Coletividade Evolutiva , Austrália está construindo o maior registro de parada cardíaca súbita do mundo para resolver o "mistério" das mortes cardíacas súbitas da vacina de mRNA COVID-19 , Coronavírus , Covid-19 , saúde ,

Austrália está construindo o maior registro de parada cardíaca súbita do mundo para resolver o "mistério" das mortes cardíacas súbitas da vacina de mRNA COVID-19

Cientistas australianos construirão o maior registro de mortes súbitas por parada cardíaca do mundo




A cada ano, 25.000 australianos sofrem uma parada cardíaca. "90% DESSES 25 MIL NÃO SOBREVIVERÃO". (Dra. Elizabeth Paratz ). Conforme o comunicado abaixo, os cientistas australianos parecem que estão ainda no escuro sobre os efeitos adversos e colaterais negativos das vacinações COVID mRNA ou modRNA.

Os cientistas médicos australianos, parecem que não compreenderam que as injeções COVID mRNA leva em sua bula uma longa lista de efeitos negativos, incluindo as mais comuns cientificamente comprovadas, como: 10 complicações graves que se tornaram comuns, desde problemas cardíacos e neurológicos até questões vasculares e imunológicas.


Comunicado de imprensa da Australian Heart Foundation 22 de dezembro de 2023:

Cientistas australianos construirão o maior registro de mortes súbitas por parada cardíaca do mundo, em uma grande tentativa de resolver um dos mistérios mais elusivos e assustadores das doenças cardiovasculares.

Começando com Victoria, o trabalho, apoiado pela Heart Foundation e liderado pela Dra. Elizabeth Paratz, do Baker Heart and Diabetes Institute, combinará e examinará dados de parada cardíaca de dois grandes bancos de dados existentes.

O novo superregistro, chamado CODEX-SD, que liga dados de ambulância e forenses, pela primeira vez dará aos pesquisadores sua visão mais próxima ainda sobre o que causa paradas cardíacas súbitas e o que pode ser feito para detê-las.

O banco de dados fornecerá um único local para registrar os dados do país sobre paradas cardíacas para também ajudar os pesquisadores a examinar condições raras, identificar tendências e entender melhor as experiências cardíacas de populações sub-representadas.

O Dr. Paratz disse que o CODEX-SD ajudará os pesquisadores a identificar o que mais trabalho precisa ser feito para desvendar os mistérios genéticos que tornaram a parada cardíaca súbita uma das principais causas de morte para pessoas com 50 anos ou menos na Austrália.

Uma parada cardíaca ocorre quando o coração de uma pessoa de repente para de bombear sangue efetivamente ao redor do corpo e pode atingir em qualquer lugar, a qualquer hora, e muitas vezes é fatal sem intervenção imediata e apropriada de espectadores.

Todos os anos, na Austrália, 25.000 pessoas sofrem paradas cardíacas fora do hospital e, em cerca de 30% a 40% dos casos, os médicos não conseguem explicar o que causou isso.

"Há muito poucas outras condições como essa, em que, ao final de extensas investigações, voltamos à família e dizemos que não há uma razão clara para que esse trágico evento tenha acontecido", disse Paratz.

"Essa falta de fechamento torna incrivelmente difícil para as famílias, mas também com a falta de saber quem mais pode estar em risco na família adiciona outra camada de angústia.

"90% das pessoas que sofrem uma parada cardíaca súbita morrem, então se pudermos avançar nessa estatística – e precisamos fazer isso – um benefício, e o mais importante, é que temos uma chance melhor de manter as famílias unidas", disse ela.

Bryan Maris; Super Fit, Super Saudável e um Ciclista de Classe A

O registro tem todo o apoio de Jessica Maris, que perdeu tragicamente seu marido Bryan aos 31 anos devido a uma parada cardíaca súbita.

Continua após o vídeo:


Bryan estava super em forma, super saudável e era um ciclista de classe A.

Na madrugada de janeiro, Jessica estava alimentando sua filha de três meses, Avie Rose, quando ouviu um barulho no quarto.

"Parecia uma tosse do Bryan, chamei o Bryan, mas não houve resposta, então quando terminei de alimentar Avie,entrei no nosso quarto e Bryan estava na cama; com os braços para cima ao lado da cabeça, em um ângulo de estrangulamento", disse Maris.

"Eu cutuquei o Bryan, mas ele não respondeu. Ele não estava se mexendo e seus lábios estavam levemente azuis, então chamei uma ambulância."

Infelizmente Bryan não pôde ser reanimado.

A família Maris já foi informada de que era provável que Bryan tivesse síndrome de Brugada; uma condição que pode causar batimentos cardíacos rápidos e irregulares que podem levar a desmaios ou, em casos graves, a uma parada cardíaca.

Bryan Maris morreu enquanto dormia em 4 de janeiro de 2015.

Considerações do  Dr. William Makis

Este é um esforço muito bem financiado e extenso para normalizar  Lesões Cardíacas Vacinais e Mortes Súbitas Cardíacas da vacinação mRNA COVID-19.

Assim que tiverem suas desculpas prontas – eles terão a estrutura do estabelecimento médico convencional (o maior banco de dados do mundo, especialistas em cardiologia) vendendo as mentiras para as famílias das vítimas.

Quem vai questionar o maior banco de dados de morte súbita cardíaca do mundo e seus especialistas?

Observe que no vídeo acima, bem como no comunicado à imprensa, eles não usam um caso recente de morte súbita cardíaca.

Em vez disso, usam o caso de Bryan Maris (ciclista profissional), de 2015.

Por que estão evitando usar um caso recente? Porque todo mundo perguntava se aquela pessoa estava vacinada contra a Covid-19.

Uma vez que este projeto faz parte de uma tentativa premeditada de encobrir mortes súbitas induzidas por vacinas de mRNA da COVID-19, o que por si só é um crime, todos os envolvidos com este projeto devem enfrentar acusações criminais e um tempo de prisão muito longo.

Obtenha o Extrato de Própolis Verde, Vitamina C, D e Zinco para melhor Imunidade e Proteção contra doenças oportunistas - Clique aqui


Siga-nos: | | e | Inscreva-se na nossa | Nos Apoie: Doar
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Fechar Menu
Entre em nosso Telegram

Entre para nosso canal do Telegram

ENTRAR

Nos siga no X (Twitter)

Compartilhamos nossos artigos e outras informações

SEGUIR

Apoie Coletividade Evolutiva - Doação

Apoie nosso projeto com uma contribuição.

DOAR