Adquira agora o e-book CULTIVANDO HORTA ORGÂNICA e  apenda tudo sobre o cultivo de hortas, do básico ao avançado,  desde o plantio até a colheita.
Últimas-notícias

"LOCKDOWN CLIMÁTICO COMEÇOU": Capital da Índia lança lockdown contra a vida das pessoas devido à névoa que ocorre todos os invernos

Últimas-notícias: "LOCKDOWN CLIMÁTICO COMEÇOU": Capital da Índia lança lockdown contra a vida das pessoas devido à névoa que ocorre todos os invernos ... Em Nova Délhi, escolas e universidades foram fechadas, e apenas os caminhões com mercadorias essenciais podem circular

Fabio Allves
Compartilhe:
"LOCKDOWN CLIMÁTICO COMEÇOU": Capital da Índia lança lockdown contra a vida das pessoas por causa de névoa que ocorre todos os invernos

A capital da Índia, Nova Délhi, parece ser o alvo para aderir à farsa da mudança climática lançando sobre seus cidadãos o lockdown climático - entrou em um confinamento inédito nesta quarta-feira, 17 lançando o "lockdown do clima" supostamente para "proteger" as pessoas. 

Dizem ser em razão da poluição no ar que eles acusam, escolas, universidades, construção civil está proibida, entre outras atividades estão fechadas por tempo indeterminado. Isso possivelmente levará ao aumento de famintos, vidas destruídas, desemprego e possivelmente quebra dos negócios, assim, como aconteceu com o lockdown Covid e a "economia veremos depois."

Nos últimos anos, alertamos que os globalistas estão usando fantoches para criar a farsa da mudança climática para estabelecer uma agenda de despovoamento planetário que visa eliminar bilhões de humanos do planeta Terra por todos os meios, principalmente pela fome, e programas de geoengenharia, tudo sobre a farsa climática e Covid.

Agora, mais que nunca, essa agenda está a todo vapor com vacinas e com a COP26 da agenda de criminalizar o carbono (CO₂ molécula que sustenta a vida das plantas no processo da fotossíntese) para impor o imposto global sobre ele e avançar a agenda globalista de escravizar o resto da humanidade.

Nova Délhi ordena confinamento das pessoas em suas próprias casas como prisão


Nova Délhi entrou em um confinamento inédito nesta quarta-feira, 17. Em razão da poluição no ar, escolas e universidades estão fechadas por tempo indeterminado. Há uma recomendação de teletrabalho, e os caminhões que transportam mercadorias consideradas não essenciais foram proibidos de circular.
Existe uma determinação feita pela Comissão para a Gestão de Qualidade do Ar para que cerca de metade dos funcionários públicos trabalhe de casa. O órgão ainda incentivou as empresas privadas a fazerem o mesmo.

A construção civil está proibida de funcionar até o domingo 21, com exceção apenas dos projetos de transporte e defesa. Paralelamente, apenas cinco das 11 centrais a carvão da cidade estão autorizadas a prosseguir operando.

Com cerca de 20 milhões de habitantes, Nova Délhi tem registrado nevoeiros tóxicos, sobretudo durante o inverno.

Nesta semana, os níveis de partículas no ar com menos de 2,5 micrômetros — mais perigosas por poderem entrar na corrente sanguínea — estão acima de 400 em várias áreas da cidade. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, os valores abaixo de 50 são considerados “bons”, e menos de 100 é “satisfatório”.

Além das escolas, cinco usinas termelétricas também tiveram suas atividades temporariamente interrompidas por ordem do painel sobre poluição do ar, subordinado ao Ministério Federal do Meio Ambiente,Florestas e Mudanças Climáticas.

A comissão estipulou também que pelo menos metade dos funcionários do governo devem trabalhar de casa e estimulou empresas privadas a fazerem o mesmo.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Veja mais sobre: , , , , ,
Compartilhe:
RELATAR ERROS:

: Ao reproduzir este artigo: Uso não comercial OK, cite | coletividade-evolutiva.com.br | com um link clicável. Siga Coletividade Evolutiva nas | REDES SOCIAIS | Apoie o nosso trabalho com uma | DOAÇÃO |
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas, questionando as raízes que constitui aparentemente nossa realidade, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tenho como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.

MAIS RECENTES