Estudante de 19 anos morre do coração um mês depois de tomar as vacinas Covid-19

Vacinação: Estudante de 19 anos morre do coração um mês depois de tomar as vacinas Covid-19 - Uma universitária de 19 anos morre de problema cardíaco um mês após a segunda dose da vacina Moderna de tecnologia de mRNA

Fabio Allves
Estudante de 19 anos morre do coração um mês depois de tomar as vacinas Covid-19

Outra vítima que teve sua vida assassinada estava perfeitamente saudável antes de ser “vacinada” contra o coronavírus Covid-19 morreu após sua segunda injeção do veneno de tecnologia experimental de mRNA produzida pela Modera e Pfizer, também utilizada no Brasil. Mesmo com as evidências claras da causa de sua morte, o sistema médico se recusa a reconhecer que foi a vacina, dando como causa de sua morte a condição "chamada de rara" - miocardite.

Simone Scott, de dezenove anos, estudava em Northwestern University em Evanston, Illinois, quando decidiu fazer sua parte para ajudar a “achatar a curva” ao ser picada com a injeção de duas doses de mRNA da Moderna. Após receber sua segunda dose, Scott desenvolveu um problema cardíaco grave que exigiu um transplante.

De acordo com a Organização Nacional de Doenças Raras, dos Estados Unidos, essa condição inflamatória do coração, que pode levar à arritmia cardíaca e morte, geralmente é “resultado da reação imunológica do corpo ao dano cardíaco inicial”. Em outras palavras, a segunda injeção de Moderna de Scott parece ter danificado seu coração de forma tão grave que seu sistema imunológico encerrou o trabalho com uma reação auto-imune.

Pouco depois do transplante, Scott morreu do que os médicos agora dizem ser miocardite.


Scott recebeu sua segunda dose da seringa de Moderna em 1º de maio e, oito dias depois, em 9 de maio, Dia das Mães, ela decidiu fazer uma visita surpresa aos pais. Foi quando a mãe de Scott percebeu que algo estava errado.

“Eu percebi que ela estava meio abafada, então sua voz não era exatamente a mesma”, disse Valerie Kraimer à mídia.

Scott sobreviveu ao fim de semana e voltou ao campus na segunda-feira, 11 de maio, embora sua condição estivesse piorando. Ela visitou um médico que administrou um teste de vírus chinês, que deu negativo, mas sua situação continuou a piorar.

“Na manhã de domingo [16 de maio], ela mandou uma mensagem para o pai e disse: 'Pai, estou me sentindo tão tonta. Não consigo sair da cama ', e foi aí que tudo realmente começou a partir daí ”, lembra Kraimer.

Como os pais de Scott moram a centenas de quilômetros de distância, seu pai ligou para a polícia do campus para que alguém investigasse como ela estava.

“Percebemos que um médico tinha que ir ao seu peito e aplicar RCP porque ele estava muito ruim, e então toda a cascata de eventos aconteceu”, diz Kraimer. “Eles tiveram que entubá-la e perceberam que ela estava com insuficiência cardíaca”.

O sistema médico se recusa a reconhecer a vacina como a causa da morte de Scott, chama isso de mistério


A equipe de emergência conectou Scott a uma máquina de ECMO que imita a função do coração, o que deu a seu próprio coração uma chance de descansar. Após várias intervenções e tentativas de ressuscitação, os médicos perceberam que Scott precisava de um transplante de coração.

Scott foi então levado para o procedimento, que acabou falhando. Os produtos químicos do mRNA em sua segunda injeção de Moderna eram muito poderosos e acabaram tirando o melhor dela, embora o sistema médico se recuse a reconhecer a verdade.

A causa oficial da morte de Scott permanece “não confirmada”, sendo a miocardite a única explicação que os médicos conseguiram apresentar como explicação.
CONTINUE LENDO APÓS PUBLICIDADE
CONTINUE LENDO APÓS PUBLICIDADE

Compartilhe :Estudante de 19 anos morre do coração um mês depois de tomar as vacinas Covid-19

MARCADORES [Coletividade Evolutiva] Ciência | Ciência e tecnologia | Coronavírus | Covid-19 | Indústria farmacêutica | medicina | saúde | Saúde e medicina | Tecnologia | Vacina | Vacinação


Autor: Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. REDES:Telegram -Instagram -BomPerfil -Likabout