Sua função pulmonar é um importante indicador de saúde e longevidade

Receba nosso conteúdo no | Telegram
Sua função pulmonar é um importante indicador de saúde e longevidade

Visto que nenhum de nós é imortal, o impulso de estimar quantos anos ainda nos restam é perfeitamente natural. Mas, qual é o preditor mais preciso da expectativa de vida? Alguns estudos se concentraram em fatores como o comprimento dos telômeros, enquanto outros examinaram os níveis de antioxidantes importantes, como a glutationa. Mas, acontece que a maior pista para longevidade é a função pulmonar.

Na verdade, um estudo revisado por pares apoia esse ponto de vista. E, com a COVID na mente de todos, achamos que este é um tópico muito importante para discutir. Então, hoje, vamos focar nossa atenção em como a saúde pulmonar está diretamente ligada à nossa capacidade de viver uma vida longa e saudável ou não!

A função pulmonar limitada pode ter consequências graves


A capacidade pulmonar é definida como a quantidade máxima de ar que os pulmões podem conter, enquanto a função pulmonar envolve a velocidade com que você pode inspirar e expirar. A função pulmonar também envolve a eficiência com que os pulmões oxigenam o sangue e, ao mesmo tempo, removem o dióxido de carbono.

A função pulmonar e a capacidade pulmonar podem ser medidas por um teste de espirometria. Também conhecida como teste de função pulmonar, a espirometria mede a capacidade vital forçada (CVF) dos pulmões, que envolve o tamanho do pulmão e a capacidade expiratória, e o VEF1 (volume expiratório forçado) que mede a quantidade de ar que pode ser exalada em um segundo.

Quando a capacidade e função pulmonar são limitadas, menos oxigênio entra na corrente sanguínea, nas células e nos tecidos - resultando em falta de ar, resistência reduzida e aptidão cardiorrespiratória diminuída.

Como a função pulmonar limitada faz com que o coração trabalhe mais, isso pode levar ao longo do tempo a insuficiência cardíaca e ataques cardíacos. Outros efeitos adversos incluem funções metabólicas e digestivas prejudicadas, problemas de cognição e memória, aumento da inflamação e maior suscetibilidade a infecções respiratórias.

Estudo: A capacidade pulmonar insuficiente pode dobrar o risco de morte prematura


Em um estudo de 29 anos publicado na Chest , o jornal revisado por pares do American College of Chest Physicians, os pesquisadores avaliaram a função pulmonar de 1.194 adultos com idades entre 20 e 89 anos.

Depois de ajustar para fatores como idade, massa corporal, pressão arterial, educação e tabagismo, a equipe descobriu que a capacidade pulmonar estava fortemente relacionada com todas as causas de mortalidade em homens e mulheres.

Homens com a capacidade pulmonar mais baixa tiveram uma probabilidade chocante de 2,24 vezes mais de morrer por qualquer causa do que aqueles com a capacidade mais alta, enquanto as mulheres tinham 1,81 vezes mais probabilidade de morrer.

Concluindo que a capacidade e o volume do pulmão são um “preditor forte e independente de mortalidade por todas as causas e mortalidade específica da doença”, os pesquisadores sugeriram que isso poderia ser usado como uma ferramenta importante para avaliação geral da saúde.

A propósito, este não é o único estudo que relaciona a capacidade pulmonar com a expectativa de vida. Em uma investigação anterior conhecida como estudo de Framingham, os pesquisadores descobriram que pessoas com volume pulmonar generoso eram mais saudáveis ​​e viviam mais do que aquelas com capacidade pulmonar limitada.

Aviso: muitas pessoas experimentam problemas de saúde pulmonar já aos 30 anos


Tal como acontece com tantas outras funções do corpo, a capacidade pulmonar diminui com a idade. O tecido pulmonar torna-se menos flexível, o músculo diafragma fica mais fraco e a caixa torácica pode se contrair, deixando menos espaço para os pulmões se expandirem.

Na verdade, o Dr. Adrian Draper, consultor respiratório do Hospital Spire St. Anthony, relata que a capacidade pulmonar aos 60 anos pode ser apenas dois terços do que era aos 30 anos. Além disso, doenças como doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), asma e fibrose pulmonar (cicatrizes) afetam a capacidade pulmonar.

Falando convencionalmente, a função pulmonar não pode ser melhorada. No entanto, o Lung Health Institute relata que a capacidade pulmonar - a quantidade de ar disponível para ser usada - pode ser.

O aumento da capacidade pulmonar pode fornecer uma grande variedade de benefícios à saúde - incluindo melhor defesa imunológica contra doenças, cicatrização acelerada de feridas, foco e concentração aprimorados, digestão aprimorada e eliminação mais eficiente de resíduos.

Escolhas simples de estilo de vida podem melhorar a capacidade pulmonar


Se você ainda fuma, parar de fumar é a coisa mais importante que você pode fazer para prevenir e combater a doença pulmonar obstrutiva crônica e aumentar a capacidade pulmonar. Se você tentou parar sem sucesso, não se culpe - mas não desista. Muitos ex-fumantes relatam que foram necessárias várias tentativas antes de terem sucesso.

Como o excesso de gordura pode empurrar o peito e interferir na função pulmonar, pode ser útil perder peso se você estiver com sobrepeso ou obeso. Além disso, você pode apoiar a capacidade pulmonar saudável evitando alérgenos, toxinas ambientais, fumaça de segunda mão e poeira. Remova a poeira e aspire com frequência - usando um filtro HEPA.

O Lung Health Institute recomenda descartar objetos domésticos - como cortinas e toalhas de mesa - que podem funcionar como “coletores de poeira” e lavar lençóis regularmente em alta temperatura.

Ignore os purificadores de ar químicos em favor de perfumar sua casa com óleos essenciais e substitua os produtos de limpeza químicos por produtos de limpeza mais naturais. E, claro, um bom sistema de filtragem de ar interno é uma arma poderosa contra toxinas e poluentes.

Exercícios e técnicas de respiração - incluindo respiração coordenada, respiração profunda e respiração diafragmática - também podem ajudar a restaurar a capacidade pulmonar. Você pode encontrar algumas sugestões aqui.

A vitamina D - que é antioxidante, anti-inflamatória e que estimula o sistema imunológico - pode ser uma benção para a função pulmonar. Estudos revelam que pessoas com doença pulmonar obstrutiva crônica que acompanham as medidas de reabilitação padrão com aumento da ingestão de vitamina D apresentam melhora em sua capacidade de praticar exercícios. Como sempre, verifique com seu médico integrador antes de suplementar.

O exercício físico pode ser altamente benéfico para melhorar a capacidade pulmonar. Os especialistas recomendam intercalar atividades de baixa intensidade com exercícios de alta intensidade para obter o máximo benefício. No entanto, antes de iniciar qualquer rotina de exercícios, consulte seu médico integrador para elaborar um programa que seja seguro e eficaz para você. (Observação: isso é especialmente importante se você sofre de doença pulmonar obstrutiva crônica).

Finalmente, você pode promover o relaxamento e controlar o estresse naturalmente com técnicas como biofeedback, acupuntura, meditação guiada e ioga (que ajuda tanto na respiração quanto no relaxamento).

O ponto chave é este: com as escolhas e técnicas corretas de estilo de vida, você tem o poder de ajudar seus pulmões a contar a história de uma vida mais longa e saudável. Tome uma atitude hoje e aproveite os resultados.

Originalmente em: Naturalhealth365.com
Continue lendo após a publicidade
Continue lendo após a publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se increver acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Se conecte com nós nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram


Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram

Talvez você goste