O Estado de Prisão da Fundação Rockefeller sobre o pretexto de uma Pandemia

Compartilhar - estamos no |Telegram
O Estado de Prisão da Fundação Rockefeller sobre o pretexto de uma Pandemia

Para garantir que as populações adentrem no novo normal ou novo sistema de controle global, a pandemia do coronavírus Covid-19 está sendo o pretexto para coagir as populações a renunciarem suas liberdades. Embora muitas pessoas tenham retomado algumas atividades recentemente e começado a se mover com menos restrições, não há como negar que a vida mudou, leis foram projetadas e ativadas pelas autoridades governantes em prol aparentemente de tentar frear a pandemia de Coronavírus Covid-19,no qual freou tudo menos o Covid-19, tornando a vida das pessoas em uma verdadeira crise econômica, alimentar e social.

“Sob o pretexto de uma pandemia, vamos criar um estado de prisão” Tudo é claro, está acontecendo sobre o pretexto de "segurança" e com base em uma crise que tem uma taxa de mortalidade de 0,2% , não pior do que a gripe sazonal . - Até recentemente, você não tinha permissão se quer para ir ao parque ou praia para tomar um ar fresco ou uma caminhada simples, aeroportos com monitoramento e vigilância,  usar um medicamento específico como a hidroxicloroquina entre outros. Agora estamos vendo que estamos caminhando para um estado de controle, guiado na base da lei marcial "tecnológica", em outras palavras, seu unido direito é morrer.

Um documento assustador da Fundação Rockefeller


Um documento da Fundação Rockefeller descrito “Cenários para o Futuro da Tecnologia e Desenvolvimento Internacional”, descrito a mais de 10 anos tem sido um tópico de discussão recentemente em alguns círculos por conta de quão assustadoramente parece prever a situação em que nos encontramos agora. Claro, muito do que estamos lidando é esperado com uma pandemia global - e é algo que os especialistas em saúde vêm alertando que pode acontecer e durar muitos anos. Na verdade, foi considerado tão provável que muitas simulações foram realizadas para descobrir como a sociedade poderia lidar com tal "incidente".

Mas o cenário “Lock Step” (Etapa de Bloqueio - operação Lock Step começa na página 18) - onde descreve  “
Um mundo de controle governamental mais rígido e com muito mais liderança autoritária, com inovação limitada e crescimento a resistência do cidadão, e leva isso muito mais longe do que a simulação de resposta, delineando um cenário de lei marcial na sequência de uma pandemia onde todos estão dispostos a abrir mão das suas liberdades e da constituição em nome da proteção de saúde do governo até que a agitação civil cresça a ponto de derrubar governos. É apenas um dos quatro cenários potenciais descritos no documento de 10 anos, mas é assustador.

O Documento referente a página 
 18 “Lock Step” - Refere-se a uma nova cepa de gripe teórica originada de gansos selvagens que rapidamente dominou até mesmo os países mais preparados, infectando quase um quinto da população global e matando 8 milhões de pessoas, incluindo muitos adultos jovens saudáveis. O documento descreve isso e muito mais.

Em 2012, a pandemia que o mundo havia passado antecipando por anos finalmente atingiu. Ao contrário de 2009, H1N1, esta nova cepa de influenza - originada de gansos selvagens - era extremamente virulento e mortal. Mesmo o mais preparado para pandemia nações foram rapidamente oprimidas quando o vírus espalhou-se pelo mundo, infectando quase 20 por cento da população global e matança 8 milhões em apenas sete meses, a maioria deles adultos jovens saudáveis. A pandemia também teve um efeito mortal nas economias: internacionais, mobilidade de pessoas e bens guinchou para uma paralisação, setores debilitantes como o turismo e quebrando as cadeias de abastecimento globais. Mesmo localmente, normalmente lojas movimentadas e edifícios de escritórios vazios por meses, sem ambos os funcionários e clientes.

O "Lock Sep" (Etapa de Bloqueio) descreve o que temos passado agora


Algumas passagens parecem descrever o que estamos passando agora. Considere o seguinte: “A pandemia também teve um efeito mortal nas economias, na sociedade em geral: a mobilidade global de pessoas e bens parou, debilitando setores de comércios, pequenas empresas, bem como o turismo e quebrando as cadeias de abastecimento globais. Mesmo localmente, lojas e prédios de escritórios normalmente movimentados permaneceram vazios por meses, sem funcionários e clientes. ”

Como resultado, neste cenário, as autoridades governantes que impuseram restrições e regras rígidas mantiveram e até intensificaram esse forte controle e se tornaram ainda mais autoritários depois que a pandemia acabou em nome da “proteção”.

Alguns cidadãos abriram mão de algumas de suas liberdades e privacidade, como estamos vendo agora: “Os cidadãos abriram mão de boa vontade de parte de sua soberania - e privacidade - para Estados mais paternalistas em troca de maior segurança e estabilidade. Os cidadãos eram mais tolerantes e até ansiosos por direção e supervisão de cima para baixo, e os líderes nacionais tinham mais liberdade para impor a ordem da maneira que considerassem adequada, mas não para o povo, mas para si mesmos”

No entanto, as pessoas eventualmente se cansaram de serem controladas e o conflito surgiu, com os jovens que perderam seu status e oportunidade na pandemia, incitando muitos dos distúrbios. Manifestantes civis derrubaram governos e o mundo começou a se desestruturar.

Para onde tudo isso vai?


Ninguém pode dizer aonde a atual pandemia nos levará, mas certamente está dentro do reino da possibilidade de que tudo possa acabar como este cenário descrito no documento - embora não seja tão surpreendente se tudo se desenrolar de maneiras que as intuições globalistas como a Fundação Rockefeller ficaria muito feliz em tirar vantagem como algumas já o tem tirado proveito.

Depois que John D. Rockefeller conseguiu estabelecer um monopólio altamente lucrativo para produtos farmacêuticos apoiado por escolas de medicina no início dos anos 1900, arruinando a medicina natural e à base de ervas - que ainda hoje é ridicularizada em algum grau graças a seus esforços - é realmente necessário saber o que vem a seguir e porque a Fundação Rockefeller estava tão interessada em tal cenário. Existem tantas oportunidades de lucrar com esta doença - e ainda mais oportunidades de convencer pessoas assustadas a renunciarem às suas liberdades.
Continue lendo após a publicidade
Continue lendo após a publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se inscrever acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Siga nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram

Compartilhar

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram