A liberdade de saúde está em risco e esse pode ser o fim da humanidade nesses experimentos em massa

Sociedade e governo: A liberdade de saúde está em risco e esse pode ser o fim da humanidade nesses experimentos em massa... Liberdade de saúde é a questão política mais quente em todo o mundo, e nosso mundo nunca mais será o mesmo depois disso

Fabio Allves
Compartilhe:
Liberdade de saúde é a questão política mais quente em todo o mundo, e nosso mundo nunca mais será o mesmo depois disso

Quem desistiria da essencial Liberdade, para comprar um pouco de segurança temporária, não merece liberdade nem segurança." - Benjamin Franklin

Estamos testemunhando uma luta global épica pela liberdade, e o resultado dessa luta moldará muito o que nosso mundo será nos próximos anos. Em última análise, um dos direitos mais fundamentais que temos é o direito de tomar nossas próprias decisões de saúde. Se outra pessoa ou organização tem autoridade para tomar essas decisões por você, então você não é realmente livre. 

Essa pandemia transformou o debate sobre a liberdade de saúde na questão política mais fortemente contestada em todo o planeta, e a intensidade parece ter aumentado mais alguns pontos nos últimos dias. À medida que governos em todo o mundo começaram a instituir novos bloqueios, novos mandatos e novos “passaportes de saúde”, vimos enormes erupções de raiva em todo o mundo.

Enquanto os brasileiros "permanecem passivos diante desse holocausto" e ditadura disfarçada de saúde pública", o passaporte sanitário vai ganhando criticas e gradualmente tomando o espaça de liberdade do povo - Em quase todo o mundo, vários países se uniram em uma só voz para defender suas liberdades, no chamado “World Wide Rally for Freedom”,(Corrida Mundial pela Liberdade) -  manifestação mundial contra as medidas draconianas e totalitárias que os governos estão impondo sobre a humanidade.
 Por exemplo, no fim de semana, houve um enorme protesto pela liberdade de saúde em Londres:

Milhares se reuniram hoje, sábado, 24 de julho, na Trafalgar Square, em Londres, para protestar contra as regras de bloqueio e as vacinações COVID-19. Uma grande variedade de palestrantes está participando do evento, incluindo a conhecida teórica da conspiração britânica, Kate Shemirani, que falou para a multidão. Os manifestantes estão irritados com a recente mudança, que fará com que os passaportes de vacinas se tornem obrigatórios na Inglaterra para acessar boates e outros locais lotados.

Ao mesmo tempo, também houve protestos massivos no coração de Paris ...

A polícia antimotim francesa lançou gás lacrimogêneo no sábado, enquanto os confrontos irrompiam durante protestos no centro de Paris contra as restrições da COVID-19 e uma campanha de vacinação, informou a televisão.

A polícia tentou repelir os manifestantes perto da estação ferroviária da capital Gare Saint-Lazare depois que os manifestantes derrubaram uma motocicleta da polícia conduzida por dois policiais, mostraram imagens de televisão.

Imagens mostram forte presença policial nas ruas da capital. As imagens também mostraram brigas entre a polícia e os manifestantes na via pública Champs-Elysees, onde gás lacrimogêneo foi disparado e o tráfego interrompido.

Do outro lado do globo, continuamos a ver protestos violentos em Sydney e em outras grandes cidades australianas ...

Milhares de pessoas foram às ruas de Sydney e outras cidades australianas no sábado para protestar contra as restrições ao bloqueio em meio a outro aumento de casos, e a polícia fez várias prisões depois que multidões romperam barreiras e jogaram garrafas plásticas e plantas.

Os participantes desmascarados marcharam do Victoria Park em Sydney até a Prefeitura no distrito comercial central, carregando cartazes clamando por "liberdade" e "verdade".

Milhões e milhões de pessoas estão fartos e recusam-se a aceitar mais violações dos seus direitos fundamentais. Mas é claro que há milhões de outros que estão abraçando ansiosamente as medidas tirânicas que foram implementadas por governos nacionais em todo o mundo. No final, a escala vai inclinar para um lado ou para o outro, e o resultado vai moldar muito a direção do futuro da humanidade.

Portanto, esperemos que a liberdade vença.


No momento, a mídia corporativa continua a trabalhar arduamente em todos os países com as mesmas narrativas para gerar o máximo de pânico possível. Hoje cedo, achei bastante cômico, se não ridículo, quando um meio de notícias publicou uma história sobre como as autoridades agora estão nos avisando que COVID pode ser transmitido por flatulência ... 
É melhor você sair correndo e fazer o que eles dizem, porque alguém sentado no banheiro ao lado pode ter gás.

O conselho oficial é abrir uma janela para aumentar a ventilação e desacelerar a disseminação da Covid, mas agora pode haver um incentivo adicional - o vírus também pode ser transmitido por flatulência.

Os ministros apontaram em particular as evidências de que a Covid pode se espalhar por pessoas que quebram o vento em espaços confinados, como banheiros. Um disse ter lido “coisas de aparência confiável sobre o assunto” de outros países, embora os cientistas do governo ainda não tenham produzido um artigo sobre o assunto.

A fonte disse que havia evidências de uma "conexão de rastreamento genômico entre dois indivíduos de um cubículo [de banheiro] na Austrália".

À Medida que vacinas vão entrando mais casos de Covid aumentam e novas doenças misteriosas, resistentes a tratamentos aparecem.


Aqui no Brasil, estamos agora sendo informados de que mais mandatos e mais bloqueios estão chegando porque "esta pandemia está saindo de controle"... Para que as vacinas estão servindo mesmo? Alastrar a pandemia para uma catástrofe humanitária, como já previram cientistas de renome! Essas vacinas que estão fazendo experimento em massa, vão matar lentamente milhões de pessoas ao decorrer das sequências vacinais de mês em mês ou ano a ano. O Dano vai ser um genocídio em massa.

Dr. Geert Vanden Bossche, por exemplo, que trabalhou com várias corporações e organizações de vacinas do mundo, incluindo a GAVI, alertou a criminosa e financiada por Bill Gates, Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre o desastre global com essa vacinação em massa de populações ao redor do mundo.

À medida que mais mandatos são instituídos por governos locais em todo o país, é inevitável que veremos protestos generalizados estourarem, assim como estamos vendo em outros países.

Enquanto isso, outras “pestes” se não por meio das próprias vacinas experimentais,  também continuam a fazer manchetes. Uma “superbactéria” resistente a medicamentos que é “resistente a todos os tratamentos existentes” está causando um certo alarme para as autoridades de saúde dos EUA neste momento ... Exatamente como as injeções da Pfizer e Moderna de tecnologia experimental de mRNA que pode causar danos permanentes.

Casos de infecção fúngica mortal resistente a todos os tratamentos existentes se espalharam por lares de idosos e hospitais nos Estados Unidos pela primeira vez, disseram autoridades de saúde. No passado, vimos casos isolados, mas agora estamos sendo informados de que parece que essa "superbactéria" está se espalhando facilmente de pessoa para pessoa...

“Esta é realmente a primeira vez que começamos a ver um agrupamento de resistência” em que os pacientes pareciam estar pegando as infecções uns dos outros, disse o Dr. Meghan Lyman, um oficial médico dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Se isso não bastasse, os cientistas confirmaram recentemente casos de Peste Bubônica "em animais e pulgas" em seis condados diferentes do Colorado...

O Departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente do Colorado afirma que houve relatos confirmados em laboratório de peste em animais e pulgas em seis condados.

Um dos seis condados com peste confirmada é o condado de LaPlata, onde um residente de 10 anos morreu de causas associadas à praga. Os exames laboratoriais já confirmaram a presença da peste em uma amostra de pulgas coletada no município, de acordo com o CDPHE.

Como já disse, acredito que entramos em uma nova era de grandes pestes, se não distribuídas por meio das vacinas  experimentais, no qual, não sabemos seus reais efeitos adversos a médio e longo prazo. Cientistas de todo o mundo está constantemente brincando com doenças mortais e, em muitos casos, estão tentando torná-las ainda mais mortais...

Compartilhe:

EXPLORE MAIS SOBRE:

Brasil | Ciência | Ciência e tecnologia | Coronavírus | Covid-19 | dinheiro | Governo | Indústria farmacêutica | manipulação | Nova ordem mundial | saúde | Saúde e medicina | Sociedade | Sociedade e governo
Fabio Allves

Autor: Fabio Allves

Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar.