Vacinação

Monkeypox: Você faz parte de um novo experimento se tomar a vacina da varíola

Fabio Allves
Nos Apoie: Doação
Monkeypox: Você faz parte de um novo experimento se tomar a vacina da varíola

No início da pandemia de COVID-19, as autoridades de saúde e agências reguladoras afirmavam enganosamente que as vacinas COVID eram considerados substâncias "seguras e eficazes - que os benefícios superam os riscos". Hoje o cenário revelou as mentiras contadas pelos tais.

Mas o que estamos vendo acontecer, é a grande mídia fazendo seu papel de repetição de terrorismo psicológica da COVID mudando apenas o nome para Monkeypox. Os eventos adversos vacinais da COVID, agora se tornou a pandemia Monkeypox.

E enquanto os ensaios clínicos oficiais foram conduzidos em poucos dias para determinar a “segurança e eficácia” dessas injeções (Exatamente como as da COVID), muitos questionam se as milhões de pessoas fora desses ensaios que está sendo instruídos a tomar as substâncias também não fazem parte do experimento em massa maior. De fato ainda estão! É uma posição rotineiramente evitada pela grande mídia. 

No entanto, um alto funcionário da Organização Mundial da Saúde (OMS) pareceu admitir chocantemente que um experimento em massa envolvendo o público global e o vírus da varíola dos macacos está em andamento. (Recomendado: “Monkeypox” está circulando apenas em países onde a vacina de mRNA foi administrada e está sendo usada para promover o colapso
)

Os destinatários da vacina Monkeypox serão submetidos a testes clínicos, admite funcionário da OMS


Alguém se arrisca a adivinhar quanto consentimento informado está realmente acontecendo quando se trata da nova vacina contra a varíola dos macacos? (A verdade por trás: A História Não Contada Do Monkeypox
)

Em um briefing da mídia de 23 de julho de 2022, Tim Nguyen – Chefe da Unidade de Preparação para Riscos Infecciosos Globais no Programa de Emergência da OMS – admitiu descaradamente diante das câmeras que a eficácia das vacinas contra a varíola dos macacos é efetivamente desconhecida porque “elas não foram usadas neste contexto e nesta escala antes.”

Uma visão interessante que nos faz pensar: por que essa mesma lógica não foi aplicada as vacinas COVID?

Nguyen continuou: “E, portanto, quando essas vacinas estão sendo desenvolvidas, elas são entregues no contexto de estudos de ensaios clínicos e coletam prospectivamente esses dados para aumentar nossa compreensão da eficácia dessas vacinas”.

“Fornecido no contexto de estudos de ensaios clínicos.” É uma afirmação estranha e muito diferente de dizer que os ensaios clínicos serão ou estão sendo conduzidos. Então, com essa admissão aberta, os Brasileiros estão prestes a cair em nova rodada de fraude, mentiras e enganação com a compra e distribuição de vacinas da varíola para seu novo experimento em massa - que sabemos é, na verdade, mutações de vírus aplicadas pelas vacinações COVID.

Diretor-Geral da OMS declara surto de varíola dos macacos uma emergência de saúde global, apesar das opiniões divididas do comitê de especialistas.


Logo após seu colega admitir que os destinatários da vacina contra a varíola dos macacos estão efetivamente se inscrevendo para um ensaio clínico, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou oficialmente o surto de varíola dos macacos em andamento como uma 'emergência de saúde global'. Tedros foi contra a maioria de um comitê de especialistas que votou contra a declaração (apenas 6 dos 14 membros do comitê foram a favor).

Lembremos para que servem essas declarações de saúde pública e iniciativas de vacinação experimental em massa: uma doença viral rara e geralmente leve que tem uma taxa de sobrevivência de 99%, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA.

Não, não queremos que as pessoas peguem doenças virais, mesmo que sejam leves. Mas esse “surto” realmente justifica tal alarme e um impulso tão imediato para compras, distribuição e vacinação experimental em massa? Claro que não!

Em um comunicado à imprensa de 21 de julho, o Departamento de Saúde da cidade de Nova York anunciou que aproximadamente “26.000 doses adicionais [da vacina JYNNEOS TM ] foram entregues à cidade de Nova York como parte da Fase 2b do governo federal e estadual, e serão distribuídas via clínicas, locais de vacinação em massa e referências baseadas na comunidade”. 

O Departamento de Saúde de Nova York acrescenta que “os casos atuais estão se espalhando principalmente entre as redes sociais de gays, bissexuais e outros homens que fazem sexo com homens”.

Se você estava se perguntando, “Fase 2b” refere-se aos ensaios clínicos de Fase 2 atualmente sendo conduzidos pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID) administrado por Fauci . Além disso, a vacina JYNNEOS TM “apresenta uma forma atenuada (enfraquecida) do vírus vaccinia vivo”, de acordo com o NIAID. O vírus vaccinia é um vírus diferente da família da varíola.

A agenda globalista sob varíola dos macacos: É TERRORISMO PSICOLÓGICO para manter a humanidade paralisada com MEDO enquanto a agenda draconiana segue

COLAPSO: Monkeypox é a mais recente ferramenta usada para a grande reinicialização global

Dr. Robert Malone critica a grande mídia por espalhar mentiras sobre a varíola dos macacos

O PLANO 2020 a 2030: OMS planeja manter pandemias por 10 anos, promovendo novas doenças com vacinações infinitas
Publicidade
Publicidade

Continua após publicidade

Siga Coletividade Evolutiva nas redes sociais!
Publicidade
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor
Bill gates Coronavírus Mundo Pandemias saúde Vacina Vacinação


RECENTES