrerem sintomas semelhantes pós-vacinas covid?


O fenômeno não se limitou ao verão de 2021. Dados recentes do CDC mostram que um número incomumente alto de crianças pequenas está se apresentando ao pronto-socorro por problemas respiratórios. O Daily Mail relata que os hospitais infantis se encheram cada vez mais de crianças menores de quatro anos com doenças respiratórias em setembro - muito mais cedo do que o habitual. 

O Hospital Infantil de Wisconsin também está preocupado com o aumento das taxas de hospitalização para crianças pequenas. Reportagens da mídia estão se acumulando láde acordo com os casos de RSV em particular: A doença realmente leve atinge bebês e crianças com tanta força que eles precisam ser internados no hospital por falta de ar. Os números levantam preocupações entre os profissionais médicos de que a situação pode piorar ainda mais no inverno, quando supostamente resfriado comum realmente ocorre.

No entanto, em vez de garantir que os erros da chamada pandemia não se repitam, países como Alemanha e Áustria estão mais uma vez confiando nos requisitos de máscaras e, assim, arruinando cada vez mais o sistema imunológico de crianças e adultos. 

Nos EUA, também, alguns são a favor do retorno às máscaras obrigatórias, o que se reflete em tendências temporárias do Twitter, como “#BringBackMasks”. Em alguns casos, o crescente número de crianças hospitalizadas é até usado como motivo - embora o caminho só tenha sido pavimentado por medidas inúteis, como máscaras. Essas medidas de retornar aos bloqueios e máscaras, só mostram ainda mais a fraude das chamadas vacinas... não funcionam para o que foi dito para o público!

Enquanto isso, as autoridades corruptas e lobistas da indústria farmacêutica, que lucra com o sofrimento das pessoas mal avisadas, as vacinas contra Covid para crianças ainda estão sendo anunciadas excessivamente neste país. No entanto, a Dinamarca se afastou da recomendação de vacinação para crianças, a Suécia também não terá mais uma vacina Covid para menores saudáveis no futuro.

Na Flórida, EUA, o Dr.Joseph Ladapo, cirurgião geral do Estado da Flórida, autoridade científica do Departamento de Saúde do Estado, após uma análise realizada com base em dados oficiais, estabeleceu novas diretrizes sobre a administração de “vacinas mRNA” anti-Covid19. Esta análise descobriu que há um aumento de 84% na incidência relativa de morte cardíaca entre homens com idades entre 18 e 39 anos dentro de 28 dias após a vacinação com mRNA, portanto ele não recomenda mais a vacinação. 

Se isso não for suficiente para abrir os teus olhos para o que estão fazendo com nossas crianças, somente a morte de um familiar por meio de uma vacina Covid poderá. Referência em: Report24
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Sugestão de suplemento

Postar um comentário

0 Comentários

Fechar Menu