Nova ordem mundial

Analisando: globalistas querem destruir todo o abastecimento de alimentos para escravizar a humanidade

Fabio Allves
Nos Apoie: Doação
Globalistas querem destruir todo o abastecimento de alimentos para escravizar a humanidade

Agenda globalista para escravizar e destruir a humanidade está em andamento. Enquanto Bill Gates estava ocupado com terras agrícolas nos Estados Unidos em uma tentativa de estabelecer o controle sobre a indústria de alimentos do país, o governo da Holanda decidiu tirar os agricultores do negócio, forçando-os a reduzir o tamanho dos rebanhos de gado em quase um terço. para aderir às regras da União Europeia sobre amônia e nitrogênio.

Esses eventos não são independentes uns dos outros, na verdade, essa é uma figura do que está por vir em um futuro breve para muitos países, incluindo o Brasil.

Como podemos perceber, toda a mídia corporativa já está decidida que o grande vencedor à presidência é o ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva, parece que eles sabem de algo que não sabemos, mas as pesquisas data-povo revelam um cenário contrário. No entanto, não significa que o atual presidente Jair Bolsonaro vencer as eleições a agenda pare, no mínimo pode atrasá-la por um pouco de tempo.

Lula já está com planos de seguir a agenda da nova ordem mundial de destruir um dos pilares que sustenta o país e fazer a nação passar fome, semelhante à agenda do governo da Holanda:

“Esse país não vai mais derrubar árvore para criar gado, plantar cana, plantar soja ou milho” – esbravejou o pré-candidato à Presidência da República - (fonte


Conforme relata o Compre Rural:


Lula ataca severamente o agronegócio brasileiro, declaradamente favorável ao governo do atual presidente, sem conhecimento de causa. Nossa produção agropecuária postula posição de destaque no quesito sustentabilidade. A importância do setor é, assim, indiscutível, pois é a partir dela que se produzem os alimentos e os produtos primários utilizados pelas indústrias, pelo comércio e pelo setor de serviços, tornando-se a base para a manutenção da economia mundial. 


De qualquer forma, eles não se importam muito com as pessoas. Isso é apenas um verniz no que ainda está por vir. Eles realmente odeiam as pessoas pobres e realmente querem que elas desapareçam. No mínimo, eles querem controlá-los. E a grande histeria de mudanças climáticas/ agenda Verde / anti-combustíveis fósseis/ anti-CO2 que é uma ótima maneira de fazer as pessoas matarem umas, as outras por punhado de comida. (Relacionado: Agenda globalista: Essa será a aquisição do controle global sobre tudo no planeta, incluindo você... se sobreviver!) 


Lula já defende uma Nova Ordem Mundial, pedindo que a Organização das Nações Unidas (ONU) que é controlada por globalistas seja a cordeadora:

 

Lula disse ser urgente, neste momento pós-pandemia, convocar uma conferência mundial, com representação de todos os Estado, e participação da sociedade civil, para definir uma nova governança global, justa e representativa. (Fonte)

 

Os globalistas estão com um plano em ação e muitos estão seguindo cegamente.


Os globalistas colocaram suas cartas na mesa para o mundo ver. Seu objetivo é eliminar o acesso ao máximo possível de alimentos reais e substituir alimentos naturais por substâncias sintéticas semelhantes a alimentos mas sem nutrientes reais. Ao tornar a população mundial totalmente dependente deles para sobreviver, o controle das massas se torna muito mais fácil.

Seja através da imposição de regulamentos destrutivos e anti-humanos aos agricultores ou permitindo que indivíduos ricos como Bill Gates comprem terras agrícolas, o fim do jogo é o mesmo. A totalidade da população estará sujeita aos caprichos dos poucos que controlam o abastecimento de alimentos.

Acrescente o fato de que Gates está comprando terras agrícolas em todo os Estados Unidos , e há ainda mais motivos para se preocupar com a consolidação de dinheiro, poder e o que alguns consideram um suprimento cada vez menor de alimentos limitado por problemas na cadeia de suprimentos decorrentes de uma pandemia orquestrada sem fim à vista.

Arrendar terras agrícolas para outros é um como um "truque" de cartas


Ao todo, Gates possui quase 300.000 acres de terras agrícolas. Mesmo que Gates cumpra sua intenção de arrendar terras para agricultores, ele se beneficiará da mais-valia gerada pelo trabalho e investimento financeiro desses agricultores.

O ponto principal é que narcisistas obcecados por controle como Gates devem ser vistos da mesma forma que corporações abutres que atacam quando os preços estão baixos ou quando os mercados estão quentes para dominar os outros, criando um negativo social líquido.

A crescente pressão contra a corporatização de alimentos


É hora de acabar com a dependência do público em um pequeno número de indivíduos e corporações ricas para seu sustento. Bill Gates é a personificação da América corporativa e o símbolo de tudo que há de errado com a indústria alimentícia. As práticas de negócios oligopolistas de Gates desviam o valor dos agricultores trabalhadores.

É hora de quebrar a confiança das terras agrícolas de Gates, encorajar um mercado competitivo e pressionar pelo bem comum em oposição ao interesse próprio míope de um homem-monstro como Gates.

Idealmente, um limite seria a porcentagem de terras agrícolas que uma pessoa ou corporação poderia possuir. No entanto, mesmo uma pequena vitória será suficiente por enquanto. O que importa é que a consciência de uma potencial crise alimentar seja aumentada e que as rodas da mudança sejam acionadas.
Publicidade
Publicidade

Continua após publicidade

Siga Coletividade Evolutiva nas redes sociais!
Publicidade
Compartilhe:
Nos Apoie com um donativo
Este artigo pode conter afirmações que refletem a opinião do autor
Brasil Fome no mundo Governo Mundo Nova ordem mundial


RECENTES