Cobaia humana dos experimentos de vacina Covid-19 da Johnson & Johnson sofre possível efeito colateral?

Compartilhar - estamos no |Telegram
Cobaia humana dos experimentos de vacina Covid-19 da Johnson & Johnson sofre possível efeito colateral?

A norte-americana gigante farmacêutica Johnson & Johnson teve seus experimentos de vacina Covid-19 em cobaias humanas interrompidos, porque uma das cobaias humanas possivelmente apresentou efeito colateral grave, que segundo eles "doença inexplicável", conforme confirmado pela empresa.

O gigante farmacêutico não deixou claro se a cobaia humana recebeu um placebo ou a vacina experimental, os experimentos da gigante farmacêutica é de amplitude alta, envolvendo 60.000 humanos sem qualquer confirmação de que a vacina seria eficaz, ou que não poderia causar um dano em escala nesses humanos.

A Johnson & Johnson não revelou a natureza da doença que interrompeu seus experimentos, e estranhamente mantém em censura a cobaia humana, o porque? É um misterioso -  observando em uma declaração: “Devemos respeitar a privacidade deste participante”. Uma coisa é certa, muito mais pessoas sofreram efeitos adversos, porém por medo de represaria por parte das empresas, essas pessoas ficam em silêncio.

No Brasil a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu comunicado oficial da empresa Johnson & Johnson, informando ter interrompido temporariamente o estudo clínico que investiga a segurança e eficácia de sua vacina contra a covid-19 (VAC31518COV3001).

Segundo a Anvisa, o estudo continuará interrompido até que haja investigação de "causalidade "por parte do Comitê Independente de Segurança, como parte dos procedimentos de boas práticas clínicas, que cá para nós, não tem nenhuma boa prática e ética em usar seres humanos como cobaias para experimentos imprevistos que podem causar efeitos colaterais desconhecidos.

“No Brasil, a inclusão da primeira cobaia humano nos experimentos ocorreu em 9 de outubro e novas inclusões só poderão ocorrer quando houver autorização da Anvisa, que procederá com a análise dos dados da investigação e decidirá pela continuidade ou interrupção permanente, baseada nos dados de segurança e avaliação risco/benefício”, diz a nota da Anvisa.

Também por meio de nota, a Johnson & Johnson disse que está seguindo suas diretrizes e que a doença misteriosa da cobaia humana “está sendo analisada e avaliada pelo Conselho de Monitoramento de Segurança de Dados Independente ENSEMBLE (DSMB), bem como por médicos clínicos da empresa e de segurança interna”.

Em setembro, outro ensaio para uma vacina desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford foi interrompido pela segunda vez desde o início dos ensaios em abril, após uma possível reação adversa em uma cobaia humana. O experimento foi reiniciado uma semana depois no Reino Unido e em outros países desde então, mas continua congelado nos EUA.

Os testes de vacinas em estágio final da Pfizer e Moderna continuam e devem produzir resultados este ano. Enquanto as vacinas em desenvolvimento pela Moderna e Pfizer exigiriam duas doses, a Johnson & Johnson exigia apenas uma.

No entanto, com várias empresas farmacêuticas aparentemente correndo para desenvolver uma vacina contra o coronavírus covid-19, facilitada pela Operação Warp Speed, o esforço dos governos para acelerar o desenvolvimento de uma vacina de qualquer revés está sendo observado pelas autoridades, no qual muitos clamam por uma vacina contra uma suposta doença que é facilmente tratada com hidroxicloroquina e outros tratamentos que foram de proposito, afundados do esquecimento do público, levando assim a lavagem cerebral das massas, que a única saída é uma vacina.

Não tem nada de errado aqui porque todas as vacinas são seguras e eficazes certo? Além disso, as empresas prezam pela segurança das cobaias humanas de tal forma, que pularam testes de longo prazo de vacinas em animais e indo direto para o humano sem saber o minemo possível dos efeitos desconhecidos de uma solução química no corpo, se morre ou paralisar, ou qualquer outra coisa de efeito colateral grave, eles possuem uma vacina que resolve o problema, certo? Veja: A tirania vacinal do Covid-19: não haverá recurso legal para quem for ferido por novas vacinas
Continue lendo após a publicidade
Continue lendo após a publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Compartilhar

Coletividade Evolutiva

Coletividade Evolutiva
O Coletividade Evolutiva, esta ligado ao dever e justiça de informar a sociedade de forma que ajudarão a viver melhor, enxergar através das cortinas que nos limitam o pensamento, quebrando assim as velhas formas de pensar. Examinamos o que percebemos como os problemas mais importantes em nossa sociedade atual, discutimos possíveis soluções e alternativas que podem nos ajudar a reconstruir nossa sociedade.Publicamos informações que nos desafiam o pensamento e os nossos preconceitos. | Telegram